Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Como desmontar um pantomineiro, noções elementares

por josé simões, em 11.02.19

 

 

 

Miguel Sousa Tavares não só desmonta um pantomineiro em directo com uma só pergunta como obriga o pantomineiro a fazer jus ao epíteto de pantomimeiro quando, ao ver-se encurralado, apanhado com as calças nas mãos, como soi dizer-se, e sabendo do gosto do entrevistador pela caça, tenta introduzir o tema na conversa, como elemento de distracção que lhe dê tempo para respirar, recuperar o controlo e direccionar a entrevista para onde mais lhe convém. E este Circo Santana, com televisões em prime time, já dura pelo menos desde 1976.

 

[Vídeo]

 

 

 

 

Tem a palavra Michael Moore

por josé simões, em 11.02.19

 

sicko.jpg

 

 

"Seguros de saúde para todos. Esta é uma das ideias e medidas concretas defendidas pelo Aliança que, pela voz do líder Pedro Santana Lopes, fechou este domingo o congresso fundador do partido, em Évora."

 

"Santana Lopes sublinha que "todos devem ter o seu seguro de saúde" porque "é insustentável que só os ricos possam escolher entre o serviço público e o serviço privado"."

 

Santana Lopes defende que "todos devem ter o seu seguro de saúde"

 

[Imagem]

 

 

 

 

"Expresso, liberdade para pensar"

por josé simões, em 18.09.18

 

The Divine intonations and SECRET ALPHABETS.jpg

 

 

Já que as pessoas não compram o jornal em papel, vá-se lá saber porquê, e até já fizemos [fizeram] bué artigos a explicar porquê e convidámos [convidaram] outros bué especialistas para dissecar o assunto e explicar outra vez porquê, e mesmo que ao sábado lhes ofereçamos na edição impressa um código de acesso gratuito à edição online, de segunda a domingo, e mesmo assim as pessoas não queiram saber dos fazedores de opinião na era da democratização da opinião nas "redes",  vamos fazer um jornal direccionado às pessoas que usam "pulseiras de equilíbrio", como o doutor Santana Lopes, e que quando entram no café vão logo directas à página do horóscopo do Correio da Manha [sem til] em cima do balcão, e que não o dizem mas até têm consultas semanais com o astrólogo como os amaricanos nos filmes no divã do psiquiatra.

 

A Aliança nasce oficialmente às 16h00 do dia 19 de setembro de 2018, sob o signo Virgem e tendo Peixes como ascendente.

 

A Aliança propõe-se ser um símbolo de agregação e capacidade de fazer pontes entre projetos diferentes (a "geringonça" das esquerdas fez escola) e surge sob Virgem, "um signo dedicado aos outros e ao serviço em prol do bem comum, tendo Peixes como ascendente, um signo caraterizado pela empatia e pela sensibilidade".

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Isto é, no mínimo, estranho

por josé simões, em 23.04.18

 

Sammy Slabbinck.png

 

 

E, pelas televisões todas, ficamos todos a saber que agora, depois do "carimbo" do ministro, o Tribunal de Contas tem luz verde para agir. Foram 20 meses, podia ter sido uma legislatura quando a "coisa" devia ter durado 20 dias. E isto é, no mínimo, estranho, já que devia ser o Tribunal de Contas a carimbar a decisão do ministro, à semelhança do que acontece com os veredictos do Tribunal Constitucional. E aqui é que mora o verdadeiro "bloco central de interesses", a reforma do sistema que nem o PS nem o PSD estão interessados em fazer, tirar o Tribunal de Contas do papel de figura de estilo, um grilo-falante do sistema.

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| Natal é quando um homem quiser

por josé simões, em 04.04.15

 

santachocolate.jpg

 

 

Santana Lopes: «Penso que Paulo Portas pode ser candidato a Belém»

 

 

 

 

||| A sabedoria popular nas expressões populares

por josé simões, em 06.08.14

 

 

 

Quando voltarem a ouvir a expressão "pensas que isto é a Santa Casa, ou o quê?!" como resposta a alguém que está a pedir mais do que lhe é devido, alguém que se está a esticar ou, como diria um personagem de má memória, alguém que quer viver acima das nossas possibilidades, lembrem-se disto:

 

«Lugares-chave da Misericórdia de Lisboa são ocupados por militantes do PSD e do CDS»

 

 

 

 

 

 

|| “A Santa Casa de Misericórdia é uma irmandade” (*)

por josé simões, em 10.08.11

 

 

 

«Lotaria Clássica, Lotaria Popular, Euromilhões, Totoloto, Loto 2, Joker, Totobola e a Lotaria Instantânea»

 

(*)

 

 

 

 

 

 

 

|| Um argumento “genial”

por josé simões, em 17.03.10

 

 

 

Nós temos uma “Lei da Rolha” porque os outros também a têm.

 

Podem começar a copiar os estatutos do PCCh e a implementar o centralismo democrático.

