Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 18.05.19

 

meia-hora (1).jpg

 

 

"É preciso ser herói pra viver no Rio". A primeira página do Meia Hora.

 

 

 

 

Um dia negro para a História do Brasil e de Portugal

por josé simões, em 03.09.18

 

atarde.jpg

 

 

correio_braziliense.jpg

 

 

estado_minas.jpg

 

 

estado_spaulo.jpg

 

 

extra.jpg

 

 

folha_spaulo.jpg

 

 

o_liberal.jpg

 

 

zero_hora.jpg

 

 

Incêndio destruiu Museu Nacional do Rio de Janeiro

 

 

 

 

||| É isto, não é?

por josé simões, em 16.03.16

 

Redenção de Cam.jpg

 

 

Lula da Silva não é corrupto. Não há corruptos no Partido dos Trabalhadores. Dilma Rousseff não pactua com a corrupção. É tudo uma conspiração de brancos, habituados a pretos como serviçais, ricos e ressabiados com a diminuição das desigualdades e do fosso entre ricos e pobres no Brasil da era PT, ansiosos pelo regresso da miséria e do chicote, o dia da desforra. A luta de classes a sul do equador. É isto que querem que se veja nesta fotografia, não é?


No país da miscigenação. Por amor da Santa...


[Na imagem A Redenção de Cam]

 

 

 

 

||| Cracolandia

por josé simões, em 13.06.14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Juro que ouvi a Presidenta Dilma na televisão dizer que os estádios e os aeroportos e as estradas e o caminho-de-ferro e os metro e não sei mais o quê não saem para o estrangeiro no bolso dos turistas depois de acabada Copa do Mundo. Pois não. Nem isso nem a miséria e o no future de Cracolandia. A FIFA e as marcas e sponsors associados não se queixam, foi um bom investimento, dormem em Copacabana Palace e, ao contrário dos turistas, no regresso a casa, acabado o pontapé na bola, levam muita coisa no bolso. O Rio de Janeiro continua lindo, lá-lá-lá…

 

[Cracolandia por Mário Tama]

 

 

 

 

 

 

 

|| Do machismo disfarçado de “paridade” ao racismo camuflado de “igualdade”

por josé simões, em 07.07.11

 

 

 

Começou com as mulheres, já vai nos negros e nos índios. Independentemente da sua aptidão e competência para desempenhar os cargos. Os cidadãos deixaram de valer como indivíduos com intelecto e carácter específicos. Há que preencher as quotas. É imperativo preencher quotas. Limpamos a consiência e dormimos noites descansadas com as quotas preenchidas. E com a paz nas reservas.

 

Dos judeus ou muçulmanos, dos budistas ou animistas, dos comunistas, dos homossexuais, e outros mais terminados em “istas” ou “ais” ainda não há notícias.

 

(Imagem “July 1939, at a water cooler in an Oklahoma City street car terminal”, Russell Lee)

 

(Notícia via)

 

 

 

 

 

|| Brazil

por josé simões, em 16.10.09

 

Em 1985 Terry Gilliam dos Monty Python realiza um filme cuja acção decorre numa suposta sociedade futura regida pelos valores da modernidade, e onde as auto-estradas têm as bermas pejadas de outdoors em formação cerrada como forma dos viajantes não tomarem contacto com a miséria real do país. Uma redoma em movimento.

 

Curiosamente o filme chama-se Brazil e qualquer semelhança com a realidade...

 

 

|| O Rio de Janeiro continua lindo

por josé simões, em 02.10.09

 

 

 

Pela primeira vez na história uns Jogos Olímpicos falados em português. Mais um passo na afirmação do Brasil como grande potência política e económica para o século XXI.

 

Alô, alô Alfredo, aquele abraço!