Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

"A não recondução da doutora Joana Marques Vidal é algo que eu considero muito estranho. Estranhíssimo"

por josé simões, em 28.09.18

 

cavaco pide.jpg

 

 

"A não recondução da doutora Joana Marques Vidal é algo que eu considero muito estranho. Estranhíssimo"

 

 

 

 

As coisas são o que são

por josé simões, em 24.09.18

 

Sturmabteilung.jpg

 

 

O PNR gostaria de ter visto a actual Procuradora Geral da República, Dra. Joana Marques Vidal, reconduzida no cargo, já que foi uma pedra no charco em que se encontrava a nossa Justiça. Como se costuma dizer, “em equipa vencedora não se mexe” e, como tal, não aceitamos a falácia do argumento pouco transparente de um só mandato. Quem dá provas de um bom trabalho deve ser reconduzido, porque nestes casos o que tem sido “costume” não pode prevalecer sobre a eficácia.

 

Sabemos que Joana Marques Vidal mexeu com muitos lóbis, teve a coragem de enfrentar os poderosos habituados à impunidade e que essas forças de pressão tudo fizeram para a afastar. Também sabemos que este caso serviu para que os políticos do sistema se digladiassem entre si, não porque estivessem preocupados com a nobre função da nossa Justiça, mas apenas para representarem a habitual guerrinha do faz-de-conta de pluralidade e contraditório.

 

O PNR agradece à Dra. Joana Marques Vidal pelo bom trabalho desempenhado e por ter conseguido, corajosamente, que a Justiça começasse a funcionar, libertando-a das teias dos interesses e influências de poder político.

 

Fazemos votos para que a nova Procuradora, Lucília Gago, continue o bom trabalho da sua antecessora, de combate à corrupção e ao crime em geral, e na procura de uma Justiça que não sirva de protecção a grupos ou pessoas, por mais influentes que sejam, mas que se afirme mais justa e mais célere, ao serviço do bem comum.

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 21.09.18

 

clown (10).jpg

 

 

Envolvido pela Comissão Europeia em fraude com fundos comunitários mandada arquivar por Joana Marques Vidal, sai a terreiro, apenas 20 minutos passados sobre a informação ser disponibilizada no site da Presidência [o que leva a crer ter há muito o texto escrito e preparado] cheio de insinuações baixas e torpes a envolverem o Presidente da República, o primeiro-ministro, e um órgão de soberania do Estado de direito, com "um agradecimento a Joana Marques Vidal", invocando de permeio a Constituição da República, que mais vezes violou enquanto primeiro-ministro, nunca se coibindo de atacar publicamente o Tribunal Constitucional, outro órgão basilar da democracia.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Jornalismo de "referência"

por josé simões, em 20.09.18

 

expresso 1.jpg

 

 

expresso 2.jpg

 

 

O Presidente da República, sob proposta do Governo, decidiu nomear Procuradora-Geral da República a Senhora Procuradora-Geral Adjunta, Dra. Lucília Gago, com efeitos a partir de 12 de Outubro de 2018.

 

 

 

 

Joaninha voa voa...

por josé simões, em 31.01.18

 

Alper Yesiltas.jpg

 

 

Quando o Procurador Souto Moura chegou a casa do juiz Rui Rangel acompanhado pelos inspectores da Polícia Judiciária tinha à sua espera jornalistas e o directo, em primeiríssima mão numa televisão, para a transmitissão urbi et orbi da execução de um mandato judicial, emitido por uma justiça que não está preparada para lidar com a violência doméstica mas que tem competências, de sobra, para investigar bilhetes de futebol e para pingar, metódica e sistematicamente, para a primeira página do jornal e para a abertura do telejornal dos media dos directos exclusivos das execuções de mandatos,  notícias sobre o andamento dos processos até à data do julgamentos.

 

Diz a direita radical que Joana Marques Vidal foi a melhor Procuradora-geral da República de todos os tempos.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 11.01.18

 

ruimachete.jpg

 

 

Chegámos aquele ponto de ter as "redes" infestadas de comentadores, residentes profissionais ou em part-time, apóstolos e escudeiros do ex Governo da direita radical, do Governo de Rui Machete ministro dos Negócios Estrangeiros, de calças na mão, curvado perante a cleptocracia angolana a pedir desculpas por Portugal ser um Estado de direito, a avançarem com a possibilidade da ministra da Justiça ter dito o que disse para preparar o caminho à substituição da actual Procuradora-geral da República por alguém amigo do novo regime em Luanda. Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Next level

por josé simões, em 10.01.18

 

 

 

Passada, por não ter pegado, a fase das fake news o the next level é o das insinuações torpes e da difamação, do é tudo uma quadrilha de malfeitores que se governa nas costas dos cidadãos.

 

- O Governador do Banco de Portugal? Há que manter o excelentíssimo no governo do dito porque teve um papel determinante na estabilização do sistema financeiro e isto com os socialistas foi um fartar vilanagem para os bolsos dos contribuintes .

 

- A Procuradora Geral da República? Há que manter a excelentíssima à frente da dita porque teve um mandato autónomo, independente e imparcial, atacou os poderosos e os interesses instalados que isto com os socialistas foi um fartar vilanagem para o estado de direito e para o bolso dos contribuintes.

 

E vai continuar, a merda a rodos para cima dos outros, há medida que forem terminando os mandatos dos mandados pelo Governo da direita radical.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Autonomia, imparcialidade e independência

por josé simões, em 09.01.18

 

Paco Pomet.jpg

 

 

Tem piada falar em autonomia, imparcialidade e independência da PGR no país onde o caso Teconoforma passou em branco depois de Bruxelas considerar ter havido fraude.

