Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A bolha de Marcelo

por josé simões, em 20.06.22

 

marcelo.jpg

 

 

O paradoxo que é Marcelo, omnipresente e omnisciente, viver numa bolha que não lhe permite ter contacto com o "vai mazé pra a tua terra!" na ponta da língua de qualquer anónimo do beijinho e da selfie de cada vez que uma discussão ou conversa mais acalorada, a envolver um estrangeiro ou alguém com o tom de pele um niquinho mais para o escuro, rebenta num café, uma repartição, num transporte público. Não, os portugueses não têm "vocação de abertura, inclusão e tolerância", coisíssima nenhuma.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

No país do faz de conta

por josé simões, em 13.05.22

 

hitler_ scott scheidly.png

 

 

Relação considera que grupo neonazi de Mário Machado não é racista

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 04.05.22

 

clown.png

 

 

Presidente de sindicato de força policial com três inspectores acusados de homicídio de cidadão imigrante ucraniano à pancada em instalações controladas pela organização acusa outras forças policiais de xenofobia e racismo por práticas de tortura a imigrantes.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Al Jolson na política no século XXI

por josé simões, em 31.03.22

 

Al_Jolson_1924.JPG

 

 

O doutor Gabriel, com obra publicada onde advoga que "O Colonialismo Nunca Existiu" e que "O racismo deixou de existir", eleito deputado pelo partido das manifs "Portugal não é racista", alega não ter chegado a vice-presidente do Parlamento por racismo dos seus pares na hora de ir a votos, aposta do líder que na anterior legislatura propôs que uma deputada eleita  fosse "devolvida ao seu país de origem", tudo uma questão de "liberdade de expressão", segundo o doutor deputado eleito, que recusa regressar a Moçambique por preferir ser o Al Jolson ao contrário, que é como quem diz, o idiota útil da extrema-direita, uma força de expressão, nada de "tratar os negros como se tratam os pretos", honi soit qui mal y pense.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Greetings from the wonderful Portugal

por josé simões, em 14.02.22

 

wonderful-portugal-vacation-cards.jpg

 

 

"Após se terem filiado ao Chega, o partido de extrema-direita que nas últimas eleições conquistou 12 lugares no parlamento português, vários imigrantes brasileiros teriam sido vítimas de atitudes racistas e xenófobas por parte dos seus próprios companheiros."

 

O canibal vegetariano

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

The Nativity as reported by the Daily Mail

por josé simões, em 26.12.21

 

1.jpg

 

 

2.jpg

 

 

3.jpg

 

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

Da série "Portugal não é um país racista"

por josé simões, em 07.12.21

 

gesto.jpg

 

 

Duas coisas a reter no ataque racista e xenófobo de que foi alvo o motorista da Transportes Sul do Tejo:

 

     - A paragem cheia de gente sem que ninguém se tenha dignado mexer um dedo ou abrir a boca em defesa do atacado;

     - No day after as caixas de comentários e as contas Facebook e Twitter com "é preciso saber o contexto".

 

Puta que pariu.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

O partido dos delinquentes

por josé simões, em 03.10.21

 

chega-twitter.jpg

 

 

"Ó senhor agente, não me bata nas costas, bata-me nas nádegas, se faz favor". "Ó senhor agente, já me bateu muito nesta face, eu dou a outra. Obrigado". "Ó senhor agente, tenha calma que eu ponho-me a jeito, não suje a farda".

 

O partido dos delinquentes no Twitter.

 

 

 

 

Vai para a tua terra!

por josé simões, em 09.09.21

 

DEXPRESS.jpg

 

 

"Os migrantes serão devolvidos a França", grita o conservador Daily-com-um-cruzado-no-meio-Express na primeira página que celebra a "history maker!" britânica Emma Raducanu, nascida no Canadá, filha de pai romeno e mãe chinesa, só aterrada em Londres com dois anos de idade.

