Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

A doutrina social dos que se benzem antes de pisarem o relvado

por josé simões, em 05.10.22

 

fernando santos.jpg

 

 

A Federação Portuguesa de Futebol, entidade com estatuto de utilidade pública desportiva atribuída pelo Estado, urdiu um esquema com o seleccionador nacional para lesar o Estado, por via da fuga aos impostos, e continua tudo como se nada se tivesse passado. O seleccionador continua a seleccionar, o presidente do futebol continua a presidir ao futebol, o outro que fala sobre tudo e que chega à flash interview primeiro que os jogadores nunca ouviu falar no assunto, no fim acertam as contas com o fisco, e lá vamos cantando e rindo. É a doutrina social dos que se benzem antes de entrarem no relvado, vão perorar sobre a fé que muda vidas a plateias de devotos carentes de exemplo depois de terem ouvido o Papa pedir justiça fiscal e exortar ao pagamento de impostos. Amém.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

De regresso a casa

por josé simões, em 24.09.22

 

53.jpg

 

 

De regresso a casa. Trabalhador nepalês nos estádios do Qatar para o Mundial da Vergonha de 2022, em condições de semi-escravatura. Segundo o The Guardian, mais de 6.500 trabalhadores migrantes morreram na monarquia de luxo autoritária no Golfo Pérsico nos últimos dez anos - e só por conta do futebol.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

A mesma face da mesma moeda

por josé simões, em 14.09.22

 

Sébastien Camboulive.jpg

 

 

No sábado tivemos a criança obrigada a despir a camisola do Benfica para assistir ao jogo na bancada do estádio em Famalicão, ontem o carro onde seguia a família do treinador do FC Porto foi apedrejado à saída do Dragão depois da goleada caseira sofrida frente aos belgas do Club Brugge. É a mesma face da mesma moeda que impera há décadas no futebol português, o discurso do ódio alimentado pela falta de classe e de educação dos videirinhos, alçados a dirigentes do pontapé-na-bola, com reflexo imediato na manada, cobarde e anónima, na coacção sobre quem se pauta pela decência  e civilidade.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

In Memoriam

por josé simões, em 10.08.22

 

chalana.jpg

 

 

Fernando Chalana

 

1959 - 2022

 

 

 

 

As coisas como elas deviam ser

por josé simões, em 22.05.22

 

Janet Delaney.jpg

 

 

Passaram a sexta, o sábado, e o domingo até ao apito do árbitro, muito indignados nas redes porque a final da Taça de Portugal, por ser entre uma equipa dos cus de Judas e uma do Porto - o centralismo lisboeta, a Pintofobia e outras calimerices do género, não estava a ter na imprensa o mesmo destaque que habitualmente tem, ler: não estava a ser o circo imbecil montado pelas televisões nas portas dos centros de estágio, hotéis, motas atrás dos autocarros, directos de duas e três horas com entrevistas a cada palerma anónimo mais palerma que o entrevistado anterior, com as previsões mais estapafúrdias e os comentários mais alarves que nem o Freud conseguia explicar, quando o lamento e o protesto nas redes devia ser por as coisas não serem sempre assim, sejam as equipas quais forem na disputa - Benfica, Porto, Sporting, Braga, etc.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Todo os poder aos patetas!

por josé simões, em 30.03.22

 

Marcelo.jpg

 

 

IL.jpg

 

 

O estado da Nação: um Presidente da República que aparece na zona das entrevistas rápidas, reservada a jogadores e treinadores, para comentar um jogo da selecção; um bando de parolos eleitos, constituído grupo parlamentar, que posa para a foto devidamente fardados.

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

Martin Scorsese

por josé simões, em 30.11.21

 

scorsese.jpg

 

 

Uma equipa patrocinada por uma casa de apostas que joga numa liga patrocinada por uma casa de apostas.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Os inimputáveis

por josé simões, em 29.11.21

 

cirk_orgy_Joko Collages.gif

 

 

2 - dois - 2 anos depois do início da pandemia SARS-CoV-2 [Covid-19] a Liga Portugal vai pedir "esclarecimentos claros sobre o protocolo de contingência sanitária em vigor nas competições profissionais de futebol". Podia ser mais uma das habituais palhaçadas, imagem de marca do Tugão, também conhecido por Liga Portugal Bwin, não fosse estarmos assolados por uma pandemia à escala planetária, com os habituais inimputáveis no momento errado no lugar errado, sem respeito pela saúde pública, em geral,,pelos profissionais, em particular, por uma indústria geradora de milhões, sem coluna vertebral para se demitirem e com a cumplicidade do poder político que se enfeita de futebol quando há necessidades.

