Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O day after

por josé simões, em 07.10.19

 

02.jpg

 

 

Miguel Relvas, da velha liderança do ar pesado e bafiento, sai a terreiro logo no day after a pedir nova liderança e ar fresco para o partido. Podia ser um piada do Imprensa Falsa mas não é. Isto foi de manhã, que à hora do jantar, Miguel Morgado, do mesma agremiação de Miguel Relvas, do circo de sombras por detrás de Passos Coelho, apareceu na televisão do militante n.º 1 aka SIC Notícias a pedir ar fresco e nova liderança para o partido, que ele vai fazer a parte que lhe compete, não sabe nem deixa de saber se é candidato, vai apresentar uma moção e coise, ele que até já meteu mãos à obra e inventou o "cinco para as sete" que só não congrega a direita toda porque o André Ventura se recusou a participar e isso é lá com ele. Não foi ele, Miguel Morgado, quem espantou o fascista Ventura, foi o fascista Ventura que não quis nada com ele. Temos [têm] pena. O André Ventura, esse mesmo, que à noitinha no Prós e Contras na televisão pública teve exactamente o mesmo discurso que o senhor novel deputado eleito pelo Iniciativa Liberal, corrupção, compadrio, sector privado, blah-blah-blah, direito de escolher a escola, saúde privada para todos e que quando Mariana Mortágua falou em "fraude liberal", do Estado a pagar a privados, provocou a mesma reacção nos três, que o João Almeida do CDS também lá estava. E novidades?

 

[Imagem]

 

 

 

 

Pensão de viuvez

por josé simões, em 02.09.19

 

cristina garcia rodero.jpg

 

 

Diz uma viúva de Pedro Passos Coelho, boy com job na Câmara de Braga, que hoje se fala "muito de subvenções políticas. Nomeadamente de Guterres, que leva mais de 4 mil euros para casa (apesar de estar na ONU). Mas recordam-se que o governo de PPC tentou acabar com isto? E mais, que PPC abdicou de receber uma subvenção? Não, não são todos iguais." Responde outra viúva, ex-grande educador e actual chefe do bando alt-right "cinco para as sete" que "Não são todos iguais, não. E a pressão para confundir todos os políticos serve apenas para proteger quem se serve, quem corrompe, quem desfaz.". Viúvas de Pedro Passos Coelho, que não se lembrava de receber 5000 €/ mês da Tecnoforma quando era deputado em regime de exclusividade, nem sabia ser obrigatório descontar para a Segurança Social. Abdicou da pensão vitalícia. Um gajo honestíssimo, daí a alcunha de "pantomineiro do pin".

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Steve Bannon wannabe

por josé simões, em 21.03.19

 

steve bannon.jpg

 

 

Até onde vai a direita do Movimento? Até ao Chega de André Ventura ou não tem fronteiras?

 


Não colocamos fronteiras. Não somos um partido político. Temos gente do PSD, CDS, Aliança e Iniciativa Liberal. Quanto ao resto, soube há uns dias que André Ventura fez um vídeo a repudiar o Movimento 5.7, portanto, estamos resolvidos desse lado.

 

[Imagem]

 

 

 

 

A mesma luta

por josé simões, em 21.03.19

 

1920’s poster. “All power to the Soviets. Peace to the People. Land to the peasants.”.jpg

 

 

[...] o nosso projecto de sociedade, [...] tendo em conta a nossa cultura, tendo em conta a nossa história, tendo em conta o nosso povo.

 

 

Queremos pensar a partir de raízes portuguesas e não estar a ficar dependentes de importações ideológicas e da moda.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Tem razão Miguel Morgado

por josé simões, em 18.03.19

 

lost.jpg

 

 

Um regime cujo sistema de saúde cuida e trata até à idade adulta de alguém cujo objectivo último na vida é desmontar o sistema por que foi cuidado e tratado e distribui-lo por aqueles prosperam à sua sombra enquanto clamam contra o regime que proporcionou tal sistema de saúde só pode ser um "regime podre".

 

Um regime cujo sistema de educação atribui competências e forma até à idade adulta, e até ao fim da vida se preciso for, alguém cujo objectivo último na vida é desmontar o sistema pelo qual foi formado e distribui-lo por aqueles que prosperam à sua sombra enquanto clamam contra o regime que proporcionou tal sistema de educação só pode ser um "regime podre".

 

Um regime que dá emprego, paga salário, e permite qualidade de vida acima da média, a alguém cujo objectivo último na vida é desmontar o sistema que lhe dá emprego e dinheiro para pagar as contas no final do mês, e distribui-lo por aqueles prosperam à sua sombra enquanto clamam contra o regime que proporcionou tal sistema de emprego e de remuneração só pode ser um "regime podre".

 

Tem razão Miguel Morgado, um regime que cria Miguéis Morgados, derivados, e ilhas adjacentes, só pode ser um "regime podre".

 

[Imagem]

 

 

 

 

Uma delegação da Breitbart News na Rua de S. Caetano à Lapa

por josé simões, em 26.02.19

 

Breitbart-logo.jpg

 

 

Ideólogo de Pedro Passos Coelho no Governo da troika do viver acima das possibilidades, da austeridade regeneradora e purificadora, da teoria económica que só funciona em ditadura ou com governos autoritários:

 

O deputado do PSD Miguel Morgado, desvalorizou hoje o problema das ‘fake news’ e do populismo nas eleições europeias, considerando que se trata de “tretas” da “propaganda oficial de Bruxelas” para impedir de discutir o que é necessário.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O novo PSD

por josé simões, em 16.07.18

 

salazar.jpg

 

 

Miguel Morgado, apologista de teoria económica que só funciona em ditadura, vê a sua entrevista ao Público elogiada no Jornal de Noticias na coluna de opinião semanal do fascista, e assumidamente salazarista, João Gonçalves, mais conhecido por "A Arrastadeira do Relvas". É o novo PSD que, sem coragem para se organizar politicamente de raiz e apresentar-se a votos dizendo ao que ia, escondido na mentira tomou o partido por dentro com Passos Coelho como testa de ferro.

 

 

 

 

||| Hoje há caracóis

por josé simões, em 23.02.16

 

há caracóis.jpg

 

 

Ver Miguel Morgado, um dos ideólogos do "social-democrata, sempre!" Pedro Passos Coelho, no debate parlamentar ao Orçamento do Estado para 2016, "muito bem! muito bem!", sentado ao lado de Marco António, de Gaia, diz muito da espinha dorsal dos nossos liberais de pacotilha.


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Voltando a Napoleão Bonaparte

por josé simões, em 06.12.15

 

like.png

 

 

Nunca interromper o inimigo quando ele está a cometer um erro...


"António Costa é o primeiro-ministro da extrema-esquerda"


[Imagem]