 

 

 

 

Al Jolson

por josé simões, em 08.08.21

 

Al Jolson.jpg

 

 

nos jogos olímpicos tivemos medalhas de atletas de pele negra

 

Marques Mendes, Conselheiro de Estado, na televisão do militante n.º 1 aos oito dias do mês de Agosto do Ano da Graça de 2021

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

A silly season não explica tudo

por josé simões, em 05.08.21

 

ventura.jpeg

 

 

Tivemos Miguel Viegas, ex euro deputado do PCP, a escrever numa "rede" que o ouro do Pichardo não era 100% português, 100% era o bronze do Pimenta, e tivemos o rapazito da RTP de microfone esticado a perguntar a Pichardo se ele realmente cantou A Portuguesa já que estava de máscara e não deu para ver. A silly season não explica tudo e é bem provável haver "cenas dos próximos capítulos".

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Os colegas de secretária de Paulo Rangel e Nuno Melo no Parlamento Europeu

por josé simões, em 04.08.21

 

Hungarian nationalist rock band led by former far-

 

 

Hungarian nationalist rock band led by former far-right politician receives government funding to shoot new music video

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Der Untermensch

por josé simões, em 03.07.21

 

Der_Untermensch.jpg

 

 

O partido deve defender não só a identificação das comunidades subsidiodependentes, onde estão localizadas, qual é a prevalência da subsidiodependência, qual é o nível de subsidiodependência, porque na verdade somos todos nós que estamos a pagar isso, como deve ter uma espécie de cadastro ou de identificação étnica ou racial

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

The Revolution Will Be Instagramvised

por josé simões, em 12.06.21

 

weapon.jpg

 

 

Bem-vindos ao século XXI:

 

O Comité do Prémio Pulitzer concedeu uma "menção especial" esta sexta-feira para a adolescente cujo vídeo da prisão e assassinato de George Floyd por um polícia gerou protestos em todo o mundo contra a violência racista.

 

[Na imagem street art anónima na Rua Detrás da Guarda em Setúbal]

 

Título do post adaptado

 

 

 

 

Portugueses de bem

por josé simões, em 25.05.21

 

x.jpg

 

 

"A Família Coxi não pediu qualquer indemnização, nem sequer quis criminalizar a conduta de André Ventura e do Partido Chega.

Ao invés, apenas pediu ao Tribunal cível que os ajudasse a dizer ao País não são o oposto dos "Portugueses de Bem" e que não são bandidos.

 

Os meus Constituintes são boas pessoas, gente trabalhadora, leal, bem-disposta e com sentido raro de comunidade e entreajuda.
Em Janeiro, foram instrumentalizados na campanha política da extrema-direita, perante milhões de pessoas, nem possibilidade de contraditório.

 

Pediram ao Tribunal que decretasse um conjunto de providências que permitisse atenuar os efeitos da ofensas cometidas:
1) O reconhecimento da ilicitude da conduta de AV e CH;
2) Uma declaração pública de retratação;
3) A abstenção de ofensas futuras;
4) A publicação da sentença.

 

Tinham pedido também a eliminação da publicação feito no Twitter a 22 de Janeiro, mas tal foi feito voluntariamente pelo Partido CH, pelo que deixou de ser precisa a intervenção do Tribunal quanto a esse aspecto.

 

Pela Sentença publicada hoje, o Tribunal julgou procedente a ação e decretou as providências requeridas, por ter considerado ilícita a atuação dos Réus - isto é, julgou que o que fizeram e disseram não é enquadrável num exercício legítimo de liberdade de expressão.

 

Esta é uma ação de reputação, que tinha como objetivo, por um lado, limpar a imagem dos meus Constituintes e, por outro, definir as linhas vermelhas do discurso político quanto a pessoas anónimas e vulneráveis.
Ultrapassadas as linhas vermelhas, existem consequências legais.

 

Esta é uma decisão importante para a Família Coxi, mas também fundamental para todos nós.
É com a defesa dos direitos fundamentais dos Coxi, que o direito à honra e à imagem de cada um de nós se afirma, se define, se protege.
Seguimos firmes na defesa dos direitos fundamentais."

 

               Leonor Caldeira, advogada da família Coxi, no Twitter

 

[Link na imagem]