Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não há Deus

por josé simões, em 28.03.20

 

3.jpeg

 

 

2.jpeg

 

 

1.jpeg

 

 

5.jpeg

 

 

4.jpeg

 

 

"Não há Deus", conta-se que foi o grito de um rabino para o grupo em que seguia às portas da câmara de gás num campo de concentração alemão durante o holocausto.

 

[Imagens]

 

 

 

 

Podia ser uma primeira página do Expresso

por josé simões, em 01.03.20

 

CM.jpg

 

 

 

 

Cara de Papa

por josé simões, em 12.05.17

 

cerelac.JPG

 

 

"...porque é um Papa de que toda a gente gosta e porque realmente tem cara de Papa"

 

Teen entrevistada no santuário de Fátima depois de Francisco, Papa, ter passado pelo meio da multidão.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

Caladinhos

por josé simões, em 27.04.17

 

Jeans-Marie.jpg

 

 

Em nome da Função Pública e com a benção dos partidos da 'Geringonça', ateus-agnósticos-jacobinos-laicos e religiosamente multi coloridos mas com a base eleitoral de apoio à sombra do Estado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

||| E quando pensávamos que já tínhamos visto de tudo...

por josé simões, em 15.11.14

 

 

 

 

O concerto começa, devagar, com “Jesus died for somebody's sins but not mine, Meltin' in a pot of thieves, Wild card up my sleeve, Thick heart of stone, My sins my own, They belong to me, me” e termina em apoteose com a sala de pé a entoar “Jimi Hendrix was a nigger, Jesus Christ and Grandma, too. Jackson Pollock was a nigger, Nigger, nigger, nigger, nigger, Nigger, nigger, nigger”?

 

Papa Francesco sorprende la Curia e chiama Patti Smith al suo concerto

 

[A imagem é fanada deste filme]

 

 

 

 

 

 

||| Da série "Grandes Primeiras Páginas"

por josé simões, em 17.12.13

 

 

 

O Papa Francisco na capa da The New Yorker.

 

 

 

 

 

 

||| Privatize-se o Vaticano!

por josé simões, em 26.11.13

 

 

 

Dirigido por essa espécie de Mário Soares de batina branca que, brandindo o báculo, incita o Povo de Deus à violência:

 

«O Papa Francisco atacou o capitalismo sem limites como "uma nova tirania" e advertiu que a desigualdade e a exclusão social "geram violência" no mundo e podem provocar "uma explosão"»

 

Dos paineleiros-comentadeiros, com lugar cativo nos media e agenda governamental para cumprir, não são de esperar milagres argumentativos depois do "t’arrenego!" a Mário Soares. De Paulo Portas, sempre mui pio e temente na primeira fila, logo à frente do ambão e de boca aberta para tomar O Senhor, é esperado mais um milagre contorcionista, ou o milagre com que é, pela Graça de Deus, atendido bastas vezes: o de passar pelos intervalos da chuva.

 

[Imagem de Duncan Phillips]

 

 

 

 

 

 

|| Tudo dentro da normalidade

por josé simões, em 14.03.13

 

 

 

Diz que o novo Papa é contra a contracepção, o casamento entre pessoas do mesmo sexo, e que gosta de futebol. Tudo normal dentro da normalidade da Igreja Católica.

 

Também diz que o novo Papa é amigo da extrema-direita saudosista das ditaduras que durante dezenas de anos massacraram os povos sul-americanos e que foi cúmplice do roubo de bebés pelo regime do torcionário Videla. Também tudo normal dentro da normalidade da Igreja Católica, onde todos são filhos de Deus, mesmo os seguidores do Diabo, desde que respeitem a normalidade da Igreja Católica.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Eu hoje acordei assim

por josé simões, em 12.02.13

 

 

 

 

 

 

|| Desonra

por josé simões, em 13.09.10

 

 

 

«por ter desonrado uma rapariga de 14 anos», «desonrou a concubina do pai e uma sobrinha». Por mais bárbara que seja a atitude a desonra é sempre da mulher. Um livro escrito no princípio do século passado, ou por um qualquer João César das Neves sob pseudónimo.

 

(Imagem Man of the Cloth by alan1828)

 

 

 

 

|| Idiota (*)

por josé simões, em 10.05.10

 

 

 

 

Quem investiu precioso tempo da sua vida a comparar o incomparável – a tournée papal com entradas livres e a digressão de uma banda rock com entradas pagas e a preços “proibidos” –, devia agora aplicar mais um pedacinho da sua sapiência e explicar-nos os milhares nas ruas, sem tolerância de ponto e sem autocarros a transportar tudo o que é beatas das paróquias da província para Lisboa e Porto.

 

(*)

 

 

 

 

|| I beg your pardon?!

por josé simões, em 02.03.10

 

 

 

«“Partimos de uma pedra típica de Lisboa” para fazer o palco (…)»

 

Alguém me sabe explicar o que é “uma pedra típica de Lisboa”?

 

(Imagem)

 

 

 

|| Papa questiona falta de fé

por josé simões, em 06.01.10

 

 

 

E é um direito que lhe assiste. Assim como assiste a outros o direito de questionar a crendice e a superstição. E até aqui nada de novo, ou como dizem os “amaricanos” lá nos filmes: “tudo o que disseres pode ser usado contra ti”; todas as questões levantadas funcionam em "(vice) versa". Life goes on... E pelos vistos para grandeinfelicidade de Ratzinger...

 

(Na imagem Robert Mitchum; autor desconhecido)

 

 

 

|| Apesar de se apresentar sempre pela “Direita”

por josé simões, em 25.12.09

 

 

 

«Papa Bento XVI lamenta que Deus não seja uma prioridade para os homens»

 

(Na imagem Washington, D.C., 1922, Auto accident, National Photo Co)

 

 

 

|| Deus, Pátria e Autoridade

por josé simões, em 05.12.09

 

 

 

Mais importante que a qualificação do comunismo por Ratzinger como  “imoral e inumano” é a consideração de que a base de qualquer civilização está no “respeito ao matrimónio e à família”. Num Papa-professor-de-filosofia que comunica com os fiéis por metáforas e cujos discursos requerem sistematicamente o recurso às pitonisas do oráculo do Vaticano, isto ajuda a explicar muita coisa. Nomeadamente a relação de cumplicidade entre o Vaticano e os regimes fascistas da Península Ibérica, com as ditaduras sul-americanas, e as recentes diligências para branquear a acção do Papa de Hitler.