Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Se o Estado dá o exemplo

por josé simões, em 17.06.16

 

 

 

Se o Estado dá o Bom / Mau exemplo [riscar o que não interessar] com a circulação entre o privado e o Estado de quem negociou as PPP com o Estado na qualidade de administrador de consórcios privados e depois renegoceia as mesmas PPP com os consórcios privados na "defesa" do interesse do Estado...


Estado exige destituição de árbitro que está a julgar fim do TGV


Ligações de Carneiro da Frada ao BCP, accionista e financiador do consórcio privado que moveu o processo, levam Governo a pedir o seu afastamento.

 

 

 

 

Guardar

||| Da iniciativa privada

por josé simões, em 12.01.15

 

The-Great-Train-Robbery.jpg

 

 

Secretário de Estado Sérgio Monteiro é nome de empresa de transporte de valores.


[Imagem]

 

 

 

 

||| O bolso do contribuinte é um poço sem fundo

por josé simões, em 30.08.14

 

 

 

O antes - "consórcio privado", e o depois - o bolso do contribuinte.

 

«De acordo com o relatório divulgado na sexta-feira pela Parpública, os derivados de cobertura de risco que recebeu associados a um pacote de financiamento que antes pertencia ao consórcio privado Elos tinham, a 30 de Junho, um valor negativo de 152,9 milhões de euros.»

 

Diz que andámos muitos anos a viver acima das nossas possibilidades.

 

[Na imagem Corporate Head by Terry Allen]

 

 

 

 

 

 

|| A "reforma do Estado"

por josé simões, em 03.09.13

 

 

 

E os cortes de muitos mil vírgula não sei quantos milhões de euros, com um desenho a ilustrar.

 

[Imagem daqui]

 

 

 

 

 

 

|| O bolso do contribuinte é um poço sem fundo

por josé simões, em 30.05.13

 

 

 

Tão fundo quanto mais fundo for o do donos do investimento na hora anunciada para investir.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

|| Do desespero e do desnorte

por josé simões, em 06.11.12

 

 

 

Juro que ouvi ontem o ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco, no Prós e Contras no canal 1 da RTP, com a mesma convicção com que defendia as 5 – cinco – 5 linhas de TGV de Manuela Ferreira Leite, acusar Luís Fazenda do Bloco de Esquerda de ser co-responsável pela construção de uma linha de TGV que levou o país à ruína. Isto depois de, no mesmo dia e no Parlamento, as Parcerias Público Privadas terem passado, num click e por artes mágicas, a ser boas para os cofres do Estado e negativas para os privados. É obra.

 

Como grita a palavra de ordem nas manifs, "está na hora, está na hora do Governo ir embora".

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| O Posto de Comando da Cova da Moura [Cap. II]

por josé simões, em 21.04.12

 

 

 

Adivinha-se nova série de entrevistas por Judite de Sousa.

 

[O Posto de Comando da Cova da Moura, cap. I]

 

 

 

 

 

 

 

|| Mas isso agora também não interessa nada

por josé simões, em 19.09.11

 

 

 

E depois, quando o TGV que vai, chocar de frente a 200 e tal à hora com o TGV que vem e morrer uma quantidade de gente, os relatórios da peritagem vão concluir que houve falha humana, e lá está o desgraçado do controlador lixado com efe grande, enquanto a tutela que decidiu a linha única passa pelos intervalos da chuva.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| Isto está tudo ligado

por josé simões, em 13.06.11

 

 

 

Em Agosto de 2007 «comercializar as amêijoas e as corvinas que se pescam no Tejo», em Janeiro de 2010 «TGV pode transformar Lisboa na "praia de Madrid"» em Junho de 2011 «Quer fazer praia na Baixa de Lisboa? Vai ter de esperar só mais um ano»

 

Estamos condenados a aturar estes desvarios ad eternum ou, dito de outra maneira, o dinheiro do contribuinte é um poço sem fundo?

