Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 25.06.18

 

m-l.jpg

 

 

Todos os órgãos portugueses de comunicação social (Rádio, Televisão e Jornais) estiveram, para cima de dois meses, durante todos os dias e por mais de 5.000 horas de emissão a insultar um cidadão português, Bruno de Carvalho, casado, pai de filhos e presidente do Sporting.

 

Arnaldo Matos no Twitter

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

O lado positivo

por josé simões, em 14.06.18

 

 

 

O lado positivo desta coisa é que sirva de lição para quando, no futuro, as pessoas sejam chamadas a decidir pelo voto, seja para um clube desportivo seja para o Parlamento.

 

 

 

 

O Sporting em 1926

por josé simões, em 21.05.18

 

vitória 1926 (1).jpg

 

 

"O amor à camisola" e "jogar com amor à camisola" é o mais ouvido nos dias que correm da boca de adeptos e sócios do Sporting, em telefonemas para fóruns e programas de opinião pública nas rádios e televisões, e em entrevistas de rua, ao acaso, a anónimos sportinguistas. É este precisamente o drama do Sporting. No séc. XXI da futebol indústria, dos clubes empresa, dos milhões em receitas televisivas, publicitárias, direitos de imagem, merchandising, dos CEO's especializados em futebol a transitarem entre clubes, as vezes com rivalidades de morte entre si, para exercerem a profissão para a qual são pagos, do jogador super star global, profissionais irracionalmente pagos, cobiçados por outros emblemas e que geram recita e mais-valia com as transferências. "O amor à camisola". Amor à camisola era em 1926, na equipa do Vitória Futebol Clube de Setúbal onde jogou o meu avô [terceiro em pé a contar da esquerda]. Estamos em 2018.

 

 

 

 

O Monólogo do Inimputável

por josé simões, em 19.05.18

 

trinca bolotas.jpg

 

 

"Sentido de responsabilidade". A culpa da comunicação social. Eu. A culpa do sobrinho do BESA, do BES, de Angola, do dinheiro do contribuinte ali empatado, não é a marca ideal para prestigiar o Sporting. O Sporting antes de mim. A culpa do Ricciardi, primo do outro, do Ricardo Salgado, não sei se estão a ver, consegue andar aí pelos ontervalos da chuva. A minha família. Os cartilheiros do Benfica. A corrupção no Benfica. A comunicação social ao serviço do Benfica. Eu. A comunicação social, compreendo, atacada na assembleia em Alvalade, querem vingança, mas se puserem a mão na consciência percebem porque é que foram atacados. Não nos deixam trabalhar em prol do Sporting. A minha vida privada e o Sporting e a minha família e eu. Chamei a atenção do Patrício, que até tem uma camisola no museu do clube, e dos outros atletas, que não se insulta nem responde torto a um  membro da claque. A minha ex-mulher fugiu com a minha filha mais nova por culpa da comunicação social. O Rogério Alves e o Renato Sampaio. O Presidente da República que andou comigo ao colo e o presidente da Assembleia da República. Eu. O Sporting. O Sporting antes de mim e o Sporting depois de mim. Nunca disse aos membros da claque para não insultarem a atacarem jogadores, pelo menos do próprio clube. Os actos indiundos [sic]. Eu. O Sporting e a minha família e eu e o Sporting e a minha família. O Miguel Sousa Tavares que me quer ver morto á nascença na primeira página do Expresso e o Sol que me põe a dar ordens para o ataque a Alcochete quando estava com a minha mulher a lutar pelo nascimento da minha filha, aquela que mandei anunciar nos ecrãs de Alvalade antes de um jogo de futebol. O Jaime Marta Soares, dinossauro autarca, diz-me uma coisa e faz outra, coitado nem desliga o telemóvel para dormir. Eu e a minha família e eu e a minha família. Bardamerda para quem não é do Sporting! "Sentido de responsabilidade".

 

Nunca, mas nunca  diz, ou sequer levemente admite, que as coisas são merecedoras dos actos praticados, só justifica, subtilmente, os acontecimentos com as coisas que levaram aos actos, sempre alheias à sua pessoa, sem qualquer causa-efeito.

O curioso, ou sinónimo de patologia grave, é a constante mistura dos planos familiar, profissional e clubístico para justificar cada acção ou como vitimização.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O maneta de ferro

por josé simões, em 17.05.18

 

master_of_the_flying_guillotine.jpg

 

 

Luís Filpe Vieira estava a par de tudo, desde Setembro de 2017, data do início das suspeições dos e-mails, dos vouchers, das toupeiras, do caralho, e data em que o campeonato nacional de futebol 2017/ 2018 nunca devia ter iniciado até ficar tudo em pratos limpos. Bruno de Carvalho não sabia de nada, o braço direito do presidente do Sporting era maneta.

