Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O PS é o Governo e o Governo é o Estado e o Estado é o PS e o PS é o Governo. Já estou baralhado

por josé simões, em 30.08.18

 

planeamento pt.jpg

 

 

O PS em campanha eleitoral numa "Conta Oficial do Gabinete do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas - XXI Governo", o que é deveras censurável e promiscuo quando os outros estão no Governo e tomam conta das contas oficiais dos ministérios.

 

 

 

 

Saúde!

por josé simões, em 17.07.18

 

AlexPrager-Compulsion.jpg

 

 

António Arnaut morreu. João Semedo morreu. O "Governo recupera Maria de Belém para rever Lei de Bases da Saúde". Saúde! Brindaram todos no PS depois de tecerem rasgados elogios e sentidas elegias e chorarem muitas lágrimas.

 

[Imagem de Alex Prager]

 

 

 

 

O ministro da Propaganda

por josé simões, em 12.07.18

 

Lin Yung Cheng.jpg

 

 

O ministro da Propaganda, que não aceita ultimatos dos parceiros parlamentares, que antes devem estar gratos por terem dado uma oportunidade ao PS minoritário de ser Governo, avisa os parceiros parlamentares, à laia de ultimato, que para que a coligação se repita o acordo deve incluir "política externa e europeia", não se sabe bem a que propósito, uma vez que é matéria que nunca foi óbice à actual coligação. A minoria absoluta vai ficar-vos tão bem.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Uma pedra da calçada na mão esquerda

por josé simões, em 28.06.18

 

pedra calçada.jpg

 

 

Quando nos 80's estive a dar recruta em Santa Margarida [por curiosidade e só por curiosidade nos 80's invocados] usávamos uma técnica para ensinar o lado esquerdo/ direito aos que nas aulas de Ordem Unida perante o grito de "esquerda volver!" ou "direita volver!" seguiam a marchar ou a marcar passo para o lado oposto ao ordenado: era uma pedra na mão em questão até aprenderem o "azimute".

 

João Galamba: Este é o acordo de concertação mais à esquerda desde os anos 80

 

[Imagem]

 

 

 

 

Ele há com cada coincidência...

por josé simões, em 12.06.18

 

cacilhas-margueira-lisnave-aspecto-da-construc3a7c3a3o-da-doca-13-e-do-portico.jpg

 

 

Pouco mais de meio ano passado sobre o Partido Socialista ter ganho a câmara de Almada à CDU nas autárquicas de Outubro, e depois de anos e anos anos de sucessivos avanços e recuos, mais recuos que avanços, sobre a solução a dar aos terrenos da antiga Lisnave na Margueira - Almada, a Parpública, empresa do Estado, decide colocar à venda o terreno onde se situavam os estaleiros da então mui famosa "Cintura Industrial de Lisboa". Como veio logo dizer, ligeirinha, a presidente da autarquia PS, Inês Medeiros, depois «"do empenho claro do Governo" na resolução da questão da titularidade dos terrenos, está-se agora "na parte de contratar assessorias para o desenvolvimento do projecto", para depois se passar à fase da "venda dos terrenos para se começar a construir e a desenvolver aquela zona"». Ele há com cada coincidência... Autarquia PS + Governo PS + construção civil. Como dizia o Sócras ao Mexia na visita a uma barragem qualquer das rendas da energia pagas pelo contribuinte, "agora é só começar a pôr betão".

 

As notícias da morte da velha aliança PS/ pato bravismo da construção por cima de todo o m2 livre eram manifestamente exageradas.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

"Debate ideológico"

por josé simões, em 27.05.18

 

todas as direcções.jpg

 

 

Onde termina o famoso "debate ideológico" de que tanto têm falado os mais distraídos [ou os que nasceram ontem] nestas últimas semanas que antecederam o congresso do PS, com troca de argumentos em órgãos de comunicação social e tudo, mas que na verdade dura desde o dia 25 de Abril de 1974.

