Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O fascismo ao colo da direita dos negócios

por josé simões, em 17.08.20

1.jpg

 

 

Os resultados dão o PS a subir, com 39.6% das intenções de voto e 113 deputados eleitos, o PSD a descer,  com 24.8% traduzidos em 67 assentos no Parlamento, o BE com 8.5%  e 16, deputados, a descer nas intenções de voto, a CDU, com 6.1% e 10 deputados eleitos também desce, à direita da direita do PSD todos a sobem, o CHEGA com 7.9% - 13 deputados, o CDS com 4.4% - 5 deputados, a IL com 2.8% - 3 deputados, e por fim o PAN, também a descer, com 3.2% e 3 deputados [aqui].

 

Mas os títulos são "Direita volta a alcançar PS nas intenções de voto", a subtileza da "[direita apanhar] o PS nas sondagens à boleia do Chega" e nunca que o PSD perde terreno para o PS e vê o eleitorado fugir para a direita, quando qualquer conta de merceeiro, com a 4.ª Classe feita e sem necessitar de grandes estudos, constata que a soma dos deputados da 'Geringonça' - PS + BE + CDU, dá 139 cadeiras no Parlamento, contra a soma do bloco de direita, com 88 deputados, sem sequer incluir as intenções de voto no PAN em qualquer dos lados - esquerda/ direita, maioria absolutíssima de esquerda.

 

E porque é que os títulos não são "Esquerda com maioria absoluta nas intenções de voto" ou "PS sozinho tem mais deputados que a direita em conjunto", o acento tónico é colocado entre a direita como um todo, contra o PS e ignorando os outros dois partidos de esquerda ou, no caso do Eco, se aposta na normalização do Chaga, depois da normalização levada a cabo por Rui Rio e Miguel Albuquerque? Agora pençem... [não é gralha, é como os minions do Ventas do Chaga escrevem nas redes].  

 

 

 

 

A filha da putice em directo e em horário nobre

por josé simões, em 25.10.16

 

Bompas & Parr.jpg

 

 

O telejornal do Mário Crespo na televisão do militante n.º 1 convida a jornalista Maria João Gago do Jornal de Negócios "para nos ajudar a perceber" os contornos da contratação de Mário Domingues para a Caixa Geral de Depósitos e para nos avisar que "os banqueiros privados são o alvo principal do PCP e do Bloco de Esquerda". No país de João Rendeiro, Oliveira e Costa, Jardim Gonçalves e Ricardo Salgado, assim só os mais sonantes, banqueiros com os portugueses como alvo principal. "Obrigado pela tua análise", rematou a menina que ficou no lugar da Ana Lourenço.


[Imagem]

 

 

 

 

Guardar

||| Descubra as diferenças

por josé simões, em 27.04.16

 

jornal negócios 21 Abril.jpg

 

jornal negócios 26 Abril.jpg

 

 

[Via]

 

 

 

||| Coerência

por josé simões, em 09.02.16

 

Sem título.png

 

 

Coerência é a imprensa económica do pensamento único dominante que andou 4 anos a dar améns ao Governo da direita por ter acabado com feriados, tolerâncias de ponto e pontes, que eram feitas às custas de dias de férias que levaram um corte de 5 dias, tudo em nome da produtividade, do crescimento e da recuperação económica do país, nada por causa da mais-valia do patrão e accionista, não ter edição em papel à terça-feira de Carnaval, que não é, nem nunca foi, feriado.


[Imagem retirada do SAPO/ Jornais/ Economia]

 

 

 

 

 

 

||| Alemanha declara guerra à Rússia

por josé simões, em 14.10.15

 

world war II.jpg

 

 

É a primeira página dos jornais económicos [e adjacentes] de amanhã, depois de terem gastos os trunfos todos logo no primeiro dia.


«Portugal emite 1.300 milhões de euros em dívida com juros inferiores aos do mercado»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Quem tem medo do lobo mau, lobo mau, lobo mau...

por josé simões, em 13.10.15

 

cm.jpg

 

 

de.jpg

 

jn.jpg

 

 

 

 

||| A direita em pânico

por josé simões, em 09.10.15

 

jornal negócios.jpg

 

 

No vale tudo da direita em pânico com a possibilidade de um Governo de esquerda vale mesmo tudo na massiva campanha de agit-prop que se começa agora a desenhar nos bastidores, com a cumplicidade da comunicação social câmara de eco do pensamento único, até ressuscitar fantasmas de que os mais velhos já não se lembravam e que os mais novos só têm conhecimento por ter ouvido contar aos mais velhos que já não se lembravam.


Outro título possível seria “No dia em que o BES foi nacionalizado sem custos para o contribuinte, era Pedro Passos Coelho uma criança embeiçada pela UEC [União dos Estudantes Comunistas] e Dias Loureiro morava no campo e nem sabia o que era a política.”

 

 

 

 

||| Sant' Ana à Lapa School of Economics [I]

por josé simões, em 17.02.15

 

Jornais-Economicos.jpg

 

 

Os jornais de economia – Jornal de Negócios e Diário Económico, não tiveram edição em papel, não estavam nas bancas, hoje, terça-feira de Carnaval, dia útil, dia de trabalho. Alguém devia fazer alguma coisa acerca disto, privatiza-los, por exemplo. Os calaceiros. Pensam que o país vai lá com descansos e carnavais. É que nem o CDS de Paulo Portas – o partido dos feriados, foi tão longe.

 

 

 

 

||| The million-dollar question

por josé simões, em 21.10.14

 

sorry.jpg

 

 

«[...] que diploma foi esse que o Governo fez sair do Conselho de Ministros de 16 de Outubro?»


[Imagem]

 

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 13.03.14

 

 

 

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 10.12.13

 

 

 

Destruiu um e nunca cumpriu o outro:

 

«"O programa de ajustamento estava bem desenhado mas mal calibrado em alguns domínios" [por isso] explica que quando falou em ser mais "ambicioso" que a Troika estava a referir-se "ao objectivo estrutural e não ao orçamental"». Também disse qualquer coisa sobre "credibilidade", blah-blah-blah, mas nestes 2 anos e meio o povo já aprendeu a dar o desconto que é entrar por uma orelha a 100 e sair pela outra a 200.

 

 

 

 

 

 

|| Enjoy

por josé simões, em 28.06.13

 

 

 

Os pobres mais pobres, os remediados que se viram pobres, a classe média destruída, os 99% da população mundial que contribui para que este "estádio de desenvolvimento" [gloup] fique marcado pela apresentação de melhores condições de vida, em média melhores do que as que oferecia o anterior, para os 1% da população mundial, cada vez mais, mais 1%.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Ouch!

por josé simões, em 24.05.13

 

 

 

 

 

 

 

|| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 22.05.12

 

 

 

A menos que seja para enriquecer o currículo e ganhar know-how que lhe permita depois desempenhar cargos de direcção numa grande empresa com negócios à sombra do chapéu-de-sol, e ao abrigo do chapéu de chuva, do Estado, "Só um indivíduo que não está bom da cabeça é que vai exercer uma função pública"

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| «Fui ao jardim da Celeste, giroflé, giroflá,

por josé simões, em 15.01.12

 

 

 

«que não foi ministra, desempenhou “um cargo ministral” [sic

 

fui ao jardim da Celeste, giroflé, flé, flá.»