Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 24.05.20

 

NYT (3).jpg

 

 

               A primeira página do The New York Times

 

 

 

 

Sign O' The Times, XXVII

por josé simões, em 20.05.20

 

1 domino-park-brooklyn-painted-circles-grass-social-distancing.jpg

 

 

2 domino-park-brooklyn-painted-circles-grass-social-distancing-designboom.jpg

 

 

3 domino-park-brooklyn-painted-circles-grass-social-distancing-designboom.jpg

 

 

4 domino-park-brooklyn-painted-circles-grass-social-distancing.jpg

 

 

brooklyn's domino park painted circles on the grass to ensure social distancing

 

Sign O' The Times, Capítulo XXVI

 

 

 

 

Da evolução das espécies

por josé simões, em 28.04.20

 

funny-restaurant-signs-el-arroyo-texas.jpg

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

Quando o vírus do racismo ataca a pouca inteligência

por josé simões, em 22.04.20

 

el diario.jpg

 

 

O imbecil que governa os States proibiu a entrada de emigrantes para "proteger o emprego" dos nativos 'amaricanos' assolados pela pandemia Covid. E não está propriamente a pensar nos Navajos, nos Cheyennes, nos Comanches, nos Apaches ou nos Sioux. Os mesmos 'amaricanos' que fazem km filas em jipes, pick ups e vans, para ir à Jonet lá do sítio, a limpar retretes, lavar pratos e trabalhar nas explorações agrícolas. Até os mexicanos se riam.

 

[Na imagem a primeira página do nova-iorquino El Diario com edição em espanhol]

 

 

 

 

Com fome mas com estilo

por josé simões, em 20.04.20

 

1 (48).jpg

 

 

2 (42).jpg

 

 

3 (37).jpg

 

 

4 (28).jpg

 

 

5 (27).jpg

 

 

6 (20).jpg

 

 

7 (20).jpg

 

 

"N' América, está mesmo ali ao lado", o pessoal tem fominha mas tem fominha com estilo e quando vai à Jonet vai tudo de Chevrolet, GMC, Ford, que amaricano que se preze não compra carro aos japs, vai de jipe, vai de pick up, vai de van, vai num clássico restaurado pelo Danny “O Conde” Koker da tv cabo e que custam os olhos da cara e do cu, não há cá Renault Clio ou Opel Corsa, e "papa-reformas" ou "mata-velhos" é coisa de português miserável a quem o beato Guterres quando era primeiro-ministro deu hipótese de se sentirem gente, amaricanos em ponto pequeno. "N' América, está mesmo ali ao lado", dinheiro para a comida não há mas para a gasolina, que amaricano que se preze não anda a gasóleo, não pode falhar. Aquilo que a direita radical e os liberais, cada um por si ou todos em conjunto, que o mundo não nota a diferença, dizem dos pobres que têm android ou um tablet - manhosos ou andam no gamanço, aqui não se aplica. E "como é que eu fico? Eu fico engasgado, com o novo mundo mesmo ali ao lado".

 

[Imagem]

 

 

 

 

Um criminoso eleito

por josé simões, em 17.04.20

 

trump twitter (1).jpg

 

 

Um Presidente eleito que numa situação de pandemia global invoca a Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos para apelar à insurreição armada contra o governo dos Estados em "lockdown" sanitário.

 

 

 

 

A maneira como tratamos os mortos

por josé simões, em 07.04.20

 

jporfirio_funeral_covid-19.jpg

 

 

Ver por estes dias nas televisões as imagens dos milhares de mortos em Espanha e Itália, com dignidade arrumados em igrejas, pavilhões desportivos, palácios do gelo, por incapacidade das funerárias e das morgues em darem saída ao fluxo da morte, e ver as imagens dos mortos nos Estados unidos, enrolados em panos a serem carregados por um empilhador para uma camião frigorífico em plena rua. Diz-me como tratas os mortos...

