Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O último a sair que apague a luz

por josé simões, em 03.02.18

 

Marca.jpg

 

 

A primeira página do diário desportivo Marca.

 

 

 

 

One way ticket

por josé simões, em 25.01.17

 

FPF.jpg

 

 

Quanto mais t' abaixas mais o cu t' aparece, vox pop.


Emblema do Real Madrid perde cruz de Cristo nos países do golfo árabe para não ferir "sensibilidades culturais"

 

 

 

 

Guardar

||| ¡Madrid me mata!

por josé simões, em 24.05.14

 

 

 

Visto daqui, uma equipa com os nomes e os números dos jogadores impressos nas camisolas num sucedâneo de Comic Sans viu-se e desejou-se para levar de vencida uma equipa treinada por um Tom Waits look a like. Podia ser um poema de William Blake mas foi futebol.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| A jangada de pedra

por josé simões, em 24.05.14

 

 

 

Lisboa, capital da Ibéria. Desde os idos de 1580 que não se via nada assim.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

||| E, de repente, a união ibérica

por josé simões, em 29.04.14

 

 

 

Que os espanhóis eram todos uma cambada de racistas e xenófobos, desde que D. Afonso Henriques faltou ao respeito ao avô, e a batalha de Aljubarrota e 1640 e o diabo. Mourinho foi construir defesas costeiras à frente das balizas lá para a west side, Pepe continua um Torre de Hércules na defesa, Coentrão faz o corredor esquerdo a atacar e a defender e ainda centra para golo, depois de fumar um cigarro, Ronaldo continua a derrubar recordes atrás de recordes e é levado ao colo por 85 mil no Santiago Bernabéu. Jornalismo à séria era alguém pedir a opinião de Mourinho sobre o Real de Ancelotti ser sempre no mínimo chapa 3 em cada jogo, com Casillas na baliza e tudo, ganhar a Guardiola, que deixou de ser ajudado pelos homens de preto, e ir a Munique estragar o ditado de que o futebol é não sei o quê mas que no fim ganha a Alemanha. Podia ser mesmo o Nuno Luz, com ataques de asmas e tudo.

 

 

 

 

 

|| ¡Hala Madrid!

por josé simões, em 13.04.12

 

 

 

A seguir começam a vender só bocadillos halal e chá de menta nas roullotes nas imediações do estádio nos dias dos jogos, a parar o campeonato no Ramadão, e os homens separados das mulheres, cada qual na respectiva bancada, para não ferir susceptibilidades.

 

«Real Madrid, the Spanish soccer powerhouse, will be making changes to their logo to appease and hopefully gain Muslim soccer fans.»

 

[Imagem "Fervor" by Shirin Neshat]

 

 

 

 

 

 

 

|| Perder uma boa oportunidade de ficar calado

por josé simões, em 19.12.11

 

 

 

Ser campeão europeu de clubes é condição sine qua non para estar presente no ‘Mundialito’. E é por isso que Guardiola está lá com o Barça e não está Mourinho com o Real. Tudo o que disseres pode ser usado contra ti, que é como quem diz, estás a perder qualidades.

 

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 15.09.11

 

 

|| Todo O Poder Aos Sovietes!

por josé simões, em 18.08.11

 

 

 

Pediu Mourinho. E Florentino Pérez deu. Só já lhe falta ser presidente do Real de Madrid para deixar de ter desculpas para não ganhar.

 

 

 

 

 

 

|| Coitadinho…

por josé simões, em 28.04.11

 

 

 

 

 

O treinador que nunca constrói uma equipa nem monta um sistema de jogo para se impor ao adversário mas sempre em função do que o adversário joga, do futebol mais feio que alguém alguma vez pudesse imaginar ser possível, e que ganha porque é melhor do mundo e arredores [desde que a bola rola sobre os relvados] e que até adivinha os resultados dos jogos, quando perde é porque o campo estava inclinado ou a relva estava molhada ou o árbitro era caseiro ou o calendário não era propício ou a bola era quadrada, ou tudo junto. Este ano foi um mau ano para a fanfarronice.

 

Adenda: Obsesionado con Guardiola, el luso se enfanga sin admitir un solo error en el campo

 

 

 

 

 

 

 

 

|| Quem não o conheça que o compre

por josé simões, em 01.03.11

 

 

 

 

 

José Mourinho, que em Inglaterra jogava de 3 em 3 dias, Carnaval, dia de Natal e dia de Ano Novo incluídos, queixa-se em Espanha de que o calendário das competições é apertado. E nada disto é surpreendente. Surpreendente é ao fim de tantos anos ainda haver quem engula o anzol das mind games de José ‘O Melhor do Mundo e Arredores’ Mourinho.

 

(Na imagem fotograma de Young Frankenstein)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

|| Toca lá a reescrever os tratados, os manuais, as sebentas, as teses de doutoramento, sobre a liderança e exemplo do (e para o) futuro, para o caso José Mourinho

por josé simões, em 19.01.11

 

 

 

 

 

Mourinho no fundo é um empresário português: não investe, não arrisca, não aposta na formação, vive à sombra do Estado, para o caso o clube. Se o Estado, para o caso o clube, fecha a torneira e lhe corta os subsídios e os apoios, para o caso, não lhe dá os jogadores, faz birra, amua  e culpa a especulação, para o caso o árbitro, e a conjuntura externa, para o caso os outros clubes, que facilitam a vida ao adversário directo.

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

 

 

 

 

|| Upgrade salazarista

por josé simões, em 30.11.10

 

 

 

 

 

Quem não é do Real de Madrid não é bom chefe de família

 

(Na imagem a primeira página do trissemanário O Setubalense onde são enaltecidos os “grandes feitos” de Francisco Franco durante a Guerra Civil espanhola)

 

 

 

 

 

 

|| Depois não digam que não foram avisados para o que aí vem

por josé simões, em 31.05.10

 

 

 

«(…) o bonito não é jogar e treinar no Real Madrid, bonito é ganhar no Real Madrid (…)»

 

Que o Real de Madrid vai ganhar tudo e mais alguma coisa na próxima época, acho que restam poucas dúvidas. E que vai jogar feio como breu e apresentar o futebol mais aborrecido e entediante de toda a sua história também poucas dúvidas devem restar. Eu continuo a gostar de jazz. E para mal dos meus pecados até tenho uma simpatia pelo Real

 

(Imagem de autor desconhecido)

 

 

 

|| Liberdade e mão esquerda

por josé simões, em 28.05.10

 

José Mourinho não gosta de jazz. Não gosta nem percebe a linguagem.

E apesar dos objectivos atingidos e da satisfação dos accionistas com a administração, uma imeeeeensa minoria de ouvintes continua alheada das RFM’s deste mundo. O resto é conversa de "empresário".