 

(Imagem “Beach1954”, 'Los Angeles, portrait of a city', Taschen)

 

 

 

 

 

|| Os amigos são para as ocasiões, ou dançar o tango versão Ibérica

por josé simões, em 20.05.10

 

 

 

 

De mão beijada, uma excelente oportunidade para voltar atrás com a palavra dada, sem perder a face e sem transmitir a ideia de cedência aos argumentos do PSD.

 

José Sócrates que não se cansa de afirmar ser Zapatero o seu maior amigo na Europa.

 

(Imagem de E Tudo O Vento Levou (Gone With The Wind), starring Clark Gable as Rhett Butler and Vivien Leigh as Scarlett O'Hara)

 

 

 

 

 

|| Regionalite-futeboleira

por josé simões, em 09.03.10

 

 

 

Curioso, ou nem por isso, é observar aqueles que clamavam contra o despesismo e o endividamento das gerações futuras, pela aposta do Governo no transporte ferroviário de alta velocidade, vulgo TGV, virem agora protestar contra a decisão «de "adiar", por dois anos, a execução das linhas de alta velocidade que iriam ligar a cidade do Porto às cidades de Lisboa e Vigo» argumentando que vai contribuir para o empobrecimento e ainda maior declínio do Porto e da região Norte do país.

 

Enquanto não se resolvem se querem ou não querem o TGV, faço votos para que o adiamento das linhas Lisboa-Porto e Porto-Vigo seja  ad eternum. Que se construa a ligação à Europa (Lisboa-Madrid) e se façam os devidos melhoramentos na já existente Lisboa-Porto, de forma a encurtar o percurso, via pendular, em meia hora.

 

(Na imagem A lineup of quot; iron horses & quot; were on display at the 14th Street yards, between Ashland and Western avenues, for Railroad Week 1935.  Chicago Tribune Archive photo)

 

 

 

|| Eu vou ali e já venho…

por josé simões, em 14.01.10

 

 

 

Procurar um sítio onde Portugal seja mesmo Portugal:

 

Depois de Gaia transformada na «pequena Londres do Mediterrâneo», Lisboa transformada na «praia de Madrid»

 

Banda sonora do dia: Vamos a la playa oh oh oh

 

(Na imagem os Beatles na piscina (em Portugal?))

 

 

 

|| Da Megalomania

por josé simões, em 16.09.09

 

 

 

Também o Marquês de Pombal foi apodado de megalómano após o Terramoto de 1755:

 

«Na época alguém perguntou ao Marquês de Pombal para que serviam ruas tão largas, ao que este respondeu que um dia hão-de achá-las estreitas....»

 

(Na imagem a Rua dos Correiros, daqui)

 

 

 

|| A fuga para a frente

por josé simões, em 15.09.09

 

 

 

O problema da senhora não é o meter os pés pelas mãos, versão Pachequiana «enreda-se… tropeça… Manuela Ferreira Leite tem direito a uma interpretação especial», não é o cometer os erros –  toda a gente comete –, não é o dizer umas gafes –  toda a gente diz –, não. O problema é depois ensaiar fugas para a frente por falta de humildade política em reconhecer os erros e por ter dito aquilo que não devia, como no caso do TGV.

 

E o problema deste PSD são as pessoas – cultas e com um nível intelectual elevado – do círculo próximo à líder, arranjarem as desculpas, as explicações e os argumentos mais mirabolantes que se possam imaginar, para justificar a fuga.

 

A explicação no entanto é simples: a possibilidade, ainda que remota, da conquista do Poder e a consequente distribuição de benesses.

 

“Estado a mais”, o quê?!

 

(Imagem El corredor Manuel Pólo, La Cruz de Ceares, Gijon, España)

 

 

 

|| Brites de Almeida (*) e os 40 Conjurados (**)

por josé simões, em 14.09.09

 

 

 

O que há de comum entre o líder do PNR destacar a «"coincidência" de opiniões com Ferreira Leite sobre Espanha e TGV» e o facto de Portugal e Espanha virem a «receber verbas semelhantes da UE se TGV avançar»? Aparentemente nada.

 

(*) (**)

 

(Imagem de autor desconhecido)