Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| As bruxas

por josé simões, em 20.06.09

 

 

 

Desculpem lá a ingenuidade, mas estes 28 crânios não são aqueles que defendem que a recuperação da economia nacional e a competitividade das empresas portuguesas passa por congelar ou até reduzir salários (que não os próprios)?

 

Estes 28 crânios não desempenharam quase todos eles funções governativas nos últimos 35 anos; não estiveram quase todos eles à frente do sistema - com toda a carga pejorativa que o termo “sistema” carrega - bancário português; estes 28 crânios não são todos eles responsáveis pelo desgraçado estado em nos encontramos?

 

Muito mais grave ainda, estes 28 crânios enquanto responsáveis e/ou titulares de cargos, nunca fizeram a ponta de um corno para evitar termos desembocado num beco quase sem saída. Antes pelo contrário, trataram da vidinha e atenderam aos lóbis amigos e amigos do “sistema”.

 

E é de tratar da vidinha que isto trata.

 

Isto é para levar a sério? É. Na medida de que isto é um mau sinal para o futuro de José Sócrates e do Governo PS. Na medida em que quando estas "bruxas" do regime, que têm o dom de adivinhar para que lado vão soprar os ventos, se começam a demarcar quer dizer exactamente que já se estão a posicionar para o que aí vem.

 

Lá diz o povo que quando o barco começa a afundar os primeiros a fugir são os 28, perdão, são os ratos. Verdade verdadinha! E Verdade verdadinha é que está nas mãos do povo tirar “a razão” às bruxas.

 

Adenda: uma resposta que nunca iremos ter é, se os resultados das europeias tivessem sido diferentes este “manifesto” teria visto a luz do dia?