 

[Imagem de João Porfírio]

 

 

 

 

Lembramo-nos todos perfeitamente

por josé simões, em 06.04.20

 

Efi Rodopoulou.jpg

 

 

Lembramo-nos todos perfeitamente de na altura terem morrido centenas por dia em Espanha, em Itália, em França, em Inglaterra, por toda a Europa. A Terra é redonda, ficou provado quando os amaricanos uniram Boston e Frisco por caminho-de-ferro.

 

EUA: autoridades de saúde comparam crise pandémica ao 11 de setembro

 

[Imagem de Efi Rodopoulou]

 

 

 

 

Mais cedo do que tarde

por josé simões, em 04.04.20

 

naomi.jpeg

 

 

Andrew Cuomo, governador de Nova Iorque, nas televisões a questionar porque é que os Estados Unidos chegaram à situação de total dependência da China, sem capacidade produtiva, nem sequer para responder a uma pandemia com a produção de máscaras e kits médicos de protecção.

 

 

 

 

O mundo ao contrário

por josé simões, em 04.04.20

 

lenine.jpg

 

 

Covid-19: Nova York vai confiscar respiradores da rede particular de saúde

 

 

 

 

Entretanto em Las Vegas, Nevada, USA

por josé simões, em 30.03.20

 

1 (34).jpg

 

 

2 (30).jpg

 

 

3 (24).jpg

 

 

4 (17).jpg

 

 

5 (15).jpg

 

 

Num dos países mais ricos do mundo, onde por tudo e por nada se jura sobre a Bíblia, com a máxima "In God We Trust" estampada na moeda nacional, onde qualquer frase termina com "Praise The Lord!", para fazer face à pandemia COVID-19 a cidade dos casinos providenciou um parque de estacionamento com caixas pintadas no chão por forma aos sem-abrigo poderem dormir em ambiente de distanciamento social. É o mais parecido que há com "caridade cristã" num país sem "Estado social". "The Lord is my shepherd; I shall lack nothing".

 

 

 

 

Volfefe Index

por josé simões, em 27.03.20

 

trump twitter.jpg

 

 

               Donald Trump no Twitter

 

[Título do post]

 

 

 

 

1, 2, 3, um dia histórico

por josé simões, em 27.03.20

 

newyork_times.jpg

 

 

2 (28).jpg

 

 

wsj.jpg

 

 

 

 

Vai tudo correr bem

por josé simões, em 02.03.20

 

Mike Pence coronavirus emergency team.jpg

 

 

Donald Trump "revelou que Mike Pence, vice-presidente, ficará directamente responsável por gerir a resposta norte-americana ao surto de coronavírus". Naquela linguagem básica, imagem de marca, de fazer envergonhar uma criança da escola primária disse que o país está "muito, muito pronto" para qualquer eventualidade relacionada com o COVID-19. E Mike Pence não perdeu tempo, meteu mãos à obra e reuniu um "coronavirus emergency team". Vai tudo correr bem, estamos conversados.

 

[Na imagem "Mike Pence and his coronavirus emergency team praying for a solution"]

 

 

 

 

"pessoas muito más"

por josé simões, em 01.03.20

 

taliban-fighters.jpg

 

 

Muitos milhares de mortos depois, Donald Trump, com um discurso tão elaborado e sofisticado que é capaz de envergonhar uma criança na escola primária, informa as famílias dos soldados e dos civis mortos debaixo da Stars and Stripes  que vai fumar o cachimbo da paz com os inimigos dos Estados Unidos, inventados pelos amaricanos para combater os soviéticos nos idos da Guerra Fria, por detrás do pesadelo nine eleven e de todas as atrocidades que se lhe seguiram, do desrespeito aos direitos humanos e à convenção de Genebra, escudados no Patriot Act e na opacidade de Guantánamo, no trânsito pelas prisões secretas da CIA um pouco por todo o mundo,  agora com a nobre missão de matar terroristas que já não são, quiça elevados à categoria de "combatentes da liberdade. "Vão matar pessoas muito más", os do ISIS, inventados pelos amaricanos quando foram inventar uma guerra onde ela não existia, e no yankee "maldómetro" [inventei agora, o aparelho que mede a maldade] mais maus que os ex-maus talibans. Quantos metros, quilos ou litros mede a maldade na ambição imperial americana?

 

[Imagem]