Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Estas merdas não se inventam

por josé simões, em 30.06.21

 

José Rodolfo Loaiza Ontiveros.jpg

 

 

Rui Rio, alegado líder do PSD, num evento que contou com a participação de Paulo Portas, ex-líder do CDS, das escutas que metiam um banqueiro a pagar o salário ao líder, ex-ministro que meteu o BES à força no consórcio dos submarinos, e de Cavaco Silva, o tal, aquele que para serem mais honestos que ele têm de nascer duas vezes, e que antes tinhas inventado a clique do BPN e do BPP, quer saber como foi possível um caso como o do Joe Berardo. Estas merdas não se inventam.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Todo um programa

por josé simões, em 08.06.21

 

Paco Comet.jpg

 

 

O comentário diz mais sobre o funcionamento do PSD quando poder do que sobre a nomeação ela própria. Todo um programa.

 

25 Abril. Rio diz que escolha de Pedro Adão e Silva foi "compensação" por comentários a favor do PS

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 30.05.21

 

Thomas Michael Alleman.jpg

 

 

Um partido pejado de fascistas assumidos, nazis e cabeças rapadas? Líder condenado por racismo? Insultos a uma deputada eleita da Nação? Mandar portugueses para a terra deles? Defender campos de concentração para minorias? Chamar bêbado a um deputado eleito e líder de um partido político com 100 anos de história? Condenação em tribunal por insultos a família pobre de um bairro semi-lata? Aliança com fascistas e xenófobos assumidos - Salvini e Le Pen? Castração química de pedófilos e mutilação de criminosos? Vice-presidente investigado pelas secretas e pela Judiciária por ameaça à democracia, divulgação de fake news e de teorias da conspiração?

Pode, pode, pode e aconselha-se.

 

Em face do conteúdo e da forma como o líder do CHEGA se referiu nas suas intervenções ao PSD, o Partido Social Democrata decidiu não se fazer representar na cerimónia de encerramento para a qual estava convidado

 

Não pode, não pode, não pode. Há limites de decência.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Da credibilidade do PSD de Rui Rio

por josé simões, em 20.05.21

 

hitler_ scott scheidly.png

 

 

Antes do almoço:

 

"David Justino, vice-presidente do PSD, não iria à convenção promovida pelo Movimento Europa e Liberdade, da próxima semana, em que participa o Chega. “Só não sei porque não convidam o PNR, já agora! Também era bem-vindo, pelos vistos”, diz, na entrevista PÚBLICO- Rádio Renascença."

 

David Justino: “O ‘congresso das direitas’ está a reconhecer o Chega como uma força política importante”

 

Depois do almoço:

 

"Mas se é verdade que o primeiro-ministro construiu a tal cerca sanitária em torno da direita, temos a direita que não consegue construir uma cerca sanitária em torno da extrema-direita. Logo, e provavelmente, o que António Costa fez foi de alguma sensatez.

 

Não creio. O PSD demonstrou desde que tem esta direção e este presidente que em nome do interesse nacional está sempre disponível para fazer entendimentos...

 

Como coligar-se à extrema-direita?

 

Não, não estamos a falar de coligações, estamos a falar de estarmos de portas abertas para dar entrada a possibilidade de compromissos. Não estamos a falar nem de acordos, nem de coligações, estarmos a falar de manter as portas abertas, quer à esquerda, quer à direita.

 

E acha que é isso que passa para as pessoas?

 

Temos um parceiro natural, que é o CDS/PP, e temos boas relações, pelo menos potenciais, com a Iniciativa Liberal e temos relações com sentido de Estado com o Partido Socialista ou com qualquer outro partido. Não temos relações propriamente ditas, formais, com o Chega. Aquilo que aconteceu nos Açores foi uma situação específica, que exigiu uma resposta específica.

 

[...]

 

Falemos então de Suzana Garcia, candidata à Câmara da Amadora.

