Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

"Centro-direita", dizem eles

por josé simões, em 12.03.18

 

União_Nacional_Flag_.jpg

 

 

A páginas tantas, um senhor, que trata toda a gente por tu no partido do doutor como tratamento institucionalizado, em sua defesa e como estatuto, invocada a sua qualidade de neto de um deputado da União Nacional, da ditadura fascista das chapeladas nas eleições e das oposições encarceradas e torturadas pela polícia polítca, perantre o aplauso de restantes congressistas na sala. Um partido do "centro-direita", dizem eles.

 

[Vídeo e imagem]

 

 

 

 

|| E até "socialistas, mesmo"

por josé simões, em 27.07.13

 

 

 

"um clima de união nacional, não é de unidade nacional, é de união nacional". "Sejemos realistas".

 

Da incompetência e do verbo Sejer e da falta de cultura democrática e da falta de cultura histórica. Já só resta o penteado e a voz, o som que entra pelos ouvidos como naquelas canções numa língua que não entendemos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O interesse nacional

por josé simões, em 10.07.13

 

 

 

Os portugueses e os partidos políticos são uns inconscientes e uns irresponsáveis porque entendem que deve haver eleições e se houver eleições os sacrifícios dos portugueses terão sido em vão porque os sacrifícios dos portugueses têm sido coroados de glória com este Governo glorioso e os sucessivos e gloriosos desvios e metas falhadas e só se pode dissolver o Parlamento quando houver dinheiro para eleições e como já sei o resultado das eleições não as vou convocar porque daí não virá estabilidade antes pelo contrário e como tal suspendo temporariamente a democracia porque eu é que sou o presidente da junta e os portugueses deviam votar no PSD no PS e no CDS e o PCP e o Bloco de Esquerda que passem à clandestinidade até Junho de 2014 porque não estão aqui a fazer nada e só estorvam e se os partidos sérios não se entenderem e não formarem uma União Nacional e uma Câmara Corporativa até lá problema deles e da sua irresponsabilidade e da sua falta de sentido de Estado que eu encontro uma personalidade de prestígio pena o Dias Loureiro para tratar das avaliações da troika e dos compromissos internacionais e da imagem externa de Portugal.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

A União Nacional

por josé simões, em 27.11.08

 

 

Pelas origens, pela constituição do(s) conselhos(s) de administração e até pelas figuras directa ou indirectamente ligadas ao banco, já se sabia que o BPN era o Bando Pêpêdê de Negociatas. Hoje ficamos todos a saber que é em pleno coração do ex-Cavaquistão que se situa «a maior praça do BPN». Ilucidativo.