Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| No dia em que Quarteira foi a Capital Europeia da Mentira

por josé simões, em 16.08.15

 

buggs bunny.jpg

 

 

A questão já nem é que eles querem que nós acreditemos piamente que é verdade a mentira que nos contam. Não. A questão é se eles próprios acreditam piamente que a mentira que nos contam é mesmo verdade tal é a intensidade que colocam na representação, se já vivem a tempo inteiro entrincheirados na realidade paralela que criaram para nós. Mau demais para ser verdade.


[Imagem]

 

 

 

 

|| Eu é mais caracóis

por josé simões, em 16.08.13

 

 

 

E, como diz o povo, pior que ser burro é ser burro e não querer aprender [desculpem a repetição mas isto só lá vai com muitos "e"] e, pelo terceiro ano consecutivo, o pêndulo do Tribunal Constitucional sobre a cabeça do Governo. O problema não é o não se saber governar em democracia, o respeitar as instituições democráticas e o normal funcionamento das instituições, os mui famosos freios e contrapesos, que são bons lá na América ou, vá lá, na Alemanha que também tem Constitucional. Não. O problema é o Tribunal Constitucional que não compreende que a política fora-da-lei do Governo, que não teve a coragem de propor uma revisão constitucional que legitimasse a sua política, é boa, muito boa, para o país. Falta, também pelo terceiro ano consecutivo, dizer qual país. E tudo gira à volta disto, since Junho de 2011, e tudo o resto é um imenso vazio de balh-blah-blah e propaganda manhosa com penteado e voz de barítono.

 

[A imagem é a da nossa, éramos muitos, mesa no Largo da Fonte Nova em Setúbal à hora da homilia pontalícia "este homem vive em Massamá, não vive em condomínio fechado", com intermitências]

 

 

 

 

 

 

|| E isso devia ser explicado às pessoas

por josé simões, em 15.08.11

 

 

 

Há uma [graaaaande] diferença entre cortar na despesa do Estado e desmantelar o Estado em favor de grupos empresariais, e da Igreja por interpostas pessoas. E isso não é um avanço é um recuo, e  “não tem paralelo nos últimos 50 anos”.

 

(Na imagem Xulio Somoza,1848-1940, Fundador del grupu asturianista 'La Quintana')