Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O contorcionista

por josé simões, em 27.12.19

 

trapezista (6).jpg

 

 

"O ministro do Ambiente e da Transição Energética garantiu hoje que a base aérea do Montijo é segura para ser transformada no novo aeroporto complementar de Lisboa."

 

O ministro do Ambiente apontou que o futuro aeroporto da região de Lisboa não está sujeito a inundações por estar mais afastado do litoral.

 

 

"O ministro do Ambiente e da Transição Energética sugeriu no início desta semana que algumas aldeias do Baixo Mondego podem vir a ter de ser deslocalizadas no futuro devido às cheias que atingem periodicamente aquela região."

 

Ministro do Ambiente sobre deslocalização de populações: “Não faz sentido ser tabu e não ser discutida em democracia por todos”

 

 

 

 

Entre falar para bonecos e ficar a ver navios

por josé simões, em 31.05.19

 

all we see.jpg

 

 

A ver na televisão João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e da Transição Energética, no Parlamento justificar a supressão de carreiras da travessia do Tejo com uma greve às horas extraordinárias sem que nenhum deputado lhe pergunte por que razão ou razões uma empresa pública tem todo o serviço alicerçado e estruturado na hora extraordinária.

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| Descubra as diferenças

por josé simões, em 17.03.16

 

sherry knutson.jpg

 

 

«Governo fez as contas e atribuir os extintos passes "4-18" e "sub 23" a todos os jovens portugueses, independentemente das respectivas condições socioeconómicas, "custaria 20 milhões de euros", diz o ministro do Ambiente »


«Governo dá 17 milhões aos taxistas [...]. Segundo eles, [os taxistas] o Governo dá "um pacote que pode ir até aos 22 milhões»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Imprensa falsa

por josé simões, em 16.03.16

 

 

 

«Governo dá 17 milhões aos taxistas, mas abre claramente a porta a uma nova regulamentação que pode deixar a Uber a operar livremente no mercado. Taxistas não gostaram.


Segundo eles, [os taxistas] o Governo dá "um pacote que pode ir até aos 22 milhões", mas por outro lado "abre a porta a legalização da Uber".»


Do partido do táxi ao partido do taxista vai um bocadinho assim.


Palavras chave: Milhões de Euros, Impostos, Contribuintes, Impostos, Orçamento do Estado, Impostos, Corporações, Impostos.

 

 

 

 

||| Tilt ou o triunfo de José Sócrates

por josé simões, em 29.07.15

 

flipper.jpg

 

 

«Devemos apostar na mobilidade elétrica porque é uma das razões para que haja autonomia energética»


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Crime, disse ele

por josé simões, em 11.11.14

 

mask.jpg

 

 

O ministro do Ambiente, que até percebe da poda e é medalhado e tudo, a sacudir a água do pacote do Governo que eliminou auditorias obrigatórias à qualidade do ar interior, num retrocesso em relação a tudo o que se tinha feito até à data e numa cedência ao lobby do "por cima de toda a folha" em prol da mais-valia do patrão e dos accionistas, e a anunciar uma inspecção à empresa Adubos de Portugal, a decorrer "nas próximas horas" e que servirá para averiguar um "eventual crime ambiental por libertação de microrganismos para o meio ambiente". Quem é que é o criminoso, aqui, no admirável mundo do liberalismo de pacotilha?


[Imagem]

 

 

 

 

||| Tomar nota da falta de vergonha e da filha da putice

por josé simões, em 10.04.14

 

 

 

Depois da campanha massiva de intoxicação da opinião pública, desde os jornais às televisões, passando pela bloga e pelas redes sociais, por parte daqueles que, depois de ganhas as eleições e afastados os despesistas e irresponsáveis e e naïfs socialistas da aposta nas energias renováveis e na mobilidade eléctrica, seriam contratados e encaixados como "especialistas" e "técnicos" em tudo o que é ministério e secretaria de Estado:

 

«sublinha que o aumento da procura tem de passar pela criação de incentivos à aquisição de veículos eléctricos»

 

Mas como esta gentinha não dá ponto sem nó e como «o modelo passa por liberalizar a rede pública de carregamento de carros eléctricos, que é gerida actualmente pela Mobi.e, abrindo-a à concorrência e permitindo "tornar o carregamento mais próximo dos cidadãos"» há que garantir ao cidadão que «poderá fazer o carregamento em qualquer ponto (casa, condomínio, trabalho, centros comerciais, via pública), sempre com o mesmo cartão pré-pago ou pós-pago, sendo as tarifas fixadas pelo operador de ponto de carregamento e pelo operador de comercialização de electricidade para a rede de mobilidade eléctrica». Casa, condomínio, trabalho, mais três fontes de rendimento para a iniciativa privada, que bem necessitada anda, coitada, desenganem-se os cidadãos e as empresas que isto não é carregar telemóveis, smartphones e tablets. Bem que podiam começar a testar o sistema mesmo por aí, cartões pré-pagos e pós-pagos para carregar baterias de androids e iPhones.

 

[Imagem fanada no insta coise da Teresa]

 

 

 

 

 

 

|| Ups! Um “empresário” do Ambiente

por josé simões, em 05.06.09

 

 

 

Em 4 – quatro - 4 anos de Governo dei 3 vezes pelo ministro do Ambiente: a dar a cara pelo saque do litoral alentejano e do pouco que resta do Algarve com os projectos PIN, a propor a redução das coimas nos crimes ambientais, e a lançar a bisca para um próximo aumento do preço da água.

 

Um “empresário”, daqueles que nós sabemos, com aspas, dificilmente faria melhor.

 

Adenda: É de tal forma que, à hora em que escrevo o post, por várias vezes tentei entrar no Portal do Governo / Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Territorial e aparecia sempre mensagem: «Ups! Este link parece estar inoperacional.». Uma metáfora.

 



À descoberta

por josé simões, em 23.09.08

 

Hoje descobri (God Bless Cavaco) que as Nações Unidas têm um secretário-geral! Pelo nome – Ban Ki-moon – deve ser coreano…

 

Estes dias têm sido pródigos em descobertas.

Já esta semana tinha descoberto que Portugal tem um ministro do Ambiente! (God Bless Nissan), pelo nome – Nunes Correia – deve ser construtor-civil ou dono de uma unidade hoteleira…

 

(Foto fanada no Dayli Telegraph)