Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Tudo farinha do mesmo saco

por josé simões, em 05.03.21

 

kkk.jpg

 

 

Um é o líder de um partido que pede o confinamento de etnias, a deportação de cidadãos nacionais, intimida professores através da exposição pública da sua identidade, ameaça jornalistas.

 

António Costa a repetir o mantra que a direita radical usa, equivaler Ventura a Mamadou para desculpabilizar o primeiro.

 

Nem André Ventura nem Mamadou Ba representam aquilo que é o sentimento da generalidade do país. Felizmente

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"Portugal não é um país racista" explicado às criancinhas e outros analfabetos

por josé simões, em 18.02.21

 

x.jpg

 

 

[Via Twitter]

 

 

 

 

O ódio dos "donos da democracia" à democracia

por josé simões, em 17.02.21

 

spinola guine.jpg

 

 

Mamadou Ba disse uma verdade indesmentível, até pelo próprio falecido e citando o falecido: Marcelino da Mata foi um carniceiro impiedoso, que fazia ponto de honra disso e se gabava em público e em voz alta. Calhou a Marcelino da Mata ser o "herói" mais condecorado de sempre da tropa portuguesa, vírgula pelo Estado Novo, um pormenor. Nem D. Nuno Álvares. O fascismo precisava de alguém da cor dos outros, um branco da "metrópole" não servia, para mostrar aos outros que éramos todos portugueses, gente de bem, contra o terrorismo e o comunismo internacional,. apesar dos ventos de mudança que sopravam de todo o lado. E direita radical, os "donos da democracia", assumir a defesa da honra de um criminoso de guerra coberto por uma bandeira, que falhou o banco do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos apesar das sucessivas violações da Convenção de Genebra, diz mais sobre ela própria que sobre o defunto.

 

[Spínola na Guiné, na imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Os minions do Ventas do Chaga

por josé simões, em 12.08.20

 

 

 

A gente olha para a lista e vê os nomes Beatriz Gomes Dias, Joacine Katar Moreira, Mamadou Ba e pensa, ok, os imbecis são racistas, olham, vêem um preto, e um preto tem de ir para África, mesmo que seja da enésima geração nascida em Portugal, é assim mesmo que funciona quem nasce com um neurónio, Deus quando distribuiu a inteligência pela humanidade esqueceu-se de alguns, calhou-lhes a eles, tadinhos, nacionalistas o que caralho isse signifique, ainda por cima quando os pretos que têm de ir para África, curiosamente o berço da humanidade, têm mais neurónios que os "verdadeiros portugueses", alguns com aspecto de marroquinos. Adiante. Depois a gente vê o nome Mariana Mortágua e pensa WTF?! a Marina é branca, mais branca que o Machado skinhead e sem o aspecto berbere do senhor cabeça rapada e tatuagens suásticas por que cargas de água há-de abandonar o país e pedir asilo em África ou noutro lado qualquer? E depois a gente lembra-se do trabalho de Mariana Mortágua enquanto deputada na denuncia de crimes financeiros e a evasão fiscal de que André Ventura se alimenta e que alimentam o Chaga e percebe esta lista.

 

[Imagem]