Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Conversa de populista

por josé simões, em 27.03.18

 

The Drolatic Dreams of Pantagruel (1565).jpg

 

 

Pelo jornal e pelo telejornal ficámos todos a saber que o dinheiro que não há para os guardas prisionais [não há meio de passarem a cargo de nomeação política] e para o hospital de Gaia, é o dinheiro que sobra para uma directora-adjunta do SEF andar de Mercedes, vaivém diário Oeiras-Coimbra, mais hotel, ajudas de custo e horas extra, para motorista. Uma transferência do caraças, é o que é, o Ronaldo do SEF, de Coimbra para Oeiras. Não havia ninguém tão bom táctica e tecnicamente na capital. Ou vá lá, em Almada, ou Cascais, ou Setúbal. Mas isto, para todos os efeitos, é conversa de populista.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Vale tudo para o espectáculo

por josé simões, em 10.05.17

 

pastorinhos.jpg

 

 

Ontem, a propósito da visita de Jorge Mario Bergoglio a Fátima, foram repostas as fronteiras terrestres. À parte a piada feita que é repor as fronteiras terrestres a pretexto da segurança de alguém que reclama o estatuto de secretário de Deus no planeta Terra, as televisões estavam lá todas, desde Quintanilha a Vila Verde de Ficalho, passando por Vilar Formoso e Caia, para mostrar que os possíveis eventuais malfeitores terroristas atentadores da vida e da segurança do Papa Francisco têm todas as portas barradas pelos guardas fronteiriços de ocasião. Não podem entrar. Aliás, só entravam a partir de ontem e exactamente a contar da hora do fecho das ditas.

 

[Imagem]