Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Dear, you are Free

por josé simões, em 03.12.22

 

AP Photo-Bernat Armangue.jpeg

 

 

Newly placed Ukrainian billboard in Kherson, southern Ukraine, Nov. 27, 2022. From left, the billboard reads in Ukrainian: "Dear, you are Free" and "Kherson, Hero City". AP Photo/ Bernat Armangue

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Propaganda vs. Realidade, Realidade vs. Propaganda

por josé simões, em 29.11.22

 

mix 2.jpg

 

 

Poster chinês de propaganda em 1976 versus primeira página do francês La Croix em Novembro de 2022, com imagem dos protestos de rua contra a política "covid zero" do governo chinês.

 

 

 

 

O Vladimir Vladimirovitch agradece

por josé simões, em 28.06.22

 

Mark Forbes.jpg

 

 

A quantidade de jornalistas e analistas e comentadeiros e paineleiros em todas as rádios e televisões que no minuto seguinte ao bombardeamento cobarde e criminoso de um centro comercial se apressaram a desculpar e a arranjar justificação para o terrorismo programado de Putin, "foi um erro", "foi uma falha de cálculo", "alguma coisa deve ter acontecido", "as coordenadas do verdadeiro alvo estavam erradas", "ali a poucos metros há não sei o quê", "a fábrica ao lado trabalha para o exército", "rebeubeu, pardais ao ninho", seguido da mesma lengalenga na imprensa escrita um dia depois, depois de quatro meses a ver barbaridades a cores e em directo que só conhecíamos a preto-e-branco e em diferido dos documentários da II Guerra Mundial e  a ver um boneco vestido de verde com uma ecrã atrás a debitar propaganda e a "alta precisão" dos mísseis russos. A papagaios deste calibre o Vladimir Vladimirovitch agradece.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Jornalismo e propaganda, propaganda e jornalismo

por josé simões, em 22.06.22

 

MT (1).png

 

 

O fotojornalista ucraniano Maks Levin, cujo corpo sem vida foi encontrado em abril, a 20 quilómetros a norte de Kiev, foi "executado a sangue-frio" por tropas russas, avançou a organização não-governamental (ONG) Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

 

 

Em cima o print screen da conta da superstar trauliteira do PCP no Twitter no elogio ao propagandista luso às ordens de Putin com a capa de "jornalista", aquele que acha, diz e escreve, que o 25 de Abril tem dono e que o PS é inimigo da revolução, seguido da notícia da execução a sangue-frio pelas tropas russas do fotojornalista Marks Levin. "a cobrir uma zona de guerra. Mas mesmo na zona de guerra". O PCP que diz não apoiar e invasão russa da Ucrânia, até porque não há invasão coisíssima nenhuma, é uma "operação", magister dixit pela boca de Jerónimo de Sousa, o PCP indignado com o ataque à liberdade de expressão e de imprensa que foi a proibição em espaço da União Europeia das agências de propaganda russas Sputnik e Russia Today, o PCP de onde não sai um pio sobre a proibição da Novaya Gazeta pelo regime de Putin nem sobre os jornalistas que caem como pardais a mando do Kremlin. É a diferença entre jornalismo e propaganda e propaganda e jornalismo numa zona de guerra. Mas mesmo na zona de guerra,

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

A verdade a que temos direito

por josé simões, em 06.05.22

 

o diario.jpg

 

 

Aqueles que há uns tempos protestaram, e bem, pelas notícias "com agenda" por jornalista da Agência Lusa com ligação ao Chega, são os que agora defendem que o "jornalista Z" está a fazer um óptimo trabalho independente na frente russa ao serviço da CNN Portugal.

 

 

 

 

Doses maciças de propaganda

por josé simões, em 03.05.22

 

FR0wCHIXwAQ4-WM.jpg

 

 

Mupis e outdoors de Moscovo começam a ser preenchidos com posters a identificar a Suécia como um país de nazis. "Desnazificar" a Suécia é a próxima "operação militar especial"?

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Fim-de-semana

por josé simões, em 24.04.22

 

Machinery - Propaganda.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Machinery - Propaganda

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

O major general Z

por josé simões, em 11.04.22

 

a.jpg

 

 

b.jpg

 

 

Dizia um major-general Z numa televisão portuguesa que tudo não passava de uma encenação; como é que os corpos não apresentavam sinais de decomposição depois de tantos dias na rua?

 

 

 

 

A desnazificação da Ucrânia

por josé simões, em 25.02.22

 

putin.jpg

 

 

A "desnazificação da Ucrânia"  pelas mãos de quem interferiu nas eleições americanas para dar vantagem a Trump, manipulou na campanha do Brexit para meter a Inglaterra fora da União Europeia - separar para enfraquecer, financia toda a extrema-direita em solo europeu, de Marine Le Pen a Matteo Salvini, passando por Frauke Petry da alemã AfD ou pelo inglês BNP e o austríaco FPO. 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Fim-de-semana

por josé simões, em 30.01.22

 

Propaganda - Street Kids.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Propaganda ~ Street Kids

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

Quando a realidade se encarrega de desmontar a propaganda

por josé simões, em 30.03.21

 

2.jpg

 

 

1.jpg

 

 

O programa do Ilusão Liberal numa imagem: uns andam de baloiço, outros têm um poste no caminho.

 

[Via]

 

 

 

 

Manual Goebbeliano de Propaganda

por josé simões, em 23.11.20

 

Joseph_Goebbels.jpg

 

 

O Chaga inventou um evento para o mesmo dia do congresso do PCP para logo de seguida desmarcar o que nunca tinha sido marcado e para no entretanto ter toda a comunicação social, mais a direita bonitinha, que é aquele que só se atreve a pensar em privado o que a direita trauliteira e matarruana grita alto e bom som em público, a dizer "Estão a ver? Até o Ventas desmarcou o Conselho Nacional mas os comunistas não. Acham que são donos disto tudo e podem fazer o que quiserem". Depois aparece a desmontagem da propaganda, mas o que está dito, está dito, o mal está feito, mission accomplished, e o papel de idiotas úteis, o da comunicação social, já ninguém lhes tira, a mensagem do intruja passou, e o empenho em mostrar o "sentido de Estado" dos neo-facistas não é o empenho em desmontar a propaganda dos discípulos de Goebbels.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 28.10.20

 

robert_e._jackson.jpg

 

 

No dia 10 de Outubro de 2019 a imprensa dava conta que o "PS recusa acordos para a legislatura e vai negociar orçamento a orçamento".

 

No dia 28 de Outubro de 2020, dois anos depois mais uns pozinhos, Ana Catarina Mendes, no discurso de encerramento do debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2021, imediatamente antes da votação, num exercício de propaganda e manipulação, recorre ao golpe baixo da mentira e, em directo para todo o país, acusa o Bloco de em Outubro de 2019 ter recusado um acordo para a legislatura preferindo negociar orçamento a orçamento.

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Há aqui um padrão

por josé simões, em 29.08.20

 

ventas remax.jpg

 

 

 

 

O liberalismo explicado às criancinhas e outros analfabetos

por josé simões, em 11.10.19

 

IL (1).jpg

 

 

[Via]