Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Falta de respeito

por josé simões, em 16.01.21

 

 

 

Marcelo estava muito irritado. É testado dia sim dia sim, qualquer coisa como mais de 80 vezes, quando há portugueses na mesma situação que chegam a esperar até 72 horas para fazer um teste, passa os dias feito barata tonta a correr o país de lés a lés e a falar sobre tudo e mais alguma coisa, arranja maneiras de contornar as restrições e não se coíbe de o dizer em público. Mas Marcelo estava irritado por não ter recebido notificação da DGS se podia ou não participar no debate "todos contra todos" para as presidenciais.

 

O hospital de Setúbal, com doentes arrumados pelo chão, decretou estado de calamidade pela primeira vez na sua história. Mas Marcelo estava muito irritado à porta de casa.

 

A urgência Covid do hospital de Torres Vedras tem filas de ambulâncias com tempos de espera de até 5 horas, mas no segundo dia do confinamento Marcelo faz visita a lar da Misericórdia no Barreiro sem saber o resultado do teste, enquanto que a modos que irritado deixa um ralhete aos portugueses que não estão a levar o confinamento a sério.

 

Marcelo, irritado ou bem disposto, não tem respeito pelos portugueses nem pelo Serviço Nacional de Saúde e que os portugueses o levem a sério é um caso sério.

 

[Clip recebido via WhatsApp]

 

 

 

 

Uma barata tonta

por josé simões, em 12.01.21

 

Sem Título.jpg

 

 

Marcelo esteve em contacto com um assessor a quem posteriormente foi detectada a Covid. Marcelo ficou em confinamento profilático voluntário como, por exemplo, António Costa depois de saber que Macron, com quem se encontrara, tinha acusado positivo? Não. Marcelo como não só fala de tudo como também tem de estar em todo o lado e, se possível, ao mesmo tempo, baseou-se no parecer da DGS, também válido para António Costa, para andar por aí. E, enquanto saltitava por todo o lado, fazia testes, um dia dava negativo, outro dia dava positivo, um dia dava negativo, outro dia... E não só faz testes todos os dias, num momento caótico para o SNS e laboratórios, em que cidadãos anónimos, na mesma situação, chegam a ficar em casa até 72 horas à espera de vez, como se entretém a comunicar o resultado dos testes à comunicação social. Marcelo, qual barata tonta, a continuar o seu trabalhinho de sapa para descredibilizar a política, os políticos, e os testes, não necessariamente por esta ordem.

 

Tudo tinha sido muito mais simples se Presidente, ministros, governantes, fossem todos vacinados já na primeira leva, que também devia incluir juízes, professores, forças armadas, polícias e bombeiros, mas isso era "alimentar o populismo" e há formas mas simples de o fazer, não é senhor Presidente?

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Portugal, séc.XXI

por josé simões, em 11.01.21

 

Jesus.jpg

 

 

Não há ressurreição sem sofrimento e morte

 

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República do Estado laico, sobre a morte assistida.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

"Estes são os meus princípios, e se vocês não gostarem deles... bem, tenho outros"

por josé simões, em 23.12.20

 

groucho.jpg

 

 

"Depois de ser criticado por pretender fazer várias refeições de Natal com vários grupos de pessoas em plena pandemia, o Chefe de Estado vai limitar-se a um jantar com cinco pessoas esta quarta-feira."

 

Marcelo Rebelo de Sousa reduz refeições de Natal após críticas

 

 

 

 

O Supremo Irresponsável da Nação

por josé simões, em 22.12.20

 

 

 

Dia 23: almoço fora, no restaurante com a família brasileira, em duas mesas de cinco, espaçadas, 10 pessoas.

Dia 23: jantar com irmãos e cunhadas, 5 pessoas.

"boo"

Dia 24: jantar com outra parte da família, 5 pessoas.

Dia 25 não janta.

"romm, romm" onomatopeia de pieira.

Dia 26: está com duvida. Netos e família portuguesa, 7 pessoas.

Tabuada Escolar Ratinho: 10 + 5 + 5 + 7 = 27 pessoas.

