Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 12.09.21

 

Pat Cashin.jpg

 

 

João Cotrim de Figueiredo, líder do Ilusão Liberal, o partido da taxa única de IRS:

 

OE2022: IL acusa Costa de “aproveitamento eleitoral” devido a alterações no IRS

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"És liberal e não sabias"

por josé simões, em 06.09.21

 

salazar.jpg

 

 

Em 1951,  era Carmona Presidente da República e Salazar presidente do Conselho de Ministros, Manuel Quintão Meireles retira a sua candidatura à presidência da República por considerar não existirem condições para uma eleição livre e justa e Ruy Luis Gomes vê a sua rejeitada, o que leva à vitória de Craveiro Lopes nas urnas sem qualquer oposição, a Constituição de 1933 foi revista e o Acto Colonial maquilhado com vista à assimilação civilizadora das colónias à metrópole [*], a polícia política prendia, torturava e matava os opositores ao Estado Novo e a censura passava a lápis azul todas as publicações escritas, assim como o cinema, o teatro e a música, metade das raparigas nunca tinha entrado numa sala de aulas que tinham todas, sem excepção uma foto do Presidente e outra do primeiro-ministro a ladear um crucifixo, assim como 30% dos rapazes, quatro em cada dez mulheres eram analfabetas e 26,9% dos homens, mas todos sabiam a Portuguesa que era obrigatório cantar antes do início das aulas, o ensino superior uma miragem só ao alcance das elites, a esperança de vida era de 56 anos para os homens e 61 para as mulheres, a frequência da Mocidade Portuguesa era obrigatória e o poder local era nomeado pelo poder central, e podíamos continuar pelo acesso à saúde, ao saneamento básico e ao cabaz alimentar, "o preço das casas era alto e [um casal podia morar] 16 anos com um filho num quarto de uma casa", em alternativa juntava uma tábuas e umas chapas velhas e metia mãos à obra a construir uma barraca nos muitos milhares de bairros que nasciam como cogumelos de norte a sul do país, ou ia a salto para a emigração e morar num bidonville. Por incrível que possa parecer "hoje vivemos com menos liberdade porque cada vez menos ouvimos histórias felizes onde as pessoas são as personagens principais!". "#EstáNaHorada esperança voltar!", se tudo o que ficou para trás volta com ela não sabemos.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O partido novo da gente velha

por josé simões, em 01.09.21

 

IL-STB.jpg

 

 

Diz o candidato do Ilusão Liberal à câmara de Setúbal no Diário de Notícias de hoje que "em 47 anos foi só perder". Fazendo uma contas rápidas de cabeça: 2021 - 47 = 1974, o ano do 25 de Abril, e conclui-se que ele "Chega" ao tempo em que o presidente da câmara era nomeado pelo poder central fascista, o tempo em que a família valia na cidade pelo nome, em que não havia cá chatices com eleições e democracias. "Nos anos 70, éramos a terceira cidade do país". Cercada de bairros de lata por todos os lados, excepto pelo lado do rio, onde estavam os pés descalços que iam ao mar quando fazia bom tempo, 4.ª classe para os filhos e ala deitar rede ou aprender um ofício, que davam as mulheres às fábricas de conservas e divertiam-se a falar de bola nas centenas de tabernas que floresciam na cidade e, quando o paizinho do nome de família passava na rua, tiravam o boné, faziam uma vénia e diziam "bom dia sô tôr", que o respeitinho, que era muito bonito, perdeu-se todo com a merda do 25 de Abril, que a escumalha agora até tem canudo e não se inibe de opinar sobre a cousa pública. O partido novo da gente velha ou o novo partido da velha gente, vai dar no mesmo.

 

[A imagem é minha, propositadamente descolorida]

 

 

 

 

A silly season não explica tudo

por josé simões, em 12.08.21

 

IL cartaz.jpg

 

 

Candidato à presidência da Câmara Municipal de Bran na Transilvânia.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

A Constituição "socialista"

por josé simões, em 02.07.21

 

RedGuardsreadRedBookHultonGetty.jpg

 

 

A obsoleta, ultrapassada e datada Constituição "socialista".