 

 

 

|| Conversa “de ir ao cu”

por josé simões, em 20.01.10

 

 

 

Para ser sincero estou-me bem borrifando para que o Presidente tenha condecorado Santana Lopes com a Grã-Cruz das não sei quantas. Olhando para os nomes de todos os medalhados e comendados e colarizados da história da democracia portuguesa talvez até que Santana Lopes destoe na floresta cerrada por excesso de… qualidade.

 

Para ser sincero estou-me bem borrifando para que o Presidente tenha decidido condecorar a “má-moeda” ao quarto ano de mandato e precisamente numa altura em que Santana Lopes adquire novamente protagonismo com a recolha de assinaturas a pedir um congresso no PSD.

 

Para ser sincero estou-me bem borrifando que Cavaco Silva ainda seja dono do PSD e esteja sempre com um olho no burro e outro no cigano, que é como quem diz, com um olho no Governo e outro no seu partido.

 

Estou-me borrifando para isso tudo. Agora o Presidente não venha é com conversa - vox populi “de ir ao cu”- a apelar ao mérito, empenho de todos e ainda em premiar o esforço, e que não nos podemos dispersar com coisas “menores” porque urge concentrarmo-nos na economia, economia e economia, e resolver os reais problemas do país. Ainda que isso seja da competência do Parlamento e do Governo.

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 15.01.10

 

 

 

destacados serviços prestados ao País no exercício das funções dos cargos que exprimam a actividade dos órgãos de soberania ou na Administração Pública, em geral, e na magistratura e diplomacia, em particular

 

Adenda: Santana Lopes esperou 2 – dois – 2 meses pela resposta.

 

 

 

|| Andar por aí

por josé simões, em 18.12.09

 

 

 

Dos filmes para ressacar, prefiro os do Manoel de Oliveira, mesmo daqueles a preto-e-branco,  à Branca de Neve do João César das Neves.

 

(Na imagem Snow White and the Seven Dwarfs, RKO, 1937)

 

 

 

 

|| Underground

por josé simões, em 02.07.09

 

 

 

Eu que até me pelo todo para “andar de túnel” e já por varias vezes passei o Túnel da Mancha a caminho de terras de Sua Majestade e mais não sei quantas o Túnel do Monte Branco na demanda de Milão, juro aqui solenemente que, se Santana Lopes prometer , com a ajuda de Deus, construir um túnel por debaixo da Ajuda para escoar o trânsito proveniente da auto-estrada de Cascais, mudo a residência para Lisboa e voto no homem. Juro!

 

Isto se construir um túnel não for considerado uma Grande Obra Pública, senão nada feito.

 

(Imagem de Roger Hiorns série Vauxhall-2003)

 

 

|| Qual foi a parte que eu não percebi?!

por josé simões, em 28.06.09

 

 

 

(O negrito é meu)

 

«António Costa saneou-a financeiramente, qualquer presidente de câmara tem a obrigação de o fazer, tal como eu procurei fazer, só que as contas estão desequilibradas à partida porque tem uma estrutura de despesa muito rígida e as receitas baixaram muito. Até por força de algumas medidas de Manuela Ferreira Leite naquele período de crise, com o endividamento zero, que durante mais de um ano baixaram a receita.»

(Link)

 

Mas então a consolidação orçamental não se faz pelo lado da despesa?

 

 

 

Para o peditório da Caritas já dei

por josé simões, em 16.03.09

 

Qual a justificação para a presença de Santana Lopes entre os convidados pela Presidência da República no jantar em honra do rei e da rainha da Jordânia?

 

Francisco Pinto Balsemão e respectiva esposa; aceita-se, o homem é dono de um “império” da comunicação social. Faria de Oliveira; aceita-se, o homem é presidente do banco do Estado e maior banco português. Etcaetera; contactos e oportunidades de negócio.

 

Santana Lopes a que propósito? Por ser ex-primeiro-ministro? Por ser ex-presidente do Sporting Club de Portugal? Por ser ex-presidente da Câmara da Figueira da Foz? Por ser ex-tudo em que se meteu; ou por ser candidato autárquico a Lisboa pelo PSD?

 

Era de bom-tom que o economista rigoroso e exigente que é Presidente da República deixasse bem claro as razões dos convites. Não é por nada, nem sequer embirranço com Santana, é só porque o jantarinho foi pago por todos nós e para o peditório da Caritas já dei.

 

(Imagem “All About Eve” - Allstar Cinetext/ 20 Century Fox)

 

 

Subtileza

por josé simões, em 10.10.08

 

O negrito é meu:

 

“os resultados do seu governo nas condições excepcionais que teve, maioria absoluta, presidente cooperante, que se arriscam a ser inferiores ao governo de Santana Lopes, com excepção do controlo do défice

 

Não pode ser muito brusco. Porque o povo, que não é parvo, apercebe-se.

 

Quando a Sacerdotisa se deslocar novamente ao Templo com outro pretexto que não o Kosovo, irá o oráculo recuperar o Sermão da Boa e da Má Moeda? Nunca saberemos.