Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Pattern Recognition

por josé simões, em 16.04.24

 

Andy Warhol.jpg

 

 

Depois do fantabulástico choque fiscal que afinal não é mais que a redução de IRS do "Governo socialista", os ministros e secretários de Estado que afinal não estavam a responder ao "questionário Costa" coisíssima nenhuma, como nos foi vendido nas televisões dias a fio. Há um padrão que se começa a desenhar, o do embuste, o da mentira, o de esconder a verdade aos portugueses.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Novilíngua

por josé simões, em 15.04.24

 

poster_1984.jpg

 

 

               Novilíngua:

               Tentaram enganar as pessoas e correu-lhes mal = Ambiguidade

 

[Imagem]

 

 

 

 

O cara de pau

por josé simões, em 14.04.24

 

Yvonne Venegas. Self Portrait in Erwin Blumenfeld.

 

 

Não é verdade que Luís Montenegro tenha dito tudo aquilo que todos o ouvimos dizer.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O desonesto e o patinho

por josé simões, em 12.04.24

 

Sailor Duck.jpg

 

 

Chegado de Marte há bocado, e logo nomeado ministro dos Negócios Estrangeiros, descobre que há guerra na Ucrânia - vai para dois anos, que faz 6 meses uma guerra Israel - Hamas, e que há terrorismo no SAEL - há décadas. O mundo não está um lugar seguro, a instabilidade está aqui, em cima deste Governo, desiludam-se que não podemos dar tudo a todos como prometido em campanha eleitoral. O desonesto, Paulo Rangel.

 

Fim das portagens nas ex-SCUT, redução do IVA da electricidade, exclusão dos rendimentos dos filhos como condição para o acesso ao Complemento Solidário para Idosos, aumentar a despesa dedutível com arrendamento até atingir os 800 euros e alargar o apoio ao alojamento estudantil. "Ficamos à espera para ver como vão votar estas iniciativas". Assim o PCP e o Bloco ficaram à espera, depois dos infantários gratuitos, do passe social a 40 paus, das propinas, tudo medidas capitalizadas pelo PS nas eleições seguintes. O patinho, Pedro Nuno Santos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

I Want to Believe

por josé simões, em 11.04.24

 

ufo.jpg

 

 

Baixar o IRC para depois o remanescente ser usado pelas empresas na criação de mais emprego e no pagamento de melhores salários aos empregados colaboradores e não para aumentar a mais-valia ao patrão e ao accionista e para que o 1% mais rico fique ainda mais rico, como acontece até hoje. Depois a recita fiscal baixa significativamente e aqui está o argumento perfeito para o "não há dinheiro para nada", nem para a saúde, nem para a educação, há que entregar competências do Estado ao sector privado. Chudai!

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Grau Zero

por josé simões, em 05.04.24

 

SHORPY-3c22477u1.jpg

 

 

De administrador do Grupo Media Capital, detentor da TVI e da CNN Portugal, e Presidente do Conselho de Administração da Swipe News, detentora, entre outras do Eco Economia Online, para secretario de Estado Adjunto e da Presidência. Deve ser a isto que na oposição o PSD chamava de "captura dos media pelo regime socialista".

 

“A massa mantém a marca, a marca mantém a media e a media controla a massa”, George Orwell.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

His Master's Voice

por josé simões, em 05.04.24

 

His_Master's_Voice.jpg

 

 

Como se nós não andássemos há 20 anos nisto e não fossemos todos do tempo do apogeu dos blogues e dos comentários anónimos nas caixas de comentário:

[...] Carlos Abreu Amorim, um dos mais notórios desta lista pelas intervenções públicas assertivas no Parlamento e de combate nas redes sociais.

