Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 28.07.15

 

new york mag.jpg

 

 

35 das 46 mulheres alegadamente vítimas de Bill Cosby dão a cara na capa da The New York Magazine. [Aqui].

 

 

 

|| Ninguém quer saber, não é?

por josé simões, em 29.06.13

 

 

 

A gente começa por "uma ponta": quais os critérios para atribuição de uma bolsa de estudo em Portugal pelo governo angolano, a quem é que são atribuídas as bolsas de estudo em Portugal pelo governo angolano? São do género das bolsas de estudo atribuídas aos filhos dos militantes do PCP e aos militantes da UEC nos países do ex-bloco de Leste? Perguntas retóricas.

 

A gente passa "pelo meio": o que é a Sonangol, [de] quem é a Sonangol? Por exemplo, no Instituto Politécnico de Setúbal há salas com o dístico "Sonangol" na porta... A "lusofonia", os acordos de cooperação, os PALOP. Sim. É tudo muito bonito se a gente acreditar muito no Pai Natal.

 

A gente chega "ao fim": o que é que leva, o que é que pode levar, a que uma mulher angolana, em Portugal com uma bolsa de estudo, e que é vitima de violação – sexo não-consensual imposto por meio de violência, a humilhação máxima a que um ser humano pode ser submetido, o maior atentado contra a sua dignidade – agravado na forma de violação colectiva, por 3 bolseiros "escolhidos pelo governo angolano para estudarem no IPB", desista da queixa contra os agressores?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Minaretes na Suíça

por josé simões, em 02.01.13

 

 

 

Os guerreiro dos Islão, cansados e desmotivados pela falta de prazer sexual por longos meses em combate contra as tropas de Bashar al-Assad, podem a partir de agora violar com a bênção de uma fatwa casar por algumas horas com todas e quaisquer meninas e mulheres, viúvas ou divorciadas, com idade superior a 14 anos. Allahu Akbar.

 

[Via]

 

 

 

 

 

 

|| Allahu Akbar

por josé simões, em 24.10.12

 

 

|| As Origens do Totalitarismo

por josé simões, em 21.08.12

 

 

 

«As declarações de Akin não terão tido um forte impacto nas intenções de voto. Numa sondagem realizada posteriormente, na segunda-feira, junto de cerca de 500 eleitores do Missouri, a maioria dos inquiridos disse que as declarações do candidato republicano foram “desadequadas”, mas 44% adiantaram que irão votar em Akin, um pouco mais do que os 43% que pretendem escolher McCastill [

 

 

«As soluções totalitárias podem muito bem sobreviver à queda dos regimes totalitários sob a forma de forte tentação que surgirá sempre que pareça impossível aliviar a miséria política, social ou económica de um modo digno do homem.», As Origens do Totalitarismo, Hannah Arendt, 1951

 

 

 

 

 

 

|| Talibans são os "outros"

por josé simões, em 20.08.12

 

 

 

Um conceito q ue é todo ele um programa e uma ideologia.  "legítima violação". A outra violação, a ilegítima porque do ponto de vista de quem a comete não tem razão de ser aos olhos da Lei, é a que fica dentro de portas e que parte do princípio que a mulher está ali, entre outras, de pernas abertas para satisfazer as necessidades do homem e para procriar. E ninguém tem nada a ver com isso porque vem no Antigo Testamento e é a vontade de Deus. Daqui até à mulher ser culpada da violação, slut, whore, Jezebel, é um passinho assim, so help me Good. E arriscamo-nos a que energúmenos destes governem a maior potência do planeta.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| A água e o azeite

por josé simões, em 16.08.11

 

 

 

Depois dos milhões de Dominique Strauss-Kahn terem colocado em campo tudo o que era operacional dos serviços secretos para fazer o teste egípcio da virgindade à preta, imigrante, mentirosa, amiga de traficantes e a soldo de Nicolas Sarkozy na sua caminhada para a reeleição, ufff!.. o resultado da contra-análise.

 

 

 

 

 

 

|| Resistentes na sociedade da cremação e do fio dental

por josé simões, em 07.07.11

 

 

 

|| Mullah

por josé simões, em 12.05.11

 

 

 

 

 

Sinceramente não vejo grande diferença entre esta decisão judicial e as decisões dos mullahs que condenam mulheres violadas a chibatadas em público, a amputações, à pena de morte por lapidação, pelo crime de relações sexuais fora do matrimónio.

 

(Imagem)