Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Liberalismo cultural

por josé simões, em 20.08.21

 

Philip Lück.jpg

 

 

Todos vimos e ouvimos o vice-almirante Gouveia e Melo no telejornal da noite da televisão do militante n.º 1, SIC Notícias, depois de ser medalhado pelo Presidente da República, dizer que as metas da vacinação vão ser cumpridas,  apesar do "Queimódromo" do Porto estar suspenso. Portanto esta privatização da vacinação é só uma questão ideológica e de amiguismo do presidente da câmara do Porto, com a cumplicidade e complacência do Governo PS. E isto tem um nome: liberalismo cultural, ou cegueira ideológica, ou com as calças do meu pai sou um homem, que é como quem diz o dinheiro do contribuinte é um poço sem fundo.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

“Privatize-se tudo!” *

por josé simões, em 18.08.21

 

morto.jpg

 

 

À direita, que no início da pandemia afiançava o Serviço Nacional de Saúde não ter capacidade para assumir a hercúlea missão de vacinar um país inteiro e que para tal era necessário privatizar a vacinação, cabe agora a tarefa de explicar ao país inteiro porque é que da única vez que a vacinação foi privatizada deu merda.

 

Queimódromo do Porto só reabre após fim do inquérito aos problemas detectados

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

* "E, já agora, privatize-se também
a puta que os pariu a todos."

 

 

 

 

"O ranking das escolas é liiiiindoooo!"

por josé simões, em 09.07.21

 

The Use of Books, Matthias Hübner and Brad Downey

 

 

O Expresso, que todos os anos faz grandes parangonas com o "ranking das escolas" e a excelência do ensino privado, replicado durante dias pela SIC e SIC Notícias com o "ranking das escolas, segundo o Expresso", é o Expresso que dá a notícia da suspensão da directora do 24.º classificado em 2020, o Externato Ribadouro no Porto, por inflação de notas, e que o "Ministério determina fecho do colégio do Porto por um ano lectivo, mas a pena é suspensa por dois". "O ranking das escolas é liiiiindoooo!" [pregão].

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"Lisboua"

por josé simões, em 29.05.21

 

x.jpg

 

 

"Não vamos ter o que aconteceu em Lisboa"

"É necessário desmanchar a má imagem depois da vergonha a que se assistiu em Lisboa"

 

Só um irracional e profundo ódio a "Lisboua", à moirama, pode explicar as bojardas de alguém que anda há dezenas de anos no futebol e conhece como ninguém o comportamento dos adeptos bifes nas deslocações ao estrangeiro e a países sem restrição de venda de bebidas alcoolócias.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

A dona Maria Guilhermina explica

por josé simões, em 03.05.21

 

 

 

A dona Maria Guilhermina, da Casa Botónia no Porto, desmonta o parlapié da direita do tugão das empresas que criam riqueza, do cortar na massa salarial e do despedir em tempos de crise.

 

 

 

 

O regresso da barata tonta

por josé simões, em 09.03.21

 

nicolasbruno.jpg

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa, que auto-confinou por vontade presidencial em Março de 2020, havia meia centena de casos e menos de uma mão de mortos, e que logo no desconfinamento andou de norte a sul do país a ver se a água das praias estava boa de sal, enquanto bebia imperais em alegres cavaqueiras grupais e partilhava bolas de Berlim com putos que lhe apareciam pela frente, depois de ter salvo duas jovens de morrerem afogadas com água pelo joelho; Marcelo Rebelo de Sousa que "não é especialista em regras sanitárias", depois de ter apelado a muitos milhares na Feira do Livro de Lisboa e na Fórmula 1 no Algarve, enquanto perorava sobre a "percepção negativa" que as pessoas têm da Festa do Avante!, Marcelo Rebelo de Sousa que explicou a todos os portugueses como haviam de contornar as restrições do Natal, que tanto se "empenhara" em salvar, para logo a seguir fazer uma visita de campanha eleitoral a um lar de idosos, sem saber o resultado de um dos milhentos testes Covid que já fez desde que a pandemia deu à costa, com as televisões a passarem imagens da urgência do hospital de Setúbal a rebentar pelas costuras, com doentes arrumados pelo chão onde havia espaço, e do hospital de Torres Vedras, com ambulâncias com cinco horas de fila de espera, enquanto aproveitava para passar um ralhete aos portugueses por não levarem o confinamento a sério; Marcelo Rebelo de Sousa, depois de toda a pressão que fez sobre o Governo para um segundo confinamento, com encerramento das escolas, no dia em que toma posse para novo mandato presidencial vai a assapar para o Porto para um passeio pelo bairro do Cerco, perante a estupefacção os portugueses confinados, incrédulos nas janelas e varandas, rodeado por uma multidão de jornalistas e por outros mais afoitos que viram aqui o sinal de partida para o que aí vem. A seguir vamos todos salvar a Páscoa.