 

Para mim, o caso da Suzana Garcia é um caso em que o politicamente correto queria impor a sua vontade. Acusam-na muito relativamente ao problema da castração química, e eu volto a dizer que todo este problema é uma tentativa de castração política do PSD. O PSD entende que ela é uma boa candidata. É uma candidata independente, embora seja simpatizante do PSD, e, portanto, tem liberdade para expressar as suas opiniões. Antes de tomar uma posição fui ver, ouvir e ler tudo o que estava disponível sobre o assunto, e devo confessar que há uma embirração clara por parte de mainstream. Suzana Garcia vai ser uma grande candidata na Amadora, sobre isso não tenho grandes dúvidas. Se tivéssemos apresentado um menino muito cromo, muito fatinho bem-posto, a gravatinha no sítio, podia ser o maior dos racistas ou dos fascistas que podiam existir, mas como é a Suzana Garcia transforma-se numa espécie de bombo da festa..."

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Vergonha alheia

por josé simões, em 17.05.21

 

rui rio twitter.jpg

 

 

Quando fazes uma piada sem perceberes que o sujeito da piada és tu. Vergonha alheia.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

 

Os normalizadores do fascismo, II

por josé simões, em 30.04.21

 

miguel pinto luz tvi.jpg

 

 

Miguel Pinto Luz, ex-candidato à liderança do PSD, vice-presidente da Câmara de Cascais. E não é um matarruano qualquer.

 

Os normalizadores do fascismo, Capítulo I

 

 

 

 

Primeiro como tragédia, depois como farsa

por josé simões, em 29.04.21

 

passos.jpg

 

 

O líder do PSD, Rui Rio, que não conhecia a cloaca aberta Suzana Garcia, na televisão do Goucha, quando pedia a castração química de pedófilos, para depois o PSD, de Rui Rio, na novilíngua, vir esclarecer que mais não era que" terapia medicamentosa de controle da libido", é o mesmo Rui Rio, líder do PSD, que na TVI viu "um bandalho" a agredir um cidadão e, horas depois, na mesma TVI, não ouvir o cano de esgoto Suzana Garcia pedir o extermínio do Bloco de Esquerda, para logo o partido vir esclarecer que o que a "senhora" queria dizer era uma "pesada derrota eleitoral".

 

A novilíngua é fodida.

 

 

 

 

Os normalizadores do fascismo

por josé simões, em 29.04.21

 

A group of young German boys view Der Stürmer, Di

 

 

Goucha, um dos maiores normalizadores do fascismo no prime time da televisão generalista, não conhece o poema de Martin Niemöller. Ou conhece, mas a vertigem da guerra de audiências não lhe permite ver que, caso esta gente um dia chegue a ser poder, também o vão buscar a ele, ainda antes de irem buscar os outros.

 

Candidata do PSD na Amadora defende extermínio do Bloco

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Estas coisas não se inventam

por josé simões, em 23.04.21

 

Jacques Henri Lartigue.jpg

 

 

O PSD acusa o Governo de "gestão política caótica, uma galeria de horrores, que retrata o Estado como grosseiramente inepto para gerir" a TAP que é gerida por um militante, antigo deputado e ex-dirigente do PSD. Estas coisas não se inventam.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Ainda gozam com o pagode

por josé simões, em 14.04.21

 

wefindwildness.jpg

 

 

Primeiro foi o Chicão, alegado líder do partido de Jacinto Leite Capelo Rego, do caso Portucale arquivado, das escutas que davam um banqueiro a pagar o salário do líder, dos submarinos sem corrompidos em Portugal pelos corruptores julgados e condenados na Alemanha, vir a terreiro que "o sistema judicial está doente".

 

Dias depois aparece o doutor Rui 'banho de ética' Rio, eleito chefe de facção pelo sindicato dos votos dirigido por Salvador Malheiro, do PSD desde o PPD a acumular casos até ao apogeu no cavaquismo, tantos que para referir tudo era preciso um blogue só dedicado à causa, clamar que "o regime está muito doente".

