Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 22.11.19

 

Tom_Dougherty.jpg

 

 

"As minhas despesas são igualzinhas a um pai que decide mandar estudar um filho para uma universidade inglesa. Fizemos uma vida normal em Paris. E financiei isto com os 450 mil euros que a minha mãe me deu e com os rendimentos da Octapharma… Somente nas mentes maldosas se chama vida de luxo. Nunca tive vida de luxo!". José Sócrates ouvido pelo juiz Ivo Rosa.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Homens providencais e pessoas que acreditam em homens providenciais

por josé simões, em 17.10.18

 

Semi-Skimmed Gallery.jpg

 

 

Tivesse a hombridade de pedir escusa por incompatibilidade, separação de poderes, transparência, o que quiserem, entre quem investiga e quem instrui o processo e podia ir "refeiçoar espartanamente" por a questão do sorteio e da suposta "manipulação" algorítmica já não se colocar. Não anda erecto quem pode, anda quem quer.

 

[Imagem]

 

E depois temos pessoas que gastam a vida a apregoar o sistema judicial 'amaricano' e que ficam genuinamente indignadas com juízes que fazem as coisas à 'amaricna', by the book.

 

 

 

 

Uma chatice

por josé simões, em 28.09.18

 

serenela.jpeg

 

 

Ditou o sorteio que a instrução do processo caiba a um juiz que acredita que os arguidos têm direitos e que não vale tudo ao Departamento Central de Investigação e Acção Penal na investigação nem ao Ministério Público na organização dos processos. Se fosse na América era a democracia no Estado de direito dos checks and balances a funcionar, como é em Portugal é só mais uma chatice [do caralho], com os profissionais de serviço às "redes" no próprio minuto do sorteio a lançarem rajadas de suspeitas sobre a idoneidade do juiz. Depois de meses em campanha eleitoral pela reeleição de Joana Marques Vidal. Isto nunca pára. Habituem-se.