Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| In Memoriam

por josé simões, em 13.05.14

 

 

 

H.R. Giger

 

1940 – 2014

 

Morreu o autor da minha capa preferida do meu álbum preferido dos Emerson, Lake & Palmer.

 

 

 

 

 

 

||| 25 de Abril de 1974 – 25 de Abril de 2014, 40 anos de sons e palavras [2]

por josé simões, em 18.02.14

 

 

 

LiberdadeSérgio Godinho

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

 

 

||| 25 de Abril de 1974 – 25 de Abril de 2014, 40 anos de sons e palavras [1]

por josé simões, em 17.02.14

 

 

 

Venham mais cincoJosé Afonso

 

[LP, vinyl]

 

 

Nota: Não se pretende com esta série fazer uma publicação exaustiva de toda a música portuguesa publicada nestes 40 anos de liberdade, até porque isso seria quase impossível. Esta é uma viagem aos meus baús de discos, comprados e herdados, uma recuperação da memória, uma recordação da aprendizagem da cantiga como arma e das palavras como balas.

 

 

 

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 10.07.11

 

 

 

Jorge Lima Barreto

 

1949 – 2011

 

 

 

 

 

|| Mazgani canta Cohen, unplugged @ Antena 3

por josé simões, em 01.06.11

 

 

Multiculturalismo é isto. E é isto que faz Leonard Cohen grande: um persa português canta um judeu.

 

«Leonard Cohen vence Prémio Príncipe das Astúrias das Letras»

 

 

 

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 28.05.11

 

 

 

Gil Scott-Heron

 

1949 – 2011

 

 

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 31.01.11

 

 

 

 

 

John Barry

 

1933 – 2011

 

 

 

 

 

 

 

|| «pirataria é "fonte de progresso"»

por josé simões, em 30.04.10

 

 

 

 

Na ressaca do chamado boom do rock português, depois dos Chicos Fininhos e das Ruas do Carmo e de Portugais na CEE e de O Corpo É Que Paga, entre outros, e que levaram as editoras e as rádios a apostar em toda a merda que surgia desde que fosse quatro por quatro e com um refrão manhoso, propiciando o aparecimento de aberrações e flops editoriais como os NZZN, Roquivários, e perdoem-me os que ficaram esquecidos que só de me lembrar destes já fico com pele de galinha, e com essa fobia da next big thing e consequente mina de ouro, deitar fora o bebé junto com a água do banho, a coisa estagnou: nem as editoras gravavam o que quer que fosse de “rock português”, nem as rádios passavam o que quer que fosse de “rock português” – só “grandes músicas”, avant la lettre.

 

Foi com o aparecimento das rádios piratas e com a aposta no alternativo, e na maior parte das vezes alimentadas as emissões com gravações também elas piratas, que se voltou a falar em rock feito em Portugal. E foi assim que o “1º de Agosto” dos Xutos & Pontapés foi um hit antes do estúdio, e foi assim que conseguiram furar o bloqueio e gravar. A primeira banda a gravar depois da ressaca. A partir daí é história.

 

Esteve muito bem o ministro, Miguel Guedes que esteja caladinho (e os Xutos também).

 

(Na imagem o pirata mais famoso do mundo: Errol Flynn)

 

Adenda: Afinal parece que não... Ainda assim não invalida nada do que escrevi.

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 06.01.10

 

 

 

Gregório Vaz aka Codé di Dona

 

1928 – 2010

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 04.10.09

 

 

 

Mercedes Sosa

 

1935 – 2009

 

(Página oficial)

 

Banda sonora do dia: Gracias a la Vida

 

 

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 13.08.09

 

 

 

Lester William Polsfuss aka Les Paul

 

1915 – 2009

 

O inventor da guitarra “solid-body" eléctrica

 

 .

 

|| Sanfona

por josé simões, em 07.07.09

 

 

 

«sanfona s. f. (1574 – 1590 cf. NaufSep) (…) 3 infrm. instrumento mal tocado (…) p. ana.  B remate de tricô (um ponto para a frente, um ponto para trás), us. em blusas, casacos, mangas etc. que dá elasticidade à malha (…) 7 p. ana. (da acp. 4) B infrm. tira estreita de papel dobrada no feitio de sanfona, contendo apontamentos clandestinos us. como cábula em provas escritas. (…) 9 pessoa implicante 10 infrm. indivíduo insignificante, reles (…).»

 

 

In Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, Círculo de Leitores, Lisboa 2003

 

 

|| Publicidade absolutamente gratuita

por josé simões, em 01.07.09

 

 

 

É já este fim-de-semana na cidade onde não se passa nada e onde nunca nada acontece.

No Forte de S. Filipe com uma vista privilegiada sobre a baía do Sado o Arrábida Word Music Festival.

 

 

 

|| Pré-história

por josé simões, em 30.06.09

 

 

 

Lembro-me de ter sido dos primeiros em Setúbal a ter um Walkman, trazido pelo meu pai, salvo erro, do Luxemburgo. Passava na Rua dos Ourives ou no Largo da Misericórdia e parava a rua inteira a olhar para mim. Ao princípio não havia pilhas que chegassem, nem dinheiro que chegasse para as comprar, por causa da escola e do “eh pá, ‘presta aí, deix’ouvir um ‘cadinho”. E depois era o “puxar atrás” a cassete, gastava muita pilha e fazia-se com uma caneta BIC, tipo roca, e lixava-se a cassete toda.

 

"tardé tres días en darme cuenta de que las cintas tienen otra cara". "No tiene función de reproducción aleatoria"

 

Un Walk-¿qué?

 

(Imagem fanada no Corriere della Sera)

 

|| In Memoriam

por josé simões, em 25.06.09

 

 

 

Michael Jackson

 

(1958 – 2009)

 

Recupero um post antigo onde se conta a estória do meu primeiro e único disco do Rei da Pop, um Thriller em vinyl e novinho "a estrear".

 

 .