Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Ride of the Valkyries

por josé simões, em 19.08.21

 

Alkis Konstantinidis - Reuters.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Inferno

por josé simões, em 15.08.21

 

AP Photo-Thodoris Nikolaou.jpeg

 

 

A man watches the flames as wildfire approaches Kochyli beach near the village of Limni, Greece, on the island of Evia, about 160 kilometers (100 miles) north of Athens, late Friday, Aug. 6, 2021, as wildfires raged uncontrolled through Greece and Turkey. AP Photo/Thodoris Nikolaou.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Lieutenant Colonel Bill Kilgore, the Ride of the Valkyries

por josé simões, em 11.08.21

 

Nicolas Economou-Reuters.jpg

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Inferno

por josé simões, em 10.08.21

 

An elderly resident reacts as a wildfire approache

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Inferno

por josé simões, em 09.08.21

 

reuters.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Inferno

por josé simões, em 06.08.21

 

Josh Edelson.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Sign O' The Times, LXIII

por josé simões, em 21.08.20

 

Noah Berger.jpg

 

 

2020 in a nutshell. River Fire in California rages on

 

Sign O' The Times, Capítulo LXII

 

 

 

 

Pensem nisto

por josé simões, em 25.08.19

 

1 (27).jpg

 

 

2 (25).jpg

 

 

3 (26).jpg

 

 

4 (21).jpg

 

 

5 (19).jpg

 

 

6 (10).jpg

 

 

7 (11).jpg

 

 

Não foi apenas o governo brasileiro a só reagir aos incêndios na Amazónia depois da pressão internacional, também a imprensa brasileira só começou a fazer primeiras páginas depois das primeiras páginas na imprensa internacional.

 

 

 

 

Fim-de-semana

por josé simões, em 25.08.19

 

baby consuelo - todo dia era dia de índio.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Todo Dia Era Dia de Índio ~ Baby Consuelo

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

Não há limites para a filha da putice

por josé simões, em 24.07.18

 

cabreuamorim.jpg

 

 

Primeiro apoiamos [apoiam] a chantagem sobre a Grécia e a destruição do Estado grego pelas instituições europeias, depois acusamos [acusam] o Estado, destruído e desmantelado, de ter falhado redondamente na protecção aos cidadãos, ignorando o aquecimento global, as alterações climatéricas e uma conjugação de factores aleatórios e imprevisíveis.

 

Carlos Abreu Amorim, deputado do novo PSD de Pedro Passos Coelho, Miguel Relvas e Miguel Morgado. Não há limites para a filha da putice.

 

 

 

 

...

por josé simões, em 24.07.18

 

1 (21).jpg

 

 

2 (21).jpg

 

 

3 (20).jpg

 

 

4 (17).jpg

 

 

5 (17).jpg

 

 

6 (14).jpg

 

 

7 (13).jpg

 

 

[Grécia, Julho de 2018]

 

 

 

 

O equívoco de António Costa

por josé simões, em 08.05.18

 

evelyn_bencicova.jpg

 

 

O [grande] equívoco de António Costa é pensar que o Presidente lhe está a enviar recados por terceiros. Não. Marcelo está a enviar recados para o cidadão eleitor: estou aqui eu, que não tenho responsabilidades governativas directas nem a tutela de ministérios, que apenas usei semanas do meu mandato em acções de consolo, conforto e levantamento da moral e incentivo ao renascimento junto das populações e que me demito caso a tragédia se repita porque chego à conclusão de que foi em vão todos os quilómetros percorridos, todos os abraços dados, todo o português gasto.

Está ali o senhor primeiro-ministro, com responsabilidades governativas directas, responsável último sobre ministérios com tutelas que vão desde a protecção civil às forças de segurança passando pelas forças armadas, que só depois de empurrado e a muito custo apresentou desculpas aos portugueses pela tragédia que foi o Verão de 2017, e que não se demite caso o inferno se repita, mostrando que não aprendeu nada e que lhe entrou por um ouvido a 100 e saiu pelo outro a 200.

Estou aqui eu e está ali ele.

É este o recado que Marcelo está a enviar pelo jornal a quem vota em 2019. Como diz o povo, não queiras abrir a pestana, não...

 

[Imagem]

 

 

 

 

E isto é bom ou mau para a qualidade da democracia?

por josé simões, em 08.05.18

 

Explosion3.jpg

 

 

Marcelo diz que não se recandidata se acontecer uma tragédia como a do Verão passado. Curiosamente a entrevista sai no dia em que há mexidas no comando da Autoridade Nacional de Proteção Civil, um cargo que devia ser de carreira e não de boy a quem arranjam um job. A segunda mexida no período de um ano [a quarta demissão em seis meses], outra vez a poucos dias do calor começar a apertar, se calhar porque da última vez deu bons resultados. Se calhar. O anterior comandante diz que se vai embora por razões pessoais, curiosamente a seguir à vinda de três peritos espanhóis para ensinarem os portugueses a tratar do fogo...

 

Voltando ao princípio, alguém acredita mesmo que o Presidente só disse aquilo que disse, assim, da boca para fora, a chegar-se à frente, ou que o Presidente está a mandar um recado com destinatário certo, mal grado o primeiro-ministro se fazer de desentendido?

 

E o Presidente, ao mostrar-se desprendido ao povo e chegar-se à frente é bom ou mau para a qualidade da democracia?

 

[Imagem]

 

 

 

 

Tem tudo para correr bem

por josé simões, em 10.04.18

 

in flames.png

 

 

Vimos todos nas televisões o ministro Eduardo Cabrita em acção de agit-prop numa aldeia do interior do país, daquelas que ainda não está deserta, só semi-deserta, povoada pelos que restam, os velhos, a propósito da criação do "oficial de segurança", alguém responsável por dar o alerta e coordenar a retirada da população para um ponto seguro, previamente definido, até que os bombeiros cheguem ou que o fogo passe.

 

Pergunta o jornalista de microfone esticado "então a senhora se houver fogo a sério traz mesmo a galinha?" e a resposta pronta, claro, tenho de a trazer, porque e tal e tal e tal. E assim ficam os velhos esquecidos do interior, excepto quando são visitados pelo ministro do interior com um cortejo de câmaras de televisão atrás, no interior da igreja ou da colectividade, capitaneados pelo menos velho, a morrer à espera de outro velho que já morreu a tentar salvar uma galinha, um porco, um cão, uma ovelha, um gato ou o periquito na gaiola, a única companhia que lhes resta. Tem tudo para correr bem.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Dia de trabalho para a Nação

por josé simões, em 23.03.18

 

Vasco Gonçalves Almada 18 Agosto 1975.jpg

 

 

É já amanhã que o primeiro-ministro António Costa vai participar numa ação de limpeza de matas e florestas com mais de 20 membros do Governo. Os ministros vão andar de norte a sul do país a mostrar como se faz, numa ação de sensibilização para o tema da prevenção dos fogos

 

"dia de trabalho para a nação"