 

IL diz que recolher obrigatório é “inconstitucional” e vai avançar com queixa à Provedoria de Justiça

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"És liberal e não sabias"

por josé simões, em 18.06.21

 

cirk_orgy_Joko Collages.gif

 

 

"Candidatos às câmaras de Gondomar (Rafael Corte Real) e Viseu (Fernando Figueiredo) têm dado que falar por causa de publicações que fizeram nas redes sociais, no passado, sobre mulheres e a comunidade LGBT."

 

"Putinhas" e "feminazis": Declarações de candidato da Iniciativa Liberal causam polémica.

 

 

Voto de condenação pelas sucessivas violações dos direitos fundamentais das pessoas LBGTIQ na Hungria [tudo em maiúsculas], submetido pela IL a 16 de Junho.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"És liberal e não sabias"

por josé simões, em 16.06.21

 

calimero.jpg

 

 

Consultor Mayan declara ganhar menos do que calceteiro Tino

 

 

Iniciativa Liberal quer prisão para políticos com declarações de rendimentos incorretas

 

 

 

 

"És liberal e não sabias"

por josé simões, em 13.06.21

 

British prime minister Margaret Thatcher covering

 

 

Apropriaram-se do espaço público usando um subterfúgio legal que lhes permitiu, contra parecer negativo da Direcçã Geral de Saúde, furar a proibição de arraiais, lucram com o uso desse espaço público através da aplicação de um imposto de 20%, os impostos que passam a vida a abominar, não contribuem com um cêntimo de euro para o erário público - poder autárquico, a limpeza do espaço, depois de terminada a festa, fica cargo da junta de freguesia. "És liberal e não sabias".

 

"A Iniciativa Liberal organizou, este sábado, um arraial em Lisboa com animação, barraquinhas e mais de mil pessoas. Os arraiais estão proibidos pela câmara, mas o partido diz que se tratava de um evento político."

 

20% dos lucros do evento vão para o partido.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Ilusionionistas liberais

por josé simões, em 02.06.21

 

Sem Título.jpg

 

 

Iniciativa Liberal vai organizar Arraial dos Santos Populares em Lisboa

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

E isto tem nome e tem responsáveis

por josé simões, em 03.05.21

 

almeria.jpg

 

 

O Vox, na Andaluzia financiado pelos "empresários" dos quilómetros de plástico das estufas até perder de vista que permitem à Espanha inundar a Europa de hortícolas e frutícolas a preços imbatíveis, tratados por mão-de-obra proveniente do norte de África, clandestina e em regime de quase escravatura, que se dedica a fazer o trabalho que os espanhóis dos contratos de trabalho e salário mínimo a 1 050 € mensais [dados Eurostat] não querem fazer, com um discurso anti-migrantes, os que trabalham nas estufas, teve no "paraíso das estufas", a Andaluzia, a votação expressiva nas eleições regionais que, a ser transposta para o parlamento nacional, lhe dava qualquer coisa como 25 deputados, o número suficiente para influenciar políticas em caso de necessidade do PP.

 

Em Portugal, a propósito do surto Covid em Odemira, o Chaga, dos "portugueses de bem" anti-migrações, com os financiadores conhecidos, e o Ilusão Liberal, oficialmente financiado por crowdfunding nas "redes sociais", por curiosidade, e só por curiosidade, com o programa económico e social, mais ponto menos vírgula, exactamente igual - privatizar, desregular, desmantelar a contratação colectiva, transformar a Segurança Social em seguros privados, acabar com o salário mínimo nacional, desmontar o Estado e o Estado social em favor de interesses privados, aparecem ambos mui indignados com a possibilidade da requisição civil temporária, tem-po-rá-ria, pelo Estado, de um empreendimento turístico com dívidas ao Estado, porque, enquanto se fala nisto, na "colectivização soviética da propriedade privada", não se fala no programa económico do Chaga e do Ilusão Liberal, talhado por medida para permitir o trabalho quase escravo sem direitos nem garantias como o que acontece neste momento em Odemira.

