Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Imprensa falsa

por josé simões, em 03.02.14

 

 

 

«Ninguém no PS está assustado com nada...». «...muito menos o nosso Secretário-geral»

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Jornalismo rasca, com os corninhos ao Sol. Descubra as diferenças

por josé simões, em 12.10.12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

|| Como diria Manuel Machado "Um vintém é um vintém... e um cretino é um cretino"

por josé simões, em 23.04.12

 

 

 

"uma trama policial, que começa com a descoberta de um cadáver na piscina de um condomínio de um bairro de Lisboa", e o culpado é o mordomo, que é gay não assumido e tem um poster do James Dean na parede do quarto? Só pode ser, compra livros na FNAC ao Chiado, e pelo modo como coloca os pés no chão, cruza as mãos uma sobre a outra e inclina ligeiramente a cabeça…

 

 

 

 

 

 

|| Credibilidade

por josé simões, em 09.07.10

 

 

 

 

Em como ficamos todos a saber que o semanário dirigido pelo ilustríssimo José António Saraiva, de cognome “Política A Sério”, só divulga gravações em segredo de justiça e fanadas n(d)os tribunais.

 

(Imagem “Bozo's original cast, 1961” via Chicago Tribune) 

 

 

 

 

 

 

Verdade seja dita

por josé simões, em 13.09.08

 

 

 

Isto é um grande salto qualitativo. Muito bom! Agora continuam ficam a faltar os conteúdos…

 

 

 

Ainda a propósito: depois de ler isto e as respectivas linkagens, e depois de durante a semana que agora finda ter recebido várias visitas (anónimas, como convém) aqui no blogue atrás da QuerySemanário Sol primeiro aniversário”, lembrei-me duma coisa que escrevi vai fazer agora um ano. (Avante camarada!).

 

(Este ano não chegou o convite. Portei-me mal; fiquei de castigo.)

 

 

 

 

 

Ranking das leis mais absurdas

por josé simões, em 08.11.07
“É proibido ocupar um lugar no Parlamento vestindo uma armadura. Mas é ainda mais proibido morrer-se nesse lugar, sob pena de ser detido. Por outro lado, uma mulher grávida pode urinar no capacete de um polícia. A televisão UKTV Gold publicou ontem o ranking das leis britânicas mais absurdas” (Continuar a ler aqui)
 

A propósito do 1º de Maio (VI)

por josé simões, em 02.05.07

 

Arbeit Macht Frei

 

O presidente do CDS/PP afirmou que «o trabalho liberta», recorrendo a um dos lemas nazis mais utilizados nos campos de concentração durante a II Grande Guerra.

 

Falando sobre o Dia do Trabalhador, na Madeira, Portas declarou: «para nós CDS/PP trata-se de um festejo que acarinhamos. Nós acreditamos no valor do trabalho. Nós acreditamos que o trabalho liberta».

«Nós acreditamos que o trabalho melhora a condição de vida das pessoas. Nós acreditamos que o trabalho é a forma das pessoas legitimamente subirem na vida», acrescentou.

 

Sol, edição on-line.