 

[Imagem "À entrada do congresso do PS"]

 

 

 

 

O bolas de naftalina

por josé simões, em 22.05.18

 

naftalina.jpg

 

 

Francisco Assis que, faz hoje exactamente 8 anos, já era mais velho que Mário Soares e que, três anos passados, se aproximava a passos largos do título "Matusalém da Política", aquele que nunca percebeu que o seu partido era o PSD,  aparece a defender uma coligação de Governo com o CDS da luta contra o Rendimento Mínimo Garantido, com o CDS do fim do salário mínimo e da progressividade do sistema fiscal, com o CDS da redução, no valor e no tempo, do subsídio de desemprego, com o CDS da retirada de competências às funções sociais do Estado e entrega aos privados e à Igreja Católica, com o CDS contra a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, com o CDS contra a educação sexual nas escolas, com o CDS contra a procriação medicamente assistida, com o CDS contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, com o CDS da ameaça do envio do diploma da co-adopção para o Tribunal Constitucional, com o CDS... vem agora, com os bolsos das calças e do blazer cheios de bolas de naftalina, afiançar que "a 'Geringonça' é como os iogurtes, tem um prazo e validade", o que, não deixando de ser uma lapaliçada, dito por ele soa a euforia  wishful thinking do "ó tempo volta para trás".

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 21.05.18

 

clown (6).jpg

 

 

Não me apercebi

 

[Imagem]

 

 

 

 

O mal está feito

por josé simões, em 04.05.18

 

picture-of-pen-eraser.jpg

 

 

O problema, para o Partido Socialista e para José Sócrates, é que o passado não se apaga. Para o bem e para o mal, na presunção da inocência ou numa condenação, na governação enquanto ministro e primeiro-ministro, na vida privada e na pessoa pública, enquanto secretário-geral do partido. José Sócrates não entrega o cartão e "não se fala mais nisso". Cada um vai às suas e agora já ninguém tem nada a ver com nada e com ninguém. Não. Isto é uma cruz que vão ter ambos de carregar, mesmo que a morte os separe.

 

 

 

 

O Nuno Luz da política

por josé simões, em 02.05.18

 

nunoluz.jpg

 

 

De Durão Barroso a António Costa passando por Santana Lopes, José Sócrates e Passos Coelho. Realmente é uma chatice não ser Manuel Pinho o mau da fita nem o PS o partido detentor da comenda dos corruptos e corrompidos do sistema. O Nuno Luz da política, um palerma arvorado em sub-director de político ou o coise.

 

 

 

 

Socialismo bolivariano para o séc. XXI

por josé simões, em 20.04.18

 

maduro.jpg

 

 

"As casas que estejam abandonadas ou injustificadamente devolutas, sobretudo em zonas de maior défice habitacional, poderão vir a ser requisitadas pelo Estado, regiões autónomas e autarquias por forma a serem reconvertidas e passarem a integrar o património habitacional público."

 

PS propõe requisição forçada de casas vazias para habitação

 

 

 

 

Qualquer dia querem que o líder parlamentar do PS ande de Clio

por josé simões, em 18.04.18

 

renault-clio-privilege-2-portas-1.6-16v-jaune-soleil-marca-universal-hobbies-escala-1.43.jpg

 

 

"Os políticos têm de ser bem pagos, blah blah blah, senão qualquer dia isto é só medíocres. blah blah blah, andamos a afastar os melhores com esta conversa de populista, blahblah blah", e qualquer dia ainda querem que o líder parlamentar do PS ande de Clio. Já para os outros, os que elegem deputados e pagam os políticos, é a economia, a produtividade, o crescimento económico, a inflação, a meta do défice, a sustentabilidade da segurança social e o diabo a quatro e quem não quiser pode emigrar.

 

Nem ilegalidade nem falta de ética. O presidente da Assembleia da República Ferro Rodrigues defende os deputados da Madeira e dos Açores no caso do pagamento das viagens entre Lisboa e as ilhas.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Ir para a política para tratar da vidinha

por josé simões, em 16.04.18

 

sammyslabbinck.jpg

 

 

Como levar a sério um político cuja mulher foi escolhida sem concurso pelo Governo regional, do PS, a nora foi nomeada por uma secretária do Governo regional, do PS, o irmão exerce a profissão de jornalista como assessor de comunicação no governo, do PS, e no Parlamento, na bancada do PS, a sobrinha foi contratada por uma empresa municipal de uma Câmara, PS,  e que é reembolsado por viagens de avião que não paga ao serviço do grupo parlamentar, do PS? Tudo legal, nada por onde se possa pegar. Assim como legal é o desinteresse dos cidadãos pela política, reflectido no cada vez maior abstentismo, em standby à espera de um qualquer populista com discurso anti-partidos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Noções elementares de ética republicana, Capítulo II

por josé simões, em 14.04.18

 

expresso.jpg

 

 

[Capítulo I]

 

 

 

 

Tudo farinha do mesmo saco

por josé simões, em 13.04.18

 

the economist (1).jpg

 

 

O símbolo do PS na 'Geringonça' conduzida por António Costa, segundo o The Economist.