Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Agora que é moda falar da praga em que se tornou o plástico

por josé simões, em 08.06.18

 

máquina água.jpg

 

 

São dezenas de copos todos os dias só nesta máquina. Agora que já ninguém sabe beber água de outra maneira é transpor isto para a escala de uma cidade, de um país, de um continente, de um planeta. Se calhar era por aqui que os governos podiam começar o combate e dar o exemplo: erradicar estes copos de todas as repartições públicas e organismos do Estado.

 

 

 

 

E o juiz não ter citado a Bíblia no acordão já é um avanço civilizacional

por josé simões, em 29.03.18

 

 

 

[...] a empresa de celulose situada em Vila Velha de Ródão (distrito de Castelo Branco) recorreu judicialmente dos dois processos já decididos administrativamente, sendo que num deles lhe foi aplicada uma coima de 12.500 euros e no outro, ainda a aguardar decisão do Tribunal, de 48.000 euros.

 

No caso da coima de 12.500 euros, o Tribunal reduziu esse valor para 6.000 euros "e decidiu substituir o pagamento da coima por uma admoestação, ou seja, por uma repreensão escrita.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não tira selfies quem quer, tira quem pode

por josé simões, em 29.01.18

 

Marcelo.jpg

 

 

Não se pedia a Marcelo, Presidente, que fosse mergulhar no Açude de Abrantes, mas pelo menos uma selfie com os desgraçados que andam a catar espuma para os camiões cisternas. Pelo menos isso.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 25.01.18

 

mr_bingstagram.jpg

 

 

Ver os deputados Duarte Marques, do PSD, e Patrícia Fonseca, do CDS, da maioria parlamentar de suporte ao Governo da direita radical que entregou a pasta do ambiente à agricultura de Assunção Cristas do CDS, da eucaliptização por cima da biodiversidade, do ordenamento do território e da Reserva Agrícola Nacional, "isso depois logo se vê"; da maioria parlamentar de suporte ao Governo da direita radical que entregou a pasta do ambiente à economia de Pires de Lima do CDS, da celulose e da pasta de papel, em nome da recuperação, do crescimento económico e da criação de emprego – directo e indirecto, propagandeado primeiro, nunca contabilizado e confirmado depois; da bancada parlamentar de suporte ao Governo da direita radical que bloqueou todas as acções inspectivas ambientais em nome da racionalização de custos e meios e de cortar fatias de gordura ao Estado – o celebérrimo fazer mais com menos; Duarte Marques, do PSD, e Patrícia Fonseca, do CDS, agora na bancada parlamentar da oposição preocupados com a poluição no Tejo, das descargas das celuloses e de outras criações de riqueza avulso. Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Acho que nem assim percebem

por josé simões, em 15.11.17

 

1 (6).jpg

 

 

2 (6).jpg

 

 

3 (7).jpg

 

 

luzinterruptus highlights the threat of plastic waste with bordeaux façade installation

 

 

 

 

||| Da hipocrisia

por josé simões, em 22.09.15

 

volkswagen-photo-by-walter-sanders-for-life-1951.j

 

 

Da hipocrisia ocidental que deslocaliza industria para o terceiro mundo como forma de contornar legislação ambiental e que fecha os olhos à campeoníssima China das emissões de CO2 e dos atentados ambientais e ecológicos porque há que fazer negócio no império do crescimento de dois dígitos e eles são muitos, consumidores e produtores baratos.


Destruir a floresta tropical e os cursos de água com a exploração petrolífera? Pode. Um VW emitir gasaria acima da média definida por quem destrói a floresta tropical e os cursos de água? Não pode.


Destruir irremediavelmente o Árctico por causa do petróleo e do gás natural? Pode. Um VW emitir gasaria acima da média definida por quem destrói irremediavelmente o Árctico? Não pode.


Desflorestar o Amazonas e a floresta húmida por causa das madeiras que fazem os soalhos e os móveis do luxo ocidental? Pode. Um VW emitir gasaria acima da média definida por quem destrói o Amazonas e a floresta húmida? Não Pode.


Abrir crateras em serras e montanhas, e até em parques e reservas naturais, no saque aos mármores e à pedra que faz o cimento das casas do bem-estar ocidental? Pode. Um VW emitir gasaria acima da média estabelecida por quem abre crateras em serras e montanhas, e até em parques e reservas naturais? Não pode.


[Imagem]

 

 

 

 

||| 3 de Dezembro de 1984 – 3 de Dezembro de 2014

por josé simões, em 03.12.14

 

Bhopal, India.png

 

 

Bhopal, India [segundo a Magnum Photos]

 

 

 

 

||| Quando a realidade ultrapassa a ficção

por josé simões, em 19.01.14

 

 

 

Ridley Scott, John Carpenter, ou George Miller, o de Mad Max, não teriam feito melhor. Como nos filmes do pós-apocalipse, em modo o admirável mundo novo do crescimento a perder de vista.

 

 

 

 

 

 

|| Vergonha

por josé simões, em 25.10.09

 

 

 

Um país que se reclama de “líder nas energias renováveis” e na luta contra o aquecimento global (o Youtube está cheio de filmes de propaganda como este) não quer consegue resolver o problema das descargas poluentes e ilegais numa ribeira. Shame on you!

 

(Primeiro no Twitter)

 

(Imagem de Lenki fanada no Liberation)

 

 

 

Recordação das férias – Ganso(s)

por josé simões, em 02.09.08

 

Durante 20 dias; todos os dias. Com as marés.

Pontuais qual Sir Espada no Club dos Gentleman em Oxford, lá vinham elas. No mínimo umas 10/ 12 por maré.

As caixinhas de cartão revestidas a película de alumínio. Do empresário Casimiro & mai’los seus filhos.

Ganso Nacional” com “Entregas Diárias todo o País” (sic); que faz as delícias dos pescadores lusos e engrossa a conta bancário do senhor Casimiro e respectiva prole e entulham o litoral desde a Praia a Califórnia em Sesimbra até ao Cabo de Sagres.

 

Um Ganso com a Cruz de Cristo devia ser a bandeira a hastear pela Quercus, na Praia do Malhão, na Praia de Odeceixe, na Praia da Carriagem ou na Praia do Vale dos Homens; por exemplo.