Tem piada falar em autonomia, imparcialidade e independência da PGR no país onde não houve corrompidos nem corruptores no "processo dos submarinos" que deu condenações por corrupção na Alemanha.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Da série "As Grandes Reformas Estruturais"

por josé simões, em 01.09.16

 

paula_teixeira_da_cruz.jpg

 

 

Da série "As Grandes Reformas Estruturais" [para mil anos]:


A procuradora-geral da República quer que o Estado passe a pagar, nos casos em que isso se justifique, as deslocações dos cidadãos aos tribunais, "de forma desburocratizada e simplificada".


A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, teme que as alterações em curso à reorganização dos tribunais lançada em 2014 dê origem a um retrocesso na justiça de família e menores. Em causa está a aproximação dos tribunais das populações.


[Imagem]

 

 

 

 

Guardar

||| O caso do procurador detido é um escândalo de proporções incalculáveis

por josé simões, em 26.02.16

 

joana marques vidal.jpg

 

 

"O caso reveste-se ainda de contornos mais preocupantes quando se sabe que em 2012 a actual procuradora-geral, Joana Marques Vidal, impediu, com um voto contra, que o Conselho Superior do Ministério Público inquirisse o procurador Orlando Figueira sobre a entidade para quem estava a trabalhar. Não se sabe porque razão a procuradora-geral impediu que o procurador Figueira fosse inquirido."


[Imagem]

 

 

 

 

||| Crime e castigo

por josé simões, em 15.12.15

 

anna blessmann - peter saville.png

 

 

Isto foi dito por um magistrado do Ministério Público, um sindicalista presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, na Europa das liberdades e garantias, na Europa dos Direitos Humanos, em Portugal, no século XXI, no Portugal que fez a transição da ditadura para a democracia com a migração dos juízes do Tribunal Plenário para o tribunal do Estado de Direito democrático. 41 anos depois igual a 41 anos antes. Já houve julgamento e condenação e nós nem demos por nada. Ou demos, em directo, todos os dias nas manchetes dos jornais e nas aberturas dos telejornais.


«Em declarações à Lusa, António Ventinhas salientou a necessidade de os portugueses decidirem se querem "perseguir políticos corruptos, se querem acreditar nos polícias ou nos ladrões, ou em quem investiga ou nos corruptos"


"No que diz respeito à criminalidade económico-financeira, sabemos que a corrupção é um dos principais flagelos do nosso país, e é isso que o MP pretende fazer: exercer a ação penal contra aqueles que obtiveram elevadas verbas sem que os seus rendimentos o comportem, sendo certo que exerceram funções públicas e portanto obtiveram elevadas verbas pela prática de atos ilícitos"»


[Imagem]

 

 

 

 

||| É um pássaro? É um avião? É o Super Homem!

por josé simões, em 15.12.15

 

Superman.png

 

 

Quando José Sócrates, de recurso em recurso, chegar à condenação do Estado português no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, quem paga a indemnização é Batman Carlos Alexandre, o Robin Rosário Teixeira, ou o suspeito do costume, o Superman José Povinho?

 

 

 

 

||| Como diz o outro, uma democracia avançada para o século XXI

por josé simões, em 13.05.15

 

 

 

«Por estas e por outras é que eu tenho licença de uso e porte… nunca posso ter armas porque em dias como estes iam Claras Ferreiras Alves, Sousas Tavares, e no Rato só ficava a porteira…»


«…não se esqueçam que o PS vai para o Governo e aí é q vamos ver…Estão ansiosos por nos pôr a pata no pescoço…Daí que quem estiver na ASJP e no SMMP tem de ter a força suficiente para os bloquear. Em altura de eleições isto também é uma coisa para nos fazer pensar.»


«Joana Marques Vidal defende procuradores que fizeram troça da prisão de Sócrates


Procuradora-geral diz que comentários de um grupo de magistrados no Facebook são exercício de "liberdade de expressão". Mas votou vencida.»

 

 

«Sofia Fava ficou furiosa com o facto de Joana Marques Vidal ter defendido magistrados do MP que produziram comentários jocosos sobre Sócrates. E usou o Facebook para atirar impropérios à PGR.


Por volta das 22:45, a ex-mulher de Sócrates escreveu um outro texto: "Reconheço que me excedi e que não queria, em boa razão, que tal acontecesse, pelo que, mesmo nunca tendo querido que o meu post saísse do âmbito de uma abordagem privada, como deveria ter acontecido, penitencio- me publicamente."


Por difamar publicamente uma procuradora, Sofia Fava arrisca nove meses de prisão.»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Isto é mau demais para ser verdade

por josé simões, em 25.02.15

 

papel químico.jpg

 

 

Pergunta: Há perícias que demoram dois, três, quatro anos a iniciar…
Resposta: Isso são as perícias informáticas. [...].


E como a informática e coisa que ninguém usa nem domina, do campo da ficção científica, podem as referidas perícias demorar dois, três, quatro anos a iniciar que não vem por isso grande mal à vida dos envolvidos, ao funcionamento das entidades ou instituições, nem à investigação criminal do arquivo, da folha A4 e da máquina de escrever com papel químico e corretor.


[Imagem]

 

 

 

 

||| Não é defeito, é feitio

por josé simões, em 05.12.13

 

 

 

Tantas são as vezes que já se perdeu a conta e passou a ser regra o que deveria ser excepção. Um Governo de foras-da-lei:

 

«Novo modelo de nomeação de procurador para Eurojust pode ser inconstitucional»

 

[Imagem de Stanley Kubrick para a Look Magazine, 1946]