Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Uma boa noite também para vocês

por josé simões, em 31.12.19

 

 

 

               [Daqui]

 

 

 

 

Uma boa noite também para vocês

por josé simões, em 31.12.18

 

 

 

[Daqui]

 

 

 

 

Uma boa noite também para vocês

por josé simões, em 31.12.17

 

 

 

[Daqui]

 

 

 

 

Bom Ano de 2017

por josé simões, em 01.01.17

 

New Year's Eve at Sammy's-on -the-Bowery, 1943. -

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Uma boa noite também para vocês

por josé simões, em 31.12.16

 

 

 

[Daqui]

 

 

 

 

||| Vou ali e já venho

por josé simões, em 31.12.15

 

 

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| 2014

por josé simões, em 01.01.14

 

 

 

[Imagem de Brad Holland]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

||| Vou ali

por josé simões, em 30.12.13

 

 

 

 

 

E volto em 2014. Um bom ano novo para vocês também. ¡No Pasarán!

 

 

 

 

 

 

|| Ano de 2013

por josé simões, em 01.01.13

 

 

 

Só de pensar a quantidade de vezes que vamos ouvir dizer treUze...

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Última passagem de ano em liberdade

por josé simões, em 31.12.12

 

 

 

Bom ano de 2013, e assim.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Que tenham umas boas entradas em 2012. Eu vou ali e já venho

por josé simões, em 31.12.11

 

 

 

 

 

 

 

|| Volksgemeinschaft por medida

por josé simões, em 05.12.11

 

 

 

Faz tanto sentido falar em "povo madeirense" como em "povo alentejano" ou "povo minhoto" ou "povo algarvio".

 

Esta gente é perigosa [e nem me estou sequer a referir ao dinheiro dos contribuintes]:

 

«Um povo, uma cultura, uma região»

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Sobrevivi!

por josé simões, em 01.01.11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um stress do caralho

por josé simões, em 31.12.08

É sair de carro para ir comprar um bolo-rei a uma pastelaria situada a 2 quilómetros de casa, e, por causa do trânsito, levar meia hora para lá e 45 minutos para cá.

 

É bem feito que é para não seres parvo. Da próxima vez vais a pé.

 

 

Estilhaços

por josé simões, em 30.12.08

 

Nos meus tempos aqui, quando no dia seguinte se comiam os restos das refeições servidas na véspera dizia-se que o almoço era “estilhaços”.

 

Nos hotéis de 4 e 5 estrelas também servem estilhaços no dia 1 de Janeiro de cada ano, a(s) diferença(s) são, no preço a pagar - mais barato no hotel de 5 estrelas -, não ser necessário vestir a farda para entrar na messe, e a nuance no nome.