"Tento dar o exemplo de respeitar os confinamentos". "Quero apelar aos portugueses que não estraguem aquilo que se está a fazer" e respeito pelo Serviço Nacional de Saúde.

 

Marcelo Rebelo de Sousa, que em Março se confinou 14 dias em casa a sete chaves havia meia dúzia de casos Covid-19 no país, vai agora, no pico da segunda vaga, alegremente saltitar de nenúfar em nenúfar a espalhar Covid por onde passa. O exemplo que o Supremo Irresponsável da Nação dá aos indígenas.

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 21.12.20

 

x.jpg

 

 

Como se alguma coisa dita ou feita nestes trinta e poucos dias que faltam até ao dia das eleições fizesse a diferença, Marcelo Rebelo de Sousa, em campanha eleitoral desde o primeiro dia em que foi eleito para o primeiro mandato, ao mesmo tempo que menoriza a função de Presidente da República em favor da figura "candidato presidencial" passa um atestado de estupidez aos portugueses, sejam ou não seus eleitores.

 

O Presidente da República decidiu não dirigir a tradicional mensagem de Ano Novo aos portugueses por causa da campanha eleitoral para as presidenciais de 2021

 

[Imagem]

 

 

 

 

O malogrado ministro Cabrita

por josé simões, em 13.12.20

 

Frank Kunert.jpg

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa, leal como um Pit bull, convoca o director-geral da polícia para discutir a reestruturação/ fusão do SEF com a PSP nas costas do primeiro-ministro e do ministro da tutela, em mais uma descarada exacerbação de funções e competências com que tem pautado o seu mandato desde o primeiro dia em que foi eleito, e com vista a condicionar a acção do Governo, ao mesmo tempo que, por interpostas pessoas, Magina da Silva e o moço de recados da Presidência, despede o alegado ministro da Administração Interna duas vezes no mesmo dia com intervalo de poucas horas. O mesmo Marcelo em que António Costa vai votar para um segundo mandato em Belém, a iniciar quando andar entretido com a presidência portuguesa da União Europeia e o Governo em Lisboa em roda livre.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Sexta-feira 13

por josé simões, em 13.11.20

 

horror-friday-the-13th-movie-poster-1980.jpg

 

 

"Oficialmente, a direção nacional do PSD não teve nada a ver com o acordo alcançado com o Chega nos Açores. Oficialmente, o entendimento cingiu-se ao plano regional. Oficialmente, Rui Rio e André Ventura não se articularam acerca das negociações.

PSD e Chega acertaram entendimento político ao mais alto nível, em Lisboa. Comunicado em que Ventura anunciou o entendimento final foi limado pelos sociais-democratas."

 

Direção de Rio negociou acordo dos Açores com Ventura

 

 

"O único problema passou a chamar-se Chega e não foi valorizado nem por Pedro Catarino nem por Marcelo Rebelo de Sousa ao ponto de entenderem que a solução de Governo apresentada pela coligação PSD/CDS/PPM (e que conta com o apoio do partido de André Ventura e do IL) devia ser rejeitada."

 

Marcelo concordou com solução para os Açores

 

[Imagem]

 

 

 

 

Erro no decreto presidencial

por josé simões, em 05.11.20

 

decreto presidencial.png

 

(imagem do decreto presidencial)

 

 

"Senhor presidente da República, eminente jurista da Faculdade de Direito de Lisboa,

 

O conceito "colaborador" não existe em Direito Laboral em Portugal. "Colaborador" é um conceito que não consta do Código do Trabalho nem da jurisprudência judicial relativa aos contratos de trabalho por conta de outrem. Pior: encaixa na tentativa ilegal e fraudulenta de "transformar" trabalhadores em falsos prestadores de serviços.

 

Legalmente, não há, pois, "colaboradores": há trabalhadores, assalariados, funcionários (se o forem), operários (se o forem), ou outra expressão. Não há contratos de "colaboração": há contratos de trabalho. Trabalhador não é um conceito marxista: é uma realidade, prevista na lei.

