Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O estado da Nação

por josé simões, em 16.06.22

 

Jesus.jpg

 

 

Fernando Medina, que é ministro das Finanças porque perdeu as eleições autárquicas, nas televisões a falar em credibilidade [Se já estava destinado por António Costa às Finanças o PS andou a enganar os lisboetas nas autárquicas].

 

Marcelo a orar a Deus de beiço caído na procissão do Corpo de Deus. [Foi de surpresa, aquele banco em lugar destacado estava ali por acaso]. A inveja que o Ventas do Chaga deve ter sentido por não se ter lembrado desta primeiro. Não é bobo da corte quem quer.

 

O director de comunicação do Governo diz que foi apanhado de surpresa com a proposta de ir ganhar mais de quatro mil paus por mês para fazer pelo Governo aquilo que Mário Soares, Sá Carneiro, Álvaro Cunhal, faziam de borla. Está a dar resultado, à medida que o tempo passa a ideia generalizada é que o Governo não resolve a crise no Serviço Nacional de Saúde porque não quer, não está para aí virado. Há mais pobres a quem distribuir o bodo [do erário público].

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Governar é feito de opções

por josé simões, em 28.03.21

 

batman-robin.jpg

 

 

O Governo que com uma alteração à legislação fiscal permite a fuga da EDP ao pagamento de 110 milhões de euros em impostos, apesar de sobejamente avisado, é o Governo que acaba com a moratória do crédito à habitação e que admite recorrer para o Constitucional para travar apoios sociais aprovados pela oposição.

 

 

 

 

Natal dos hospitais

por josé simões, em 08.12.19

 

My son was trying to make a Shaka with Santa when the picture was take.jpeg

 

 

As misericórdias, os maiores proprietários imobiliários nas cidades de norte a sul do país. As misericórdias, onde para meter um familiar num lar é necessário uma doação de milhares de euros, ou uma propriedade e/ ou imóvel que fazem o tal património, e uma propina mensal de muitos salários mínimos. As misericórdias, onde apesar das quotizações cobradas aos "irmãos" tudo custa os olhos da cara, desde fisioterapias a apoios domiciliários passando por actividades ocupacionais. As misericórdias, o albergue do emprego para a vida das distritais do PSD e CDS. As misericórdias dão ultimato ao Governo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Bué* casamentos e um funeral

por josé simões, em 17.03.19

 

Simone Pellerey - 10 settembre 1961 - Matrimonio di Diana e Antonio.jpg

 

 

Se por um azar morrer algum familiar de um governante [toc-toc-toc três vezes na madeira; lagarto, lagarto; salvo seja e todas aquelas coisas que é normal dizer] o Governo pára, por via dos dias de nojo consignados em lei. Pai/ mãe/ sogro/ sogra/ conjugue: 5 dias; irmão/ irmã: 3 dias; primos: dia do funeral, etc. , etc. . E não é difícil imaginar todos os constrangimentos que isso traz ao governo, com letra pequena, da Nação.

 

*Bué

 

[Na imagem 10 settembre 1961 - Matrimonio di Diana e Antonio, Simone Pellerey]

 

 

 

 

"Um Governo preocupado só com a sua imagem"

por josé simões, em 26.11.17

 

homem elefante.png

 

 

Dois anos depois e das trapalhadas com os bancos, herdadas do anterior Governo, resolvidas e com o sistema financeiro estabilizado; com todas as metas estabelecidas cumpridas, sem recurso a extraordinários; com a economia a crescer e as exportações no mesmo sentido; com o défice mais baixo da democracia; com o PIB a aumentar e o desemprego a regredir até aos números de 2008; com o país fora do procedimento por défice excessivo, contrariando as ameaças de Bruxelas ao anterior Governo; com a Standard & Poor’s a reavaliar positivamente a notação do país; com as taxas e sobretaxas anuladas e o rendimento restituído às pessoas e às famílias; com a oposição a brandir os incêndios de Verão, o paiol de Tancos, o jantar no Panteão, a legionella na chaminé do hospital, o Infarmed no Porto e a comemoração paga à Universidade de Aveiro para assinalar o 2.º aniversário do Governo. Como diria Assunção Cristas, "um Governo preocupado só com a sua imagem".

 

[Imagem]

 

 

 

 

Allo allo

por josé simões, em 20.06.17

 

René Francois Artois.jpg

 

 

Última hora: Governo e jornalistas cercados por incêndio em Góis

 

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [VII]

por josé simões, em 27.10.15

 

teresa morais.jpg

 

 

Ministério da Igualdade e Cidadania


Teresa Morais, a secretária de Estado da Igualdade contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a lei de identidade de género.

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [VI]

por josé simões, em 27.10.15

 

Rui Medeiros.jpg

 

 

Ministro da Modernização Administrativa


Rui Medeiros, o constitucionalista que atestava a constitucionalidade dos diplomas do Governo PSD/ CDS declarados inconstitucionais pelo Tribunal Constitucional.

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [V]

por josé simões, em 27.10.15

 

 

 

Ministério dos Negócios Estrangeiros


Rui Machete. o ministro dos pedidos de desculpas a Angola por Portugal ser um estado de Direito com separação de poderes.

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [IV]

por josé simões, em 27.10.15

 

mister burns.jpg

 

 

Ministro da Saúde


Fernando Leal da Costa, o secretário de Estado do humor negro sobre as urgências hospitalares.

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [III]

por josé simões, em 27.10.15

 

fernando negrão.jpg

 

 

Ministro da Justiça


Fernando Negrão, da demissão do cargo de director da Polícia Judiciária no quadro do processo Moderna [que chegou a envolver Paulo Portas] por suspeitas de violação do segredo de justiça. De Setúbal para Lisboa, de Lisboa para o Parlamento, onde ainda ontem não foi eleito presidente porque os socialistas-comunistas-esquerdistas-anarquistas não respeitam a tradição. Contra a democracia marchar, marchar.

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [II]

por josé simões, em 27.10.15

 

ricardo-salgado.jpg

 

 

Ministério da Administração Interna


João Calvão da Silva, "jurista de Coimbra" [meu Deus!] do "bom princípio geral de uma sociedade que quer ser uma comunidade – comum unidade –, com espírito de entreajuda e solidariedade".

 

 

 

 

||| Ainda gozam com os cidadãos [I]

por josé simões, em 27.10.15

 

Maria+Luís+Albuquerque.jpg

 

 

Ministério das Finanças


Maria Luís Albuquerque, «não vamos falar em cortes de 600 milhões, nunca ninguém falou em cortes».

 

 

 

 

||| Alemanha declara guerra à Rússia

por josé simões, em 14.10.15

 

world war II.jpg

 

 

É a primeira página dos jornais económicos [e adjacentes] de amanhã, depois de terem gastos os trunfos todos logo no primeiro dia.


«Portugal emite 1.300 milhões de euros em dívida com juros inferiores aos do mercado»


[Imagem]

 

 

 

 

||| Mito urbano

por josé simões, em 13.10.15

 

natgeo.jpg

 

 

Mito urbano. A direita que sabe fazer contas:


«[...] ausência de fornecimento por parte do governo e da coligação de informação indispensável ao suporte financeiro das medidas que apresentaram e que é indispensável para podermos avaliar da consistência e da credibilidade do exercício que nos é apresentado.» [A partirt do minuto 02:49]


[Imagem]