 

E tudo isto tem nome e tem responsáveis: a esquerda que, por demissão ou por alinhamento com as políticas de direita, permite, enquanto poder, estas situações.

 

[Na imagem print screen da região de Almeria com quilómetros de estufas a perder de vista]

 

 

 

 

A descida da Avenida não é no dia 24

por josé simões, em 22.04.21

 

Thomas Michael Alleman.jpg

 

 

A Ilusão Liberal, que tem um ex-líder no Twitter a afirmar que "o país evoluiu apesar e não por causa do 25 de Abril" e que antes tinha escrito num blogue que "é falso que sem o processo revolucionário iniciado com o 25 de Abril esses valores [liberdade e democracia] não tivessem prevalecido de qualquer forma", a famosa teoria da "evolução na continuidade" Marcelista, invocada por todos os saudosos da ditadura, apresenta Fernando Figueiredo como candidato à Câmara Municipal de Viseu que, no Facebook, classifica as mulheres que se fazem ouvir como "feministas, histéricas e mal fodidas"  e Bernardete Santos à Assembleia Municipal da mesma cidade, que, também na mesma rede, lamenta "tanta crítica, tanta crítica, tanta crítica, mas o homem [Salazar] tinha razão", depois de ter aplaudido a sua eleição como "O Melhor Português de Sempre.

 

Os donos da democracia queixam-se de que os "donos da liberdade" não os deixam descer a Avenida. Esqueceram-se de lhes dizer que a descida não é no dia 24.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Para o ano há mais

por josé simões, em 21.04.21

 

1.jpg

 

 

A Ilusão Liberal lançou um isco a Vasco Lourenço e ele mordeu, caiu que nem um patinho, como diz o povo. Logo de seguida veio o habitual chorrilho de alarvidades e baboseiras dos donos da democracia contra os "donos da liberdade", já estavam escritos e preparados, foi só carregar na tecla play.  Siga que para o ano há mais.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Quando a realidade se encarrega de desmontar a propaganda

por josé simões, em 30.03.21

 

2.jpg

 

 

1.jpg

 

 

O programa do Ilusão Liberal numa imagem: uns andam de baloiço, outros têm um poste no caminho.

 

[Via]

 

 

 

 

"Até pelos países de leste já fomos ultrapassados!"

por josé simões, em 16.03.21

 

x.jpg

 

 

"Nos anos 60 já nós tínhamos homens no espaço ainda vocês aqui em Portugal andavam de burro".

Lembro-me sempre desta resposta dada por um ex colega moldavo a uns trolls imbecis, daquela espécie que tem por desporto gozar com quem vem de outros países procurar melhor vida no nosso, quando vejo os gráficos da Ilusão Liberal "até pelos países de leste já fomos ultrapassados!", prontamente papagueados pelos comentadeiros com lugar cativo nas televisões.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Jornalismo de qualidade é outra loiça

por josé simões, em 01.03.21

 

DN.jpg

 

 

O dia em que ficámos todos a saber que o PS, com 37,6% nas intenções de voto, é ultrapassado pela direita "graças ao fôlego dos liberais", com uns estratosféricos 5,7%. Mas como é que possível a alguém que circula a 6 à hora ultrapassar outrem que vai a 40, seja pela direita ou seja pela esquerda? É que "a soma dos partidos à direita volta a ser superior à projecção eleitoral dos socialistas", apesar da soma dos partidos à esquerda - PS + BE + PCP + Livre, ser 52,4%, contra os 39,5% da direita - PSD + CDS + Iniciativa liberal + Chega. Maioria absolutíssima de esquerda [o PAN, por não ser carne nem peixe, sem piadismo, não foi considerado nesta soma].

 

Não se desse o caso de em Portugal cada vez menos gente ler jornais e ainda muito menos o Diário de Notícias e dos que lêem, quer à esquerda quer à direita, saberem fazer contas, isto era mais uma acção de propaganda manhosa para a maioria dos antigamente informados pela leitura das gordas.