Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 22.05.19

 

Yashoda Rogers.jpg

 

 

Luís Filipe Menezes, que deixou Vila Nova de Gaia no Top 3 do descalabro financeiro autárquico, na campanha eleitoral a acusar Vítor Constâncio, via BPN, o banco do PSD, de ser o responsável pelo descalabro financeiro do país.

 

[Imagem]

 

 

 

 

||| É o que se chama série notável de coincidências

por josé simões, em 19.09.14

 

 

 

Pagámos, nós, o Estado, o bolso do contribuinte, pela mão do Governo PSD que administra temporariamente o Estado, milhões de euros ao 'angolano' Mira Amaral, ilustre militante do PSD,  para ficar com o banco do PSD - o BPN, além do que já pagámos e vamos continuar a pagar pelo buraco que outros ilustres militantes do PSD - Dias Loureiro e Oliveira e Costa, deixaram como herança, para que o banco do 'angolano' Mira Amaral, e ilustre militante do PSD, financie a compra da Empresa Geral do Fomento, desde que nós, o Estado, o bolso do contribuinte, assumamos o risco da operação, na privatização ganha pela 'major' Mota-Engil que está embrulhada em negócios por esclarecer com o ex-presidente da câmara de Vila Nova de Gaia e ilustre militante do PSD, Luís Filipe Menezes e com o PSD ele próprio. É o que se chama série notável de coincidências.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

 

||| O dia das primeiras páginas

por josé simões, em 18.09.14

 

 

 

 

 

«O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DIAP) estará a investigar alegados pagamentos não declarados a Pedro Passos Coelho, no valor de cerca de 150 mil euros, que terão sido recebidos entre 1995 e 1999 quando o actual primeiro-ministro era deputado em exclusividade de funções. [...]. Passos terá, segundo a revista, recebido cinco mil euros por mês da Tecnoforma quando era deputado em exclusividade. Lei proíbe acumulação de rendimentos.»

 

 

Aguardemos para ver o que dizem os comentadeiros-paineleiros e os escrevinhadores de editoriais, eufóricos com as condenações do Godinho ferro-velho, do Vara banqueiro e de Maria de Lurdes Rodrigues ministra da Educação, se a Justiça continua a funcionar, se a justiça não tem medo dos políticos, se agora é que é, se agora é que vão ver como elas vos doem, vassourada, ou se afinal não passa tudo de uma cabala, desestabilizar o Governo e atacar a imagem e honorabilidade do primeiro-pantomineiro e respectivo inner circle.

 

 

 

 

 

 

 

|| A Maria Piça, tudo o que vê cobiça

por josé simões, em 25.09.13

 

 

 

Depois das 60 – sessenta – 60 pontes a ligar o Porto e Gaia, Woody Allen na Ribeira:

 

«Aniki Bebé, Aniki Bobo, Passarinho Totó, Berimbau, Cavaquinho, Salomão, Sacristão, Polícia! Ladrão!»

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| A preposição na frase

por josé simões, em 23.08.13

 

 

 

Presidente da Câmara e Presidente de Câmara. Saltitar levemente de nenúfar em nenúfar. «Outra das práticas que está sob a observância da CNE relaciona-se com a utilização das instalações da Câmara de Gaia para se tratar de assuntos que dizem respeito a outro município». Pela soma do todo e pela exclusão de partes, alguém ainda tem dúvidas quanto à lei de limitação de mandatos autárquicos?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Portugal, século XXI

por josé simões, em 23.08.13

 

 

 

"Tenho uma fotografia dele". "Ao todo, acho que já mataram 20 porcos..."

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 31.07.13

 

 

 

"o ódio pessoal cega-nos, torna-nos insensatos, faz-nos mentir e torna-nos ridículos"

 

[Imagem "Dancing off the Stage", Elizabeth Jordan, 2013]

 

 

 

 

 

 

|| "Forças de Bloqueio", a sequela

por josé simões, em 15.04.13

 

 

 

Depois de Fernando Seara em Lisboa, depois do[s] Orçamento[s] do Estado no Tribunal Constitucional, Luís Filipe Menezes no Porto. O PSD é um partido de foras-da-lei fora-da-lei?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Chico-Espertosaurus Rex

por josé simões, em 08.02.13

 

 

 

As pessoas agarram e lêem, escrito preto no banco, que os presidentes de Câmara e de Junta de Freguesia eleitos têm os seus mandatos limitados a três consecutivos. As pessoas olham e vêem que o único partido político que apresenta candidatos fora-da-lei é o PSD, apoiado pelo CDS. As pessoas ouvem o ministro da Propaganda a arranjar maneira de colocar o CDS a falar baixinho atrás da porta e o líder a fungar nas televisões.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Da Democracia no PSD

por josé simões, em 29.01.13

 

 

 

O partido de um só homem, um homem só. Tudo o resto é paisagem que compõe o quadro idílico e bucólico da liderança que repara no sorriso das vacas satisfeitíssimas enquanto trata das anonas. A coutada privada de "o doutor".

 

[Imagem "Puta de Mallorca, 1969", Christer Stromholm]

 

 

 

 

 

 

|| Um microcosmo

por josé simões, em 20.01.13

 

 

 

Há Menezes, um candidato "fora da lei" e campeão nacional do endividamento autárquico, o que por si só é um sério teste à inteligência e sanidade mental dos cidadãos do Porto, e Moreira, que nos intervalos das outras coisas [desde o futebol ao aeroporto de Alcochete], é presidente da Associação Comercial do Porto. É por isso que a gente gosta muuuuuito da democracia, as pessoas podem fazer com o seu voto o que muito bem entenderem.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Pormenores

por josé simões, em 22.10.12

 

 

 

O CDS/PP fecha a porta a uma coligação com o PSD para a Câmara do Porto, não por Luís Filipe Menezes ser um candidato "fora-da-lei", mas porque  «os princípios que definem a política do autarca de Gaia» e tal e tal.

 

O PSD também se vai pronunciar esta semana, não por apresentar um ex-líder, dirigente nacional e Conselheiro de Estado, numa candidatura "fora-da-lei" a uma Câmara Municipal, mas «sobre o perfil do candidato» e tal e tal.

 

Pormenores.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| É tudo nosso [deles]

por josé simões, em 26.09.12

 

 

 

O Conselheiro de Estado, e futuro candidato autárquico fora-da-lei, depois de ter malbaratado 16 milhões de euros dos impostos dos contribuintes a patrocinar o futebol profissional com salários pagos a peso de ouro, continua embalado fora-da-lei como futuro ex-presidente.

 

 

 

 

 

 

|| Notícias dos Balcãs ou o Norte, com éne grande, contra Lisboa

por josé simões, em 04.02.12

 

 

 

Ao invés de responder que nem no Porto nem em Vila Nova de Gaia nem em outra cidade qualquer, a bem do rejuvenescimento e da transparência democrática, uma vez que já ocupa o lugar de presidente da Câmara desde 1997, que já anda na política desde os idos do PREC, e que já vai sendo mais que tempo de ceder o lugar a outra gente com outras ideias e outras visões para a cidade, para a região e para o país, interrogado se poderia ser ele o próximo a ocupar a cadeira do poder no Porto, Menezes escusou-se a comentar.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Do apetite

por josé simões, em 06.12.11

 

 

 

E ser[i]á candidato por conta própria ou por conta do partido? Era assaz esclarecedor saber.

 

[Imagem de autor desconhecido]