Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Two Tribes

por josé simões, em 04.03.14

 

 

 

E, como já estamos no século XXI e já somos todos crescidinhos com as lições da História, que tal deixarmos de lidar com a questão em modo Frankie Goes To Hollywood, Two Tribes lyrics – "When two tribes go to war, a point is all that you can score", de dividir o mundo entre os bons e os maus, estar com um pé atrás com tudo o que vem ou possa vir da Mãe-Rússia imperial, saudosa do império perdido com a implosão da União Soviética, de andar com os dois pés atrás, e a reboque, da Alemanha do lebensraum, e onde não cabe a Europa toda, de estar de braços abertos à espera que venha o amigo amaricano fazer prova de vida fardado de polícia do mundo, e perguntar à parte interessada, os cidadãos da Crimeia, da Crimeia que já anda em bolandas há mais de 300 anos, o que é que querem fazer da vida deles, como consta no Artigo 7.º, Relações Internacionais, 3. "Portugal reconhece o direito dos povos à autodeterminação e independência e ao desenvolvimento, bem como o direito à insurreição contra todas as formas de opressão", e com isto encostar todas as partes interessadas, e menos interessadas, à parede e, em menos de um fósforo, descobrir quem está e quem não está de boa-fé?

 

 

 

 

 

 

3 comentários

Comentar post