Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O PCP medieval (passe o pleonasmo)

por josé simões, em 07.11.10

 

 

 

Para melhor se compreender o princípio do castigo a aplicar à burguesia:

 

«Como a nobreza portuguesa em 1383-85, a grande burguesia monopolista dos nossos dias não hesita em comprometer a independência nacional à restauração, conservação e reforço dos seus interesses de classe, que são o seu enriquecimento e o seu domínio da sociedade portuguesa, tendo por base a opressão e a exploração das mais amplas camadas do nosso povo, ou seja, das camadas não monopolistas.

 

Hoje, são a classe operária, os trabalhadores, as camadas não monopolistas da nossa população os legítimos herdeiros da tradição patriótica dos burgueses, dos mesteirais, dos camponeses sem terra, dos assalariados que lutaram pela independência da nossa Pátria contra a classe dominante do seu tempo, a nobreza de Portugal e de Castela, e venceram. »

 

(Íntegra)

 

 

 

 

 

Como diz a outra: “E Hoje Acordei Assim”

por josé simões, em 03.11.08

 

Militares nas ruas; Banca nacionalizada.

 

 

 

Como diz a outra: "Eu Hoje Acordei Assim"

por josé simões, em 13.10.08

 

 

 

 

 

(...)