Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A bolha de Marcelo

por josé simões, em 20.06.22

 

marcelo.jpg

 

 

O paradoxo que é Marcelo, omnipresente e omnisciente, viver numa bolha que não lhe permite ter contacto com o "vai mazé pra a tua terra!" na ponta da língua de qualquer anónimo do beijinho e da selfie de cada vez que uma discussão ou conversa mais acalorada, a envolver um estrangeiro ou alguém com o tom de pele um niquinho mais para o escuro, rebenta num café, uma repartição, num transporte público. Não, os portugueses não têm "vocação de abertura, inclusão e tolerância", coisíssima nenhuma.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 04.05.22

 

clown.png

 

 

Presidente de sindicato de força policial com três inspectores acusados de homicídio de cidadão imigrante ucraniano à pancada em instalações controladas pela organização acusa outras forças policiais de xenofobia e racismo por práticas de tortura a imigrantes.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Greetings from the wonderful Portugal

por josé simões, em 14.02.22

 

wonderful-portugal-vacation-cards.jpg

 

 

"Após se terem filiado ao Chega, o partido de extrema-direita que nas últimas eleições conquistou 12 lugares no parlamento português, vários imigrantes brasileiros teriam sido vítimas de atitudes racistas e xenófobas por parte dos seus próprios companheiros."

 

O canibal vegetariano

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

The Nativity as reported by the Daily Mail

por josé simões, em 26.12.21

 

1.jpg

 

 

2.jpg

 

 

3.jpg

 

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

Da série "Portugal não é um país racista"

por josé simões, em 07.12.21

 

gesto.jpg

 

 

Duas coisas a reter no ataque racista e xenófobo de que foi alvo o motorista da Transportes Sul do Tejo:

 

     - A paragem cheia de gente sem que ninguém se tenha dignado mexer um dedo ou abrir a boca em defesa do atacado;

     - No day after as caixas de comentários e as contas Facebook e Twitter com "é preciso saber o contexto".

 

Puta que pariu.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

O partido dos delinquentes

por josé simões, em 03.10.21

 

chega-twitter.jpg

 

 

"Ó senhor agente, não me bata nas costas, bata-me nas nádegas, se faz favor". "Ó senhor agente, já me bateu muito nesta face, eu dou a outra. Obrigado". "Ó senhor agente, tenha calma que eu ponho-me a jeito, não suje a farda".

 

O partido dos delinquentes no Twitter.

 

 

 

 

Vai para a tua terra!

por josé simões, em 09.09.21

 

DEXPRESS.jpg

 

 

"Os migrantes serão devolvidos a França", grita o conservador Daily-com-um-cruzado-no-meio-Express na primeira página que celebra a "history maker!" britânica Emma Raducanu, nascida no Canadá, filha de pai romeno e mãe chinesa, só aterrada em Londres com dois anos de idade.

 

 

 

 

A silly season não explica tudo

por josé simões, em 05.08.21

 

ventura.jpeg

 

 

Tivemos Miguel Viegas, ex euro deputado do PCP, a escrever numa "rede" que o ouro do Pichardo não era 100% português, 100% era o bronze do Pimenta, e tivemos o rapazito da RTP de microfone esticado a perguntar a Pichardo se ele realmente cantou A Portuguesa já que estava de máscara e não deu para ver. A silly season não explica tudo e é bem provável haver "cenas dos próximos capítulos".

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Der Untermensch

por josé simões, em 03.07.21

 

Der_Untermensch.jpg

 

 

O partido deve defender não só a identificação das comunidades subsidiodependentes, onde estão localizadas, qual é a prevalência da subsidiodependência, qual é o nível de subsidiodependência, porque na verdade somos todos nós que estamos a pagar isso, como deve ter uma espécie de cadastro ou de identificação étnica ou racial

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Sign O' The Times, CLXI

por josé simões, em 20.04.21

 

175205573_474079727039848_2469297346876948584_n.jp

 

 

175479611_489405705518959_8097873640321941094_n.jp

 

 

175659265_302085587966546_8043397359220020233_n.jp

 

 

[Link nas imagens]

 

Sign O' The Times, Capítulo CLX

 

 

 

 

E depois queixam-se exactamente do quê?

por josé simões, em 18.11.20

 

The Great Dictator.jpg

 

 

Um deputado eleito por um partido com meses de vida, numa campanha eleitoral milionária, com o dinheiro saído ninguém sabe de onde, e sem que ninguém se tenha preocupado em investigar a sua origem, num partido pejado de nazis, skins e fascistas, antes envergonhados e agora às claras, transfugados de grupelhos nazis, legalizado com assinaturas falsificadas, irregulares e duplicadas, perante o encolher de ombros do Tribunal Constitucional, é multado por discriminar ciganos, no seguimento insulta uma deputada eleita, e o assunto nas "redes sociais", ou o caralho que lhe queiram chamar, é o valor da multa. E depois, seus palermas, queixam-se exactamente do quê?

 

 

 

O partido tubo de ensaio

por josé simões, em 11.11.20

 

mickey.jpg

 

 

Em 1974 conviviam alegremente com pides, legionários e restante bufaria, na bancada da Acção Nacional Popular no Parlamento fantoche do Estado Novo Marcelista. Passados seis meses estavam a assinar o Pacto MFA-Partidos pelo partido ensaiado por Sá Carneiro.

 

Em 2017 Pedro Passos Coelho ensaia a candidatura autárquica de André Ventura num subúrbio urbano da capital como barómetro para um movimento populista mais amplo a nível nacional.

 

Em 2020 Rui Rio alia-se nos Açores ao ex-camarada de partido, ensaiado por Pedro Passos Coelho em Loures, como forma de legitimar e maquilhar a extrema-direita que lhe pode ser útil em futuras eleições legislativas, em coligação ou com o apoio parlamentar do partido que acolhe skinheads, fascistas e nazis confessos.

 

 

 

 

Ó da guarda

por josé simões, em 17.08.20

 

2.jpg

 

 

3.jpg

 

 

4.jpg

 

 

José Teófilo Duarte - Ó da guarda

 

 

 

 

"Se fossemos racistas de verdade"

por josé simões, em 03.08.20

 

 

 

De quem é que nós "fomos atrás" para a Alemanha, França, Inglaterra, Luxemburgo, África do Sul, Venezuela, Brasil, etc, etc, para não ficarmos cá "a morrer à fome"? é a pergunta a que a senhora devia responder.

 

Hoje, um grupo de pessoas dedicou-se a tentar provar que não há racismo em Portugal. O resultado é este.

 

 

 

 

"Preto do caralho"

por josé simões, em 29.07.20

 

kkk.jpg

 

 

"Preto do caralho". "Vai para a tua terra". "Volta para a senzala". "Vou violar a tua mãe". "Fui à tua mãe e àquelas pretas todas de merda". "Tenho armas do Ultramar em casa e vou-te matar"

 

Esta vai ser uma manifestação para cumprir o que prometemos: sempre que a esquerda sair à rua para dizer que Portugal é um país racista, nós sairemos à rua com o dobro da força para mostrar que Portugal não é racista. As ruas são da direita desde o aparecimento do Chega

André Ventura anuncia uma contramanifestação de direita contra uma manifestação contra o racismo.

 

[Imagem]