Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

100 anos do PCP

por josé simões, em 06.03.21

 

1.jpg

 

 

No dia em que o PCP assinala o seu centésimo aniversário o jornal do militante n.º 1 faz primeira página com um fascista nascido, criado e engordado dentro de portas - o PSD.

 

A Cristina na imagem é o quadradinho que Marcelo não arranjou no sítio da Presidência para parabenizar o PCP, nem o minuto que não usou para telefonar a Jerónimo de Sousa, e a prova provada de que qualquer cata-vento pode ir à Festa do Avante! desde que compre o bilhete.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Coragem

por josé simões, em 10.02.21

 

take courage.jpg

 

 

Se as pessoas não circularem o vírus não circula, parece ser dado por todos adquirido. Parece. E como é que se consegue que as pessoas não circulem? Fechamos a ilha, como fizeram australianos e neo-zelandeses - para nós não dá; impomos a lei do chicote sem dó nem piedade - como fizeram os chineses, mas suspender a democracia está fora de questão; forçamos um confinamento recorrendo à figura do "estado de emergência", consagrada na Constituição da República do Estado de direito democrático, e vamos gerindo a coisa. Por isso a necessidade de "reabrir a economia" à cultura, ao desporto e às escolas, tudo actividades que movimentam milhares de pessoas a horas certas em locais fechados - o vírus a circular, soa a desculpa para não se dizer que se vota contra só por se ser do contra.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O porco na chafurda, III

por josé simões, em 03.01.21

 

pig-face.jpg

O Ventas incumbiu os minions do Chaga da nobre tarefa de entrarem todos ao mesmo tempo no site do PCP para o meterem em baixo, depois o Ventas do Chaga disse "estão a ver a vergonha que o PCP de ser apanhado a tecer loas à URSS, à Venezuela, à Coreia do Norte, a Cuba, que até apagaram o site para ninguém poder ler o que lá está?", e os idiotas úteis, que vivem no Facebook a largar merda da boca para fora para não entrar mosca, foram todos a correr confirmar se era mesmo verdade que o site estava em baixo e, com esta segunda vaga massiva, ainda o sobrecarregaram mais e mais abaixo foi para dar razão ao Ventas. "É pá, realmente estes comunas... O Ventas é que tem razão!". Foi o ex [?] camarada de partido Fernando Moreira de Sá quem delineou a estratégia?

 

[Imagem]

 

O porco na chafurda, Capítulo II

 

 

 

 

Reforma estrutural

por josé simões, em 14.12.20

 

stalin_clown.jpg

 

 

Houve um tempo que não foi há tanto tempo quanto isso em que o PCP pedia a queda do Governo por uma qualquer barbaridade de um qualquer ministro, agora "agir de cabeça quente não ajuda a resolver o problema" e "despedir ministros à peça não é o caminho". E isto, mais que uma "mudança de paradigma", é uma verdadeira "reforma estrutural".

 

 

 

 

O líder do maior partido do engraçadismo

por josé simões, em 30.11.20

 

Sem Título.jpg

 

 

Quando tens o partido que lideras a ser papado pelo sucedâneo de extrema-direita, incubado durante décadas entre portas com a capa do "sentido de Estado", depois legitimado em acordos para a governação, e a única coisa que te ocorre é chutar para canto com piadas sobre os comunistas.

 

"A brincar, a brincar, foi o macaco ao cu à mãe", vox pop.

 

[Rui Rio no Twitter]

 

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 25.11.20

 

jsd cartaz 25 novembro.jpg

 

 

16h – Após ter contactado Álvaro Cunhal e a Intersindical Nacional, o Presidente da República obtém do PCP a confirmação de que não mobilizaria os seus militantes para qualquer acção de rua.

 

O oficial spinolista António Ramos, insuspeito de esquerdismo, confirmou que, no 25 de Novembro, terá havido diversas “cascas de banana” lançadas à extrema-esquerda, que nelas caiu. [...] Afirmou que o PCP não participou na “intentona”, que, por isso mesmo, fracassou, pois faltara a “máquina de informações” comunista.

 

No dia em que "o comunismo foi dominado e o 25 de Abril finalmente cumprido", segundo a narrativa da direita radical, por tropas que previamente juraram fidelidade à cadeia de comando e ao Presidente da República, general Costa Gomes, suspeito de simpatias pelo PCP. E no dia em que a direita radical conseguir explicar isto sem rococós e realidades alternativas vai ser um grande dia.

 

Depois de uma aliança com o Chaga para a governação nos Açores, o cartaz da juventude do Chaga da JSD para assinalar o 25 de Novembro. Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

 

 

 

Por unanimidade e aclamação

por josé simões, em 22.11.20

 

A general view of the 27th Congress of the Communi

 

 

Muito mais interessante que o barulho fomentado, por quem não viu a pela Fórmula 1 no Algarve nem as romarias a Fátima, sobre se o PCP deve ou não realizar o seu congresso, e amplificado por uma comunicação social que olimpicamente ignorou os jantares de Verão do Chaga com 800 e muitas pessoas, todas muito aconchegadinhas, é a discussão que não há, e estas coisas passam pelos pingos da chuva com uma total indiferença e até uma aceitável normalidade, sobre a redução do número de delegados ao congresso dos comunistas. Qual o critério para a redução? Porque é que vai este e não vai aquele? É por número de militante com direito a xis votos como nos clubes de futebol? Há militantes mais militantes que os militantes? Há organizações mais organizações dentro da organização? Quem decidiu e quem escolheu quem? O que é que pensam os delegados que viram a sua presença cancelada enquanto ao camarada do lado a ida era confirmada? Tanto faz a presença de 600 como a de 1200? Qual o papel de um delegado no congresso do PCP, aprovar por unanimidade e aclamação e no final cantar três hinos - Avante Camarada, Internacional e Portuguesa, a balançar o corpo compassadamente da direita para a esquerda?