 

[Link na imagem]   

 

 

 

 

Ainda sou do tempo de Marcelo ir à Festa do Avante!

por josé simões, em 30.08.20

 

Miss Bugs - Do no harm ice lolly (Yellow Blades).j

 

 

Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", fez figura de __________ na inauguração da feira do livro no Porto, interpelado por uma cidadã a filmar-se para ser filmada - no futuro todos vão querer os seus 15 minutos de anonimato, enquanto gastava os seus 15 minutos de fama num ror de lamurias, com mentiras à la Chega à mistura - o não aumento do salário mínimo nacional que foi aumentado pela primeira vez em muitos anos durante os anos da 'geringonça'.

 

Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", fez figura de __________ na inauguração da feira do livro no Porto; Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", foi apanhado desprevenido, ou Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", que inventa menus de degustação com sopas de nome franciu, fez figura de ___________ consciente da figura de ___________ que estava a fazer?

 

Marcelo, o "supremo magistrado da Nação", e a vida negra que António Costa vai ter no segundo mandato de Marcelo, como "supremo magistrado da Nação", e os sapos que vai ter engolir todos os dias com o apelo ao voto que fez.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Convinha esclarecer uma quantidade de coisas antes de termos todos de gramar com mais populismo

por josé simões, em 27.05.20

 

tap.jpg

 

 

Gradualmente as empresas privadas de transportes - terrestres, marítimos e aéreos, estão a repor as operações. E fazem-no em função da procura/ volume de passageiros. A TAP, como empresa privada que é, "vai voltar aos céus com 73 rotas a partir de Lisboa e apenas três a partir do Porto".

A TAP, como empresa privada que é, não quer ganhar dinheiro e por isso só retoma três rotas a partir do Porto?

A TAP, como empresa privada que é, está apostada em perder dinheiro com as 73 rotas a partir de Lisboa, que não fazem falta ali mas noutro ponto cardeal?

A administração da empresa privada TAP optou por 73 rotas a partir de Lisboa e três a partir do Porto só para chatear Rui Moreira, o PS Porto, Rui Rio, Pinto da Costa e qualquer um que apareça a falar do centralismo de Lisboa?

A TAP, como empresa privada que é, devia começar já com 10 voos de manhã e mais 10 à tarde, do Porto para algum lado e para lado nenhum, só porque tem as cores da bandeira portuguesa?

A TAP, como empresa privada que é, devia ter gestão pública de atirar dinheiro para aviões vazios porque o Estado detém 50% do capital e é o último a falar e quando chega a sua vez fica calado porque não tem voto na matéria?

É que convinha esclarecer uma quantidade de coisas antes de termos todos de gramar com mais populismo, agora em modo regionalismo-futeboleiro.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 22.01.20

 

marido-de-isabel-dos-santos-compra-casa-manoel-de-oliveira.jpeg

 

 

Porto “não tem interesse específico na fundação” Sindika Dokolo, diz Rui Moreira

 

[Imagem]

 

 

 

 

Do que é que nos queixamos concretamente?

por josé simões, em 28.10.19

 

naomi klein.jpeg

 

 

A maioria encolhe os ombros, os outros até dão razão à marca, por interposta pessoa, a Câmara do Porto, enquanto criticam a atleta. Os "cortes orçamentais" e o "interesse público" e o "dinheiro que não chega para tudo". Do que é que nos queixamos concretamente?

