Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

UNPACKED: Refugee Baggage

por josé simões, em 26.09.18

 

1 (27).jpg

 

 

2 (26).jpg

 

 

3 (24).jpg

 

 

4 (21).jpg

 

 

5 (21).jpg

 

 

Syrian-born, New Haven, Connecticut-based artist and architect Mohamad Hafez compiles found objects and scrap metal to construct miniature recreations of homes, buildings, and landscapes left by refugees in the Middle East and around the world.

 

 

 

 

Os camaradas do Partido Popular Europeu

por josé simões, em 24.08.18

 

Ferenc_Szálasi.jpg

 

 

Semanas depois do cónego Melo de Nuno Melo do CDS ter reescrito no Jornal de Notícias a enésima crónica onde fala do comunismo e dos direitos humanos e da Venezuela e de Cuba e do Vietname e dos direitos humanos e da União Soviética e do estalinismo e do trotsquismo e dos direitos humanos e do PCP e do Bloco de Esquerda e da ala do Bloco de Esquerda no PS e dos direitos humanos, o partido comandado por Viktor Orbán, amigo de Duarte Marques do PSD, à frente dos destinos da Hungria e camaradas de bancada de Paulo Rangel do PSD e  do cónego Melo de Nuno Melo do CDS no Parlamentar Europeu, o Partido Popular Europeu:

 

Hungria nega comida a requerentes de asilo com pedidos rejeitado

 

[Imagem]

 

 

 

 

Um dia depois do "novo acordo europeu sobre a migração"

por josé simões, em 30.06.18

 

El Correo.jpg

 

 

El Mundo.jpg

 

 

La Voz de Galicia.jpg

 

 

Podemos ficar descansados que situações destas já não se voltam a repetir, agora passam a morrer lá na outra margem do Mediterrâneo, já não dão à costa, já não os vemos.

 

 

 

 

A next big thing, a salvação da Europa

por josé simões, em 11.06.18

 

migrants-refugees.jpg

 

 

De certeza há uma, ou duas, ou três, ou várias, boas explicações e/ ou justificações para que um barco com 600 migrantes a bordo venha de Itália para Espanha e faça toda a costa sul de França sem aportar e com a next big thing europeia, e da esquerda do "sentido de Estado", a salvação e o futuro da Europa, Emmanuel Macron, de boca caladinha e sem sequer respirar.

Da França e das merdas que andou a fazer do lado de lá do Mediterrâneo, de braço dado com os bifes e com os 'amaricanos', contra o fundamentalismo e o terrorismo e as armas de destruição massiva e pelo efeito dominó de espalhar a democracia ao redor e os milhares de refugiados na costa sul da Europa e os mortos no Mediterrâneo, de mar nosso a mar deles .

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

O resultado de andarmos a "espalhar a democracia" a toque de bomba pelo norte de África

por josé simões, em 15.11.17

 

 

 

"What am I bid?" Undercover footage of a slave auction in Libya, where smugglers sold migrants for as little as $400.

 

People for sale

Where lives are auctioned for $400

 

[Via]

 

 

 

 

Entretanto em Copenhaga...

por josé simões, em 28.06.17

 

1.jpg

 

2.jpg

 

3.jpg

 

 

[ai weiwei crams 6,000 refugee life jackets into kunsthal charlottenborg's windows]

 

 

 

 

 

Europa, século XXI

por josé simões, em 05.06.17

 

1.jpg

 

2.jpg

 

3.jpg

 

4.jpg

 

5.jpg

 

6.jpg

 

7.jpg

 

 

[Aqui]

 

 

 

 

Europa, século XXI

por josé simões, em 25.05.17

 

 

 

[Via]

 

 

 

 

 

Lavandaria

por josé simões, em 07.11.16

 

1.jpg

 

 

2.jpg

 

 

3.jpg

 

 

'once the refugees were forced to evacuate to different camps from idomeni, many of those possessions were left behind. trucks came in and loaded these items up to take towards the landfill. i decided to see if we could buy or collect them so they would not be destroyed.'


'with a truckload of those materials, including thousands of blankets, clothes and shoes, all impossibly dirty, we transported them to my studio in berlin. there, we carefully washed the clothes and shoes, piece by piece. each article of clothing was washed, dried, ironed, and then recorded. our work was the same as that of a laundromat.'

 

 

 

 

 

 

Da banalidade

por josé simões, em 07.10.16

 

Algemeen Dagblad.jpg

 

 

A imagem na primeira página do holandês Algemeen Dagblad.

 

 

 

 

Libero

por josé simões, em 15.09.16

 

ai-weiwei-palazzo-strozzi-florence-libero-reframe-

 

 

aiming to draw attention to the fate of refugees who risk their lives daily to reach europe by crossing the mediterranean

 

 

 

 

A Muralha de Adriano

por josé simões, em 07.09.16

 

daily_mail.jpg

 

 

Pobre almita tão meiguita; Deste corpo sociazita; Que para uns duros lugarzitos; Escuritos, desertitos; Sozinha ao presente vás; Ai nunca mais brincarás...


P. Élio Adriano, Imperador


In As Memórias de Adriano, Marguerite Yourcenar

 

 

 

 

Ainda alguém se lembra?

por josé simões, em 02.09.16

 

aylan kurdi.JPG

 

 

Foi no dia 2 de Setembro de 2015, faz hoje precisamente um ano e até tem página na Wikipidéia num porradão de línguas e tudo. Ainda alguém se lembra? Ainda alguém se lembra de Omran e ainda nem 15 dias são passados? E qual é a indignação do dia no intervalo do protesto contra as touradas, o mercado de transferências do pontapé-na-bola caseiro, e a salvação do pitbull que matou um desgraçado que teve o azar de passar ao portão, nessa súcia de acéfalos que dá pelo nome de “redes sociais” e que é o Facebook de todos amplificado pelo Facebook de alguns que andaram numa universidade para ter um canudo de jornalista? "Um dia todos terão direito a 15 minutos de fama" e a uma indignação por minuto.

 

 

 

 

Guardar

Tudo como dantes

por josé simões, em 30.08.16

 

the_independent.jpg

 

 

usa_today.jpg

 

 

newyork_times.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Guardar

Entretanto em Barcelona...

por josé simões, em 29.07.16

 

Barcelona.jpg

 

 

"Som i serem ciutat refugi. Somos y seremos ciudad refugio"


Contador de la vergüenza.

 

 

 

 

Guardar

Guardar