 

[Imagem em português]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 17.05.18

 

clown (4).jpg

 

 

Ministério da Administração Interna...

Secretaria de Estado do Desporto...

Instituto Português do Desporto...

Federação Portuguesa de Futebol...

 

 

António Costa admite criar autoridade nacional contra a violência

 

[Imagem]

 

 

 

 

O estado da nação

por josé simões, em 16.05.18

 

nope.jpg

 

 

E não só assistem todas as noites aos programas de insulto futeboleiro nas televisões como ainda ligam para chamadas de valor acrescentado a responder a merdas tipo "Rui Santos Pergunta" que só existem na cabeça do imbecil que as coloca à votação.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Destruição do valor acrescentado

por josé simões, em 14.05.18

 

Graça Quitério.jpg

 

 

Para mim, para quem "pimenta no cu dos outros é refresco", como dizem os camaradas brasileiros:

 

- Jorge Jesus merece isto e muito mais, foi esta a sua escolha ainda era funcionário do Benfica.

 

- Os sportinguistas merecem isto e muito mais, não só elegeram Bruno de Carvalho, em eleições livres e democráticas, como lhe reforçaram os poderes num plebiscito à autoridade do presidente.

 

- Os sportinguistas merecem isto e muito mais porque a sua equipa ganha todos os jogos, à rasquinha mas ganha, porque Bruno de Carvalho agiu como agiu a seguir à derrota com o Atlético de Madrid para a Liga Europa e porque o Bruno de Carvalho tem razão e ainda foi brando com os jogadores e equipa técnica como ficou provado com o empate caseiro na recepção ao Benfica e na derrota em casa do Marítimo.

 

- Como não amar um presidente de um clube que não perde oportunidade para invocar a sua condição de sobrinho-neto de Pinheiro de Azevedo, uma irrelevância da revolução de Abril, que fica para a história na alínea "Anedotário Nacional, Capíttulo PREC", tal e qual o sobrinho-neto para o pontapé-na-bola lusitano.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Av. do Brasil, 53, 1749-002 Lisboa

por josé simões, em 09.04.18

 

camisa forças.jpg

 

 

Bruno de Carvalho chama sonso e idiota a Madeira Rodrigues, Bruno de Carvalho chama labrego, trolha e aldrabão ao presidente do Braga, Bruno de Carvalho chama labrego a Rudolfo Reis, Bruno de Carvalho chama bêbado a Miguel Sousa Tavares, Bruno de Carvalho insulta Renato Sanches, Bruno de Carvalho insulta Rui Santos, Bruno de Carvalho insulta Luís Filipe Vieira, Bruno de Carvalho insulta Octávio Ribeiro, Bruno de Carvalho "bardamerda para quem não é do Sporting".

 

Bruno de Carvalho "assobiar sim. chamar nomes não, vão chamar nomes às famílias deles."

 

Bruno de Carvalho utiliza os ecrãs do estádio de Alvalade para anunciar que vai ser pai.

 

Bruno de Carvalho sai do Facebook, Bruno de Carvalho reactiva a sua conta no Facebook.

 

Bruno de Carvalho vai ao balneário em Chaves pedir satisfações aos jogadores, Bruno de Carvalho acusa jogadores após derrota em Guimarães, Bruno de Carvalho treina Gelson da bancada sobre fuzilamentos para a esquerda e toques em jeito para o lado direito.

 

Bruno de Carvalho apela aos sócios para não verem televisão nem lerem jornais, Bruno de Carvalho entra em directo num canal de televisão, Bruno de Carvalho fala de improviso aos jornalistas na sala de imprensa a seguir ao jogo com o Paços de Ferreira.

 

Bruno de Carvalho acusa ex-secretário de Estado da Cultura de não saber ler nem escrever.

 

Bruno de Carvalho admite sair se não for campeão.

 

Jaime Marta Soares pede demissão de Bruno de Carvalho, Bruno de Carvalho pede demissão de Jaime Marta Soares.