 

A lata. Quarenta e tal anos de construção de um monstro emaranhado jurídico, a meias entre PS e PSD com a prestimosa colaboração do CDS, com mais buracos de fuga que um queijo suíço e escapatórias para pesados que uma auto-estrada, chegando ao ponto da contagem de uma data ser passível de duas interpretações. "o sistema judicial está doente". "o regime está muito doente". Adoeceu sozinho. Ou então é tudo culpa do 'gonçalvismo', há muito tempo que ninguém fala nisso.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O Partido Relativista Português

por josé simões, em 07.04.21

 

Paco Pomet.jpg

 

 

Ela é candidata à Câmara da Amadora. É evidente que se fosse candidata à Assembleia da República teria outro crivo de análise que não tem como candidata à Câmara da Amadora.

 

José Silvano, secretário-geral do PSD, sobre Suzana Garcia, aos sete dias do mês de Abril do Ano da Graça de 2021.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Um problema chamado PSD

por josé simões, em 31.03.21

 

Do No Harm 2 (The Syringe Series) by Miss Bugs.jpg

 

 

Dando de barato que "a direcção do partido desconhecia, até hoje, algumas das posições políticas da advogada e ex-comentadora", isto porque Rui Rio e os aios só vêem a RTP 2 e as bojardas eram proferidas num daqueles canais do cabo, do 200 para a frente, onde só se vai por engano ou quando o comando da televisão cai ao chão, o problema não deixa de ser isso mesmo, um problema, e grave, uma vez que o nome vem proposto de baixo, das bases, da concelhia, que sabe perfeitamente o que está a fazer, caso contrário o nome não surgia, foi pelas suas opiniões, foi pelas suas posições, foi pelo seu mediatismo. A concelhia vai alegar o quê, que também foram ao engano, que só vêem o canal ARTE e o História, quando não está a dar "Os Deuses Astronautas"?

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Hoje somos muitos...

por josé simões, em 30.03.21

 

44.jpg

 

 

O partido que inventou André Ventura para um ensaio em Loures e se aliou ao Chaga para se alçar ao poder nos Açores, inventa agora Suzana Garcia para a Amadora e recupera Isaltino para o partido, no lugar de onde nunca saiu. A ter em conta a sabedoria popular quando lembra que "quem brinca com o fogo acaba queimado", "quem se deita com crianças acorda mijado", "que quem brinca com braseiras faz xixi na cama", o "processo de  radicalização em curso", aconselhado pelo Ventas ao PSD, tem tudo para correr bem a Rui Rio: queimar-se e acordar mijado, não fosse de caminho queimar o partido e mijar o país.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O homem invisível

por josé simões, em 19.03.21

 

x.jpg

 

 

O PSD vai apresentar um projecto de lei para a exclusividade dos advogados-deputados e obrigar a divulgação da lista de clientes para quem trabalham na declaração de interesses? Não, o PSD quer obrigar políticos a revelar pertença a associações como a Maçonaria e a Opus Dei.

 

António Lobo Xavier foi ao Ministério Público formalizar denúncia com nomes e elementos de prova das perseguições e extorsões de que são vítimas os seus clientes por parte de alegados membros da Maçonaria? Não, o Conselheiro de Estado foi a um programa de parlapié na televisão pago a peso de ouro dizer umas coisas e levantar umas suspeitas.

 

Enquanto se fala na Maçonaria e na Opus Dei não se fala no "homem invisível" que se movimenta e governa a vidinha dentro do "arco da governação" mesmo que contra o interesse público comum.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O Correio da Manha * a ser correio da manha

por josé simões, em 17.03.21

 

CM.jpg

 

 

O PSD, que em Fevereiro tinha 24,7% nas intenções de voto e que um mês depois, Março do mesmo ano, tem 23,6%, uma queda de 1,1%, "afasta-se" do PS. O PSD não cai nas intenções de voto, nem o PS se afasta, é o PSD que se afasta. Na edição de conteúdo pago, a fazer a sua função para quem lê só as gordas. "O PS está em queda", li no correio da manha.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

* Correio da Manha, sem til