 

[A imagem é minha]

 

 

 

 

"O Doutor Salazar"

por josé simões, em 22.06.19

 

o grande ditador.JPG

 

 

O Parlamento aprovou hoje o projeto do Bloco pela criação do Museu da Resistência e Liberdade, a ser instalado no Porto, onde era a PIDE. Para que nunca esqueçamos o terror e quem tanto lutou pela liberdade. A favor: BE, PS, PCP, PEV, PAN e Ninsc Contra: CDS Abstenção: PSD

 

"O Doutor Salazar" como sempre diz Paulo Portas com a voz embargada de um temor reverencial.

 

 

 

 

O Estado de direito sob a égide do regionalismo-futeboleiro

por josé simões, em 04.02.19

 

 

 

Diz Rui Moreira, presidente eleito da Câmara do Porto, a propósito do chumbo do Tribunal de Contas ao projecto para o antigo matadouro industrial do Porto, que "não é possível governar uma cidade cumprindo a palavra dada ao cidadão eleitor, se se continuar a permitir que órgãos não eleitos extravasem as suas funções e violem o princípio da separação de poderes", de uma assentada mandando à merda a Constituição da República Portuguesa e defendendo a inauguração de uma nova era no Estado de direito democrático:

 

- a da eleição dos juízes dos tribunais pelo voto popular depois de animada campanha patrocinada pelos caciques e barões diversos dos partidos?

- a da instituição de um tribunal a jeito por cada futura região administrativa a criar, caso o povo se decida por votar "Sim" em novo referendo à regionalização?

 

Não perguntaram os jornalistas nem explicou o caudillo Moreira, critico do anacrónico modelo de voto português e apologista da regeneração do sistema político pela ditadura, que é só uma questão de léxico já que "quando o Salazar chegou ao poder [...] criou o nome ditadura nacional e não era nada insultuoso".

 

[Imagem]

 

 

 

 

Fechem esta merda e atirem a chave ao rio

por josé simões, em 22.10.18

 

 

 

[Via]

 

 

 

 

Espalhou-se ao comprido

por josé simões, em 26.09.18

 

Frame grab from Beep Beep, showing Wile E. Coyote and the Road Runner (1952, dir. Chuck Jones).jpg

 

 

Na ânsia de ficar bem na fotografia e de agradar ao regionalismo-futeboleiro António Costa espalhou-se ao comprido e, não contente com o o estrondo do espalhanço, continua a meter os pés pelas mãos com desculpas mal-amanhadas. Se quisesse realmente descentralizar, se a ideia fosse essa, tinha prometido, e cumprido, o Infarmed em Braga ou Évora, que também têm universidade e auto-estrada. Digo eu, que sou de Setúbal.

 

 

 

 

O caudillho do regionalismo-futeboleiro

por josé simões, em 25.07.18

 

ovo da serpente (1).jpg

 

 

Resumo da entrevista de Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, à SIC Notícias:

 

- O Porto vai sair da Associação Nacional de Municípios porque a Associação Nacional de Municípios, por unanimidade de votos dos seus membros, tomou posição à que, enquanto presidente da Câmara do Porto, considero contrária aos interesses da cidade, merecedora do estatuto de Estado-nação.

 

- O Tribunal de Contas, com o devido respeito, age como "força de bloqueio", com o devido respeito, porque, como dizem os 'amaricanos', no seu papel de "checks and balances" consagrado na Constituição da República Portuguesa, toma posições que eu, enquanto caudillo eleito, com o devido respeito, considero contrárias aos interesses da cidade do Porto, merecedora do estatuto de Estado-nação.

 

E remata com "o Poder político é a expressão do povo em democracia" depois de ter passado toda uma entrevista a criticar as decisões do poder político democrático. Com o devido respeito.

 

[Imagem]

 

A seguir o PS, e o PS Porto que é uma espécie de PS-nação dentro do PS nacional, vai aparecer com falinhas mansas depois de ter andado anos a chocar o "ovo da serpente".