 

 

 

 

Operação "OMO Montenegro"

por josé simões, em 04.04.24

 

omo.jpeg

 

 

Começou a operação "OMO Montenegro". Afinal o saldo já não é excessivo, já não vai haver dinheiro para repor o tempo aos stores, nem para aumentos salariais nas polícias e forças armadas, nem para a "dignidade dos profissionais da saúde", e ficamos por aqui, pelos que fizeram mais barulho. Não se pode dar tudo a todos, antes pelo contrário, porque agora há uma guerra na Ucrânia, a Alemanha está a gripar, e ainda temos a incerteza eleições americanas. Há que racionalizar, encurtar o Estado, trabalhar em parceria com os sectores privado e social. Até porque o Governo vais ser "forçado a ajustar programa económico às novas regras de Bruxelas", que só vieram a público no dia a seguir às eleições, escondidas dos portugueses desde o dia 20 de Dezembro do ano passado, pelo menos.

 

A repetição. Toda uma campanha eleitoral assente na mentira para capitalizar o descontentamento. 9 - nove - 9 anos foi o tempo que o pagode levou a esquecer a governação da direita. Como diria o malogrado, "há muita fraca memória na política".

 

 

 

 

Distanciamento social

por josé simões, em 04.04.24

 

XXIV Governo.jpg

 

 

Distanciamento social é a primeira conclusão a tirar da primeira foto de grupo, e a pandemia já lá vai. Isto vale o que vale e os sinais que se passam valem muito e o fotógrafo não é amador, de certeza.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Prioridades

por josé simões, em 03.04.24

 

RP.jpg

 

 

Definidas as prioridades no primeiro Conselho de Ministros, do Governo que quer endireitar Portugal depois de décadas de "regime socialista", e que ia começar a trabalhar logo no primeiro dia:

 

. 1 - Regressa o discurso matarruano da Pátria e da bandeira, de quem ainda vive no tempo de António Ferro e não percebe, nem quer perceber, coisas simples como modernidade, associada à legibilidade e padronização, sem desvirtuar.

. 2 - Vacuidades

. 3 - Introdução na agenda de um tema bandeira da extrema-direita populista, facilmente resolvido com dotação e reforço de meios - humanos e técnicos, das entidades competentes.

 

O princípio do fim do regime socialista está a ser uma coisa digna de ver.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

 

Curioso...

por josé simões, em 03.04.24

 

cavaco palmeira.jpg

 

 

"O Partido Socialista que governou 22 dos últimos 28 anos", mas as pessoas só se lembram das maldades de Cavaco Silva e de Passos Coelho. Curioso...

 

[Imagem]

 

 

 

 

Miss Mundo a primeiro-ministro

por josé simões, em 02.04.24

 

miss world.jpg

 

 

Nos 50 anos do 25 de Abril pela primeira vez um primeiro-ministro com um discurso de miss Mundo no acto da tomada de posse. Tudo e o seu contrário, tudo e o que quiserem que seja, que a margem é larga, tudo o contrário do que se defendeu durante o percurso  enquanto líder de bancada parlamentar. Ah e tal, os jovens emigram. Porque é que os jovens emigram? Adiante que é preciso baixar o IRC, o patrão vai abdicar do aumento da mais-valia para aumentar o salário. "O trickle dowm é liiiiindo!", em pregão de peixeira. "Não queremos as fronteiras fechadas mas também não queremos as fronteiras escancaradas, queremos uma imigração de qualidade e qualificada". Quais são as qualificações necessárias para carregar baldes de massa nas obras, conduzir um Uber Eats, trabalhar nas estufas de Odemira? Adiante que se este Governo cair não é por incompetência, falhanço do primeiro-ministro, mas por culpa do maior partido da oposição, outra inovação introduzida na tomada de posse de um Governo. 50 anos do 25 de Abril. Os paineleiros com avença nas televisões conseguiram ver um grande discurso com grande estratégiuca política de sobrevivência. 50 anos do 25 de Abril.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O TikTok... O TikTok...

por josé simões, em 02.04.24

 

tiktok-logo.jpg

 

 

"Margarida Blasco, ministra contra a vontade de André Ventura", Bernardo Ferrão, alegado jornalista, na televisão do militante n.º 1 - SIC Notícias, enquanto os ministros desfilavam no ecrã na tomada de posse do XXIV Governo.

O TikTok...O TikTok...