 

Av. do Brasil, n.º 53, 1749 - 002 Lisboa

 

 

 

 

O Goebbels dos viscondes, Capíttulo II

por josé simões, em 18.02.18

 

 

 

A haver coluna vertebral no jornalismo de dentro de portas estas coisas eram de resolução fácil: blackout noticioso total a toda e qualquer referência, por mais leve que fosse, à agremiação de Alvalade. Jornais, rádios, televisões, em todas as modalidades e, sobretudo no futebol, na chamada apresentação do jogo, nas flash interviews após o apito do árbitro e na análise ao jogo na sala de imprensa.

 

Estamos a falar de ver ou participar em programas de debate desportivo, ser convidados a falar de temas do Sporting CP, escrever artigos que não sejam para o Jornal Sporting, falar sobre o Sporting CP às rádios, passar links de OCS nas redes socias, comprar jornais desportivos e também o CM, ou ver canais portugueses sem ser por lazer ou a Sporting TV.

 

Adenda: Não deixa de ser curioso não se ter ouvido da parte do Sindicato dos Jornalistas uma referência, uma única referência ao facto de por detrás desta estratégia se encontrar um seu associado, noutros tempos um paladino da liberdade de expressão e da imprensa livre.

 

[Na imagem]

 

O Goebbels dos viscondes, Capítulo I

 

 

 

 

O Goebbels dos viscondes

por josé simões, em 17.02.18

 

 

 

Parabéns a Nuno Saraiva, o jornalista director de comunicação do Sporting, que conseguiu meter Bruno de Carvalho todos os dias a todas as horas em todos os jornais, rádios e televisões numa delineada estratégia de vitimação e pressão sobre os sócios desde o dia da abortada assembleia-geral até ao dia da assembleia-geral do triunfo e do apelo ao boicote à comunicação social.

 

Parabéns a Nuno Saraiva, o jornalista do Diário de Notícias, anos e anos de pena afiada em libelos pela liberdade de expressão, pela independência da imprensa e dos jornalistas, contra os ataques à liberdade de imprensa, contra os caudillos instalados e no alerta para os aprendizes de ditador à roda do globo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Monólogo do Inimputável

por josé simões, em 05.02.18

 

inside-a-psychiatric-hospital.jpg

 

 

"No princípio, Deus criou os Céus e a terra. A terra era informe e vazia, as trevas cobriam o abismo e o espírito de Deus movia-se sobre a superfície das águas. Deus disse: «Faça-se a luz.» E a luz foi feita. Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas". Génesis, 1.

 

O Monólogo do Inimputável

 

[Imagem]

 

 

 

 

New lyrics for old songs

por josé simões, em 26.01.18

 

42.JPG

 

 

Ben Chapman em 1947 também tirou uma foto ao lado de um "preto do caralho" porque o negócio assim o impunha.

 

Para nós, só existe uma cor: VERDE

 

[Imagem]

 

 

 

 

Alvalade by night

por josé simões, em 20.09.17

 

north korea.jpeg

 

 

Bruno de Carvalho usou ecrãs de Alvalade antes do jogo do Sporting com o Marítimo para a Taça da Liga para anunciar que vai ser pai.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Eles tal e qual eles são

por josé simões, em 23.06.17

 

naperon.jpg

 

 

O senhor do FC Porto que monitoriza as contas de e-mail dos directores do SL Benfica acusa o Benfica de monitorizar os sms do presidente da Federação nos idos em que era presidente da Liga. Coisa muito grave, avisa, coisa de amantes, amantes dos árbitros, sublinha, enquanto o pivot deixa cair um "fruta", já se deve ter arrependido mas é mais forte do que ele. Não vou revelar, não vai revelar, mas ficam desde já os árbitros a saber que ele sabe e ficam desde já os árbitros avisados para a chantagem que aí vem assim comece a época, é o modus operandi da Taberna do Infante. A dúvida é se o Benfica devia ser irradiado uma época, duas épocas ou três épocas, a meu ver. No ver dele o SL Benfica devia ser irradiado para sempre e o clube proibido, mas não quis passar por exagerado.

 

No outro lado da estrada um Saraiva, o responsável pelo departamento de açular as massas do Sporting Clube do Porto transpõe para terceiros aquilo que ele faria se soubesse o que os árbitros sabem, "não sei se o Benfica na posse desta informação não a usou". Na impossibilidade do presidente do Sporting Clube do Porto entrar de revólver em punho pelo balneário do árbitro adentro era isso que faria, que faz, que fez, chantagear o árbitro, com a informação que também já tem em seu poder.

 

Eles tal e qual eles são e ainda nem sequer começou a época.

 

[Imagem de autor desconhecido]