 

Importante para a qualidade da democracia é ter o líder do maior partido da oposição, que ostenta "social-democrata" no nome, a tresler uma Lei, coadjuvado por um militante ex-juiz do Tribunal Constitucional, e um partido que realiza congressos com delegados por atacado para a coreografia nas televisões, e nas bancadas em tempos de normalidade.

 

[Na imagem "A general view of the 27th Congress of the Communist Party of the Soviet Union (March 1986)". RIA/ Novosti]

 

 

 

 

Ano 46 depois do 26 de Abril

por josé simões, em 21.11.20

 

salazar.jpg

 

 

Logo após António Costa ter anunciado as novas medidas contra a Covid 19, Bernardo Ferrão, alegado sub-director da SIC Notícias, aparece na televisão do militante n.º 1 a acusar o primeiro-ministro de se escudar na Lei, es - cu - dar - na - Lei. Ainda o Ferrão estava deslumbrado com a profundidade da sua análise já Rui Rio estava a dar à unha no Twitter, a tresler a Lei, de forma a que fosse proibido, por Lei, o Congresso dos comunistas a realizar no mesmo dia em que o seu colega do Chaga reúne o Conselho Nacional em concelho de risco muito elevado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Socorro que vem aí o diabo!

por josé simões, em 23.10.20

 

new-york-sunshine-repent-or-perish-film.jpg

 

 

Argumentar que um eventual chumbo do Orçamento do Estado pelo Bloco de Esquerda é chamar Passos Coelho - o agregador da direita, para lhe entregar o poder de volta, tal e qual o chumbo do PEC IV de Sócrates, é só má-fé argumentativa e deliberadamente ignorar que Passos Coelho foi a votos, que ganhou em eleições livres e democráticas, que nem o PCP nem o Bloco metem quem quer que seja a governar, e fazer de conta que António Costa não se meteu no buraco onde se encontra quando disse "No dia em que a sua subsistência depender do PSD, este Governo acabou" e que agora, com a cumplicidade dos media e dos paineleiros-comentadeiros com lugar cativo, atira o ónus da culpa para os ex-parceiros da 'Geringonça' e espera que se anulem e abdiquem dos seus princípios em função do Governo minoritário PS, numa espécie de TINA 2.0?

 

[Imagem]

 

 

 

 

Rewind/ Fast Forward

por josé simões, em 21.10.20

 

Tim Fishlock.jpg

 

 

E voltamos ao ponto de partida que é o de um partido que se reclama da esquerda e que passou 40 dos 46  anos da democracia a governar à direita, com os votos da direita ou em coligação com a direita, a acusar a esquerda de votar com a direita no Orçamento do Estado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Liberta o Ventura que há em ti

por josé simões, em 31.08.20

 

contra avante.jpg

 

 

Porque é que é necessário que "muitos milhares de pessoas" visitem à 90.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, que "foi preciso coragem para pôr de pé", sem fazer estardalhaço com a Direcção-Geral da Saúde;

Porque é que é importante já estarem 28 mil bilhetes vendidos, de um pacote mínimo de 50 - cinquenta - 50 mil, para a corrida de Fórmula 1 no Autódromo Internacional do Algarve, sem pruridos de saúde pública em Rui Rio, no CDS e outros palermas avulso;

Porque é que a Festa do Avante! , num recinto onde cabem 100 mil, e num máximo de 33 mil proposto pela organização, só pode comportar 16.563 pessoas e a venda de bebidas alcoólicas vai ser proibida a partir das 20 horas, depois de semanas a fio de ruído em tudo o que é meio de comunicação?

 

Se calhar é melhor fazer a vontade a Marcelo e votar noutro partido que ressuscite uma DGS para meter os comunistas na ordem, pública. A bem da nação.

 

[O "Contra Avante" na imagem]

 

 

 

 

Tovarish Rui Rio

por josé simões, em 26.08.20

 

Our goals are clear, our tasks are decided. Let's

 

 

Como "estamos em democracia e isto não é a União Soviética" Rui Rio quer que o Governo tome uma atitude soviética e proíba um evento organizado por um partido político em democracia. Tovarish Rui Rio!

 

[Na imagem cartaz soviético de propaganda: "Os nossos objectivos são claros, as nossas tarefas decididas. Vamos trabalhar, tovarischi! Nikita Khrushchev"]

 

 

 

 

Ditadura e repressão no cu dos outros para mim é refresco

por josé simões, em 13.08.20

 

1.jpg

 

 

As eleições presidenciais foram ganhas por Alexander Lukashenko, o actual chefe de Estado, que obteve 80% dos votos e que acusa países ocidentais de coordenar protestos com a oposição vencida.

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 29.05.20

 

clown (3).jpg

 

 

Dirigente do PCP nega que haja repressão em Hong Kong e critica media por abafarem "fabuloso desenvolvimento" da China

 

[Imagem]

 

 

 

 

O PCP rem um plano delineado que lhe permite regressar à clandestinidade já amanhã se for caso disso

por josé simões, em 17.05.20

 

original.jpg

 

 

O PCP confunde "actividade política" com mosh ao som da Carvalhesa. O PCP confunde "liberdades democráticas" com o picnicão da bandeira vermelha. O PCP ficou ainda antes de 1974 nas manifestações de força coreografadas para impressionar o povo. O PCP rem um plano delineado que lhe permite regressar à clandestinidade já amanhã se for caso disso e manter a edição do Avante! por stencil. Era o que faltava!