Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

E no meio o que é que fica?

por josé simões, em 19.05.21

 

Al Jazeera English.jpg

 

 

O islamofascismo do Hamas precisa de Netanyahu assim como o fascista Netanyahu precisa do Hamas.

 

Maomé VI, Marrocos, precisa de Espanha, da União Europeia, assim como Pedro Sánchez, a Espanha, a União Europeia precisam de Marrocos.

 

E no meio, o que é que fica?

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

The Promised Land

por josé simões, em 19.05.21

 

Un agente de la Guardia Civil rescata a un bebé e

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Waiting for the sun *

por josé simões, em 18.05.21

 

1.jpg

 

 

2.jpg

 

 

3.jpg

 

 

4.jpg

 

 

5.jpg

 

 

6.jpg

 

 

7.jpg

 

 

Só quem já fez a travessia de barco Ceuta - Algeciras a circular livremente na fila de embarque reservada a cidadãos da União Europeia enquanto vai observando na fila ao lado os marroquinos que são tratados abaixo de cão pela Guardia Civil, encostados à parede, cassetete no pescoço, papéis observados à lupa, inquéritos minuciosos, implicações aleatórias só porque não se gosta da cara, é que percebe.

 

Só quem já fez de carro Perpignan - Málaga no primeiro dia de Agosto a ultrapassar uma caravana ininterrupta de milhares de carros comprados em 4.ª ou 5.ª mão aos franceses pelos marroquinos em migração de férias, com as viaturas apinhadas de família, mais os móveis e electrodomésticos que se levam para a terra em todo o espaço livre e numa construção em altura a desafiar a lei da gravidade, encimada pelo pneu sobresselente porque até esse espaço é necessário para armazenar os brindes do sucesso do seu trabalho em França que se levam aos parentes, é que percebe.

 

Só quem já viu as dezenas, arrisco centenas, da migração no primeiro dia de férias dos 40 e poucos graus de Agosto, parados na beira duma estrada espanhola porque o motor dos carros comprados no limite do abate deu o berro, à espera da assistência em viagem que nunca vai chegar porque é um marroquino ou porque o seguro não cobre e mesmo que cubra nunca vai aparecer porque é um marroquino, é que percebe.

 

Só quem já esteve numa área de serviço da Sierra Nevada numa fila com mais de 50 marroquinos à frente para pagar combustível e, sem dizer nada nem reclamar, vê o espanhol abrir uma caixa registadora, fazer sinal, passar à frente de toda a gente, pagar e a caixa fechar logo de seguida porque é uma caixa especial para europeus, inventou ele naquele momento condoído pela minha espera, é que percebe.

 

É a diferença entre ser português do sul e marroquino, na hierarquia de entre ser europeu do sul e europeu do norte da Europa, e por muita piada que tenham as piadas do regionalismo-futeboleiro.

 

Nem é preciso ir a Marrocos para perceber,

 

[Link nas imagens]

 

* Título do post

 

 

 

 

“Uma terra que emana leite e mel”, Êxodo, 3:8, Capítulo II

por josé simões, em 25.03.21

 

1 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

2 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

3 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

4 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

5 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

6 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

7 Joan Mateu Parra.jpg

 

 

Migrant arrivals to Spain's Canary Islands from Morocco and West Africa have risen sharply, and the government has tried to stop many of those it sees as economic migrants from continuing to the mainland while allowing in asylum seekers and the most vulnerable.

 

[Link nas imagens]

 

“Uma terra que emana leite e mel”, Êxodo, 3:8, Capítulo I

 

 

 

 

O Califado Omíada

por josé simões, em 01.12.17

 

Rashidun_Caliph_Uthman_ibn_Affan_-_عثمان_بن_عفان_ثالث_الخلفاء_الراشدين.svg.png

O Califado Omíada

 

Mundial 2018: Portugal defronta Espanha, Irão e Marrocos no Grupo B

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| Nós e eles

por josé simões, em 01.11.14

 

Club Campo de Golf de Melilla.jpg

 

 

E não é nenhum filme pós-apocalipse ou zombie survival ou sequer um 4.º Mad Max. Aqui.

 

 

 

 

|| Entretanto em Marrocos

por josé simões, em 24.04.12

 

 

 

A "terra do leite e do mel", fortaleza, vista da parte de trás do  Monte Hacho pelos olhos dos artistas de rua. Clicar na imagem para detalhes.

 

[Via]

 

 

 

 

 

 

|| Do direito dos povos à autodeterminação e independência

por josé simões, em 15.11.10

 

 

 

 

 

 

Enquanto o ministro Luís Amado finge andar ocupado com as soluções de governabilidade e com a Junta de Salvação Nacional (quantas vidas humanas vale a dívida pública portuguesa?), enquanto Catherine Ashton anda em parte incerta a fingir que é Alto Representante da União para os Negócios Estrangeiros, do outro lado do estreito de Gibraltar:

 

"Los desaparecidos de El Aaiún ya están muertos"

 

"Los activistas relatan "palizas y secuestros" a miles de saharauis"

 

Evocam-se amanhã os 70 anos do Gueto de Varsóvia e vão aparecer todos em todas as capitais europeias e em Bruxelas, todos muito prenhes de solenidade e todos cheios de memória.

 

 

 

 

 

 

 

|| Mithly

por josé simões, em 16.04.10

 

 

 

 

«Nasce a primeira revista homossexual do mundo árabe»

 

Mithly online

 

 

|| O Triunfo dos Porcos

por josé simões, em 10.12.09

 

 

 

Como no 7º mandamento-adapatado na Manor Farm de George Orwell que estipulava que «Todos os animais são iguais mas alguns são mais que outros», no que concerne ao activismo político também há um mandamento-adaptado no "eixo" Hotel Vitória – Soeiro Pereira Gomes: «Nem todos os activistas são iguais».

 

(Imagem ‘The Power of Publicity’, 2008, de Zhao Bo)

 

 

 

|| Respeitinho é muito bonito (capítulo II)

por josé simões, em 27.10.09

 

 

 

A semana passada tinha sido o Le Monde, esta semana é o El País:

 

«Marruecos veta a EL PAÍS por "atentar contra la institución monárquica"»

 

 

 

|| Respeitinho é muito bonito

por josé simões, em 24.10.09

 

 

 

«Nunca aceitaremos, com o argumento da liberdade de expressão, um ataque sistemático aos símbolos nacionais»

 

(A história completa e detalhada em espanhol)