Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Um pau mandado

por josé simões, em 18.06.14

 

 

 

Sendo que Cavaco Silva, segundo as suas próprias palavras urbi et orbi, não enviou o Orçamento do Estado para 2014 para o Tribunal Constitucional baseado em profundos e estudados pareceres técnicos com o resultado que se lhe seguiu, o chumbo grosso, ou Cavaco Silva pediu os pareceres técnicos aos técnicos do Governo de iniciativa presidencial que elaboraram o Orçamento do Estado ou Cavaco Silva, que raramente se engana e nunca tem dúvidas, arrependido por um dia na vida de primeiro.ministro ter largado esta bojarda, disse que pediu os pareceres porque sim, porque tinha de dizer alguma coisa e anda foi pior a emenda do que o soneto.

 

Agora que o primeiro-ministro do Governo de iniciativa presidencial vem assumir, na sua já célebre confusão entre poderes, promiscuidade entre órgãos de soberania e desrespeito pelas instituições e pelo Estado de Direito «que pediu ao Presidente da República para pedir a fiscalização preventiva de reformas que mexem com a despesa do Estado» e que Cavaco Silva nem truz nem muz, continua mudo no Facebook e calado para os microfones à saída das inaugurações e das palestras, torna a ficar mal outra vez na fotografia e legítima todas as interrogações e todas as suspeitas da parte dos cidadãos. Para que serve este Presidente da República? A quem serve este Presidente da República? Estamos perante um Governo de iniciativa presidencial ou, pelo contrário, um Presidente de iniciativa governamental?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post