 

E que, por isso, senhor presidente da República, agradece-se que corrija esse erro no borrão de decreto presidencial, sob pena dessa disposição não se aplicar a ninguém, senão aos "bujos", "sabujos", "colaboracionistas" e outras pessoas menos rectas, que não os trabalhadores.

 

Como vê, ele há erros que vêm por bem e há quem escreva direito por linhas tortas e nem é Deus."

 

João Ramos de Almeida no Ladrões de Bicicletas

 

 

 

 

Noção

por josé simões, em 13.10.20

 

1.jpg

 

 

O Presidente da República já desejou as melhoras de Cristiano Ronaldo e desdramatizou a ausência do jogador no jogo de amanhã com a Suécia.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Errol Flynn contra os malfeitores

por josé simões, em 20.09.20

 

captain-blood-1935-001-errol-flynn.jpg

 

 

Diz Marcelo Rebelo de Sousa que que está «"feliz" por assistir, durante o seu mandato, "a passos da justiça portuguesa em inúmeros casos relevantes", nomeando a Operação Marquês, o Caso BES, Tancos e agora Operação Lex». "Durante o seu mandato". Como se tivesse alguma coisa a ver com isso, como se fosse a seu mando que a justiça passou a andar a toque de caixa, schnell! schnell! Como se o Presidente da República fosse tido e achado no desenrolar dos acontecimentos no Estado de direito democrático da separação de poderes.

 

Diz que fake news é com o Trump e que populismo é com o Ventas do Chaga.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Acabou a Festa do Avante!

por josé simões, em 07.09.20

 

marcelo.jpg

 

 

Acabou a Festa do Avante! e com ela os riscos para a saúde pública por via da propagação do vírus no desrespeito pelas [boas] regras do distanciamento social.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 05.09.20

 

circo mundial.jpg

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa, a picareta falante especialista em tudo o que respira à face da terra, e debaixo de água também, depois de semanas a criar percepções nas pessoas sobre os muitos milhares que devem marcar presença na Feira do Livro, de outros tantos milhares que devem rumar ao Algarve para a Formula 1, e dos milhares que se devem manter o mais longe possível da Quinta da Atalaia, aparece a dizer que não é especialista em regras sanitárias e que a percepção que tem é que as pessoas têm uma percepção negativa sobre a Festa do Avante! . E isto é a política politiqueira elevada a um nível acima do nível da política politiqueira inventada e cultivada pelo especialista Marcelo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Ainda sou do tempo de Marcelo ir à Festa do Avante!

por josé simões, em 30.08.20

 

Miss Bugs - Do no harm ice lolly (Yellow Blades).j

 

 

Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", fez figura de __________ na inauguração da feira do livro no Porto, interpelado por uma cidadã a filmar-se para ser filmada - no futuro todos vão querer os seus 15 minutos de anonimato, enquanto gastava os seus 15 minutos de fama num ror de lamurias, com mentiras à la Chega à mistura - o não aumento do salário mínimo nacional que foi aumentado pela primeira vez em muitos anos durante os anos da 'geringonça'.

 

Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", fez figura de __________ na inauguração da feira do livro no Porto; Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", foi apanhado desprevenido, ou Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", que inventa menus de degustação com sopas de nome franciu, fez figura de ___________ consciente da figura de ___________ que estava a fazer?

 

Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", e a vida negra que António Costa vai ter no segundo mandato de Marcelo, como "supremo magistrado da Nação", e os sapos que vai ter engolir todos os dias com o apelo ao voto que fez.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 07.07.20

 

1927-felix-adler-clown.jpg

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente de todos os portugueses, apelou a que os indígenas passem férias no sul do país, que as outras regiões não estão necessitadas nem com a restauração e a hotelaria com a corda no pescoço e com o desemprego e a miséria a espreitar. No Algarve dos preços baratos, não fosse em Espanha serem ainda mais baratos, mesmo incluindo a gasolina para a deslocação e as portagens que não se pagam. No Algarve das ementas escritas em inglês, beef, french fries, bull fight, sports giant screen full HD, ex-rooms - chambres - zimmers. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente de todos os algarvios

 

¿Por qué no te callas?

 

[Imagem]