Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| PàF [Polónia à Frente]

por josé simões, em 03.01.16

 

polska propaganda.jpg

 

 

"Como se o mundo devesse ir apenas num único sentido, segundo um modelo marxista – uma nova mistura de culturas e de raças, um mundo de ciclistas e vegetarianos, que só se interessa por energias renováveis e se opõe a todas as religiões. Isto não tem nada a ver com as raízes polacas tradicionais"


Podia ter sido dito por um qualquer ministro ou secretário de Estado da coligação PSD/ CDS entre Junho de 2011 e Outubro de 2015, ou podia mesmo ter sido dito por Pedro Passos Coelho ou Paulo Portas, com a mão no peito na primeira fila do genuflexório reservado, ou por Cavaco Silva num dos muitos avisamentos que fez aos portugueses e continua a ser dito e escrito na velha bloga da nova direita que forneceu a nova ideologia ao novo PSD e ao novo CDS para onde regressam agora os "técnicos" e "especialistas" e outros pantomineiros que, durante estes quatro anos, colonizaram a administração pública e vampirizaram o Orçamento do Estado, preocupados que estão com Jeremy Corbyn, Sampaio da Nóvoa, Yanis Varoufakis, Mariana Mortágua, verdadeiros perigos para o Estado de direito e para a liberdade de expressão, sem nunca terem ouvido falar na Hungria e na Polónia despreocupados com a democracia a funcionar na França da dona Marine.


É uma cura, não é a solução final que a História ainda não é suficientemente História: "Queremos simplesmente curar o nosso país de algumas doenças"


[Imagem]