 

[Imagem "Cirk Orgy" by Joko Collages]

 

 

 

 

O famoso humor inglês

por josé simões, em 12.07.21

 

RoyalMail.jpg

 

 

O Royal Mail no Twitter.

 

 

 

 

Football Moves People

por josé simões, em 26.06.21

 

1.jpg

 

 

2.jpeg

 

 

3.jpg

 

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 24.06.21

 

clown.jpg

 

 

Espero que os portugueses se desloquem de forma massiva para o sul de Espanha e que possam apoiar uma grande vitória de Portugal nos oitavos de final deste campeonato da Europa

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

E o que é que a UEFA tem a ver com a cor exterior dos estádios?

por josé simões, em 22.06.21

 

Carpathian Brigade.jpg

 

 

A UEFA, que não controla o interior dos estádios e permite a presença de claques nazis e neo-fascistas nas bancadas, com cânticos e insultos racistas e homofóbicos acompanhados da saudação nazi, rejeita iluminação de apoio à comunidade LGBT no jogo Alemanha x Hungria.

 

E o que é que a UEFA, que não se preocupa com o interior dos estádios, tem a ver com a cor exterior? Não vale respoder dinheiro.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Não deixar que um bom jogo estrague um negócio

por josé simões, em 18.06.21

 

alex beker_muppets-scaled.jpg

 

 

"A UEFA lembrou às equipas participantes que as parcerias são essenciais para a realização do torneio e para garantir o desenvolvimento do futebol em toda a Europa, incluindo para jovens e mulheres", porque, como é por todos sabido, antes dos patrocínios não havia campeonatos, nem da Europa, nem do mundo, nem nacionais, nem os "jovens e mulheres" jogavam à bola, nem nada, estávamos no tempo do cautchu rebentado e cheio com trapos até ficar redondo outra vez. Isso e e os clubes "propriedade privada com os palermas, de seu nome adeptos, relegados para a bancada no papel de batedores de palmas e assobiadores com cartão de sócio", "os jogadores propriedade de agências, fundos de investimento, investidores privados, sediados em offshores, com operações opacas", e "direitos de transmissão televisiva, com jogos a dias e horas que não lembra a quem já tenha jogado alguma coisa na vida que não só futebol". Sem nada disto tínhamos de estar na varanda a ver os putos jogar na rua ou a espreitar pelo muro da escola para ver o inter-turmas. Não deixar que um bom jogo estrague um negócio.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

19

por josé simões, em 12.05.21

 

1 joao porfirio.jpg

 

 

2 joao porfirio.jpg

 

 

3 joao porfirio.jpg

 

 

4 joao porfirio.jpg

 

 

5 joao porfirio.jpg

 

 

[Link nas imagens]

 

 

 

 

That's all Folks!

por josé simões, em 20.04.21

 

thats all folks.jpeg

 

 

Primeiro autorizaram que os clubes de futebol fossem propriedade privada com os palermas, de seu nome adeptos, relegados para a bancada no papel de batedores de palmas e assobiadores com cartão de sócio. Era para "salvar o futebol".

 

A seguir autorizaram que os jogadores fossem propriedade de agências, fundos de investimento, investidores privados, sediados em offshores, com operações opacas. Era para "salvar o futebol".

 

Depois começaram a negociar direitos de transmissão televisiva, com jogos a dias e horas que não lembra a quem já tenha jogado alguma coisa na vida que não só futebol. Era para "salvar o futebol". Até chegar ao ponto de,  para "salvar o futebol", organizar mundiais de futebol em regiões do globo com temperaturas médias a oscilar entre os 40 e 50 graus centígrados e com total desrespeito pelos direitos humanos.

 

Agora, "para salvar o futebol", 12 clubes patrocinados pela JP Morgan avançam com a criação de uma super liga europeia, e saltou toda a gente, de políticos a jogadores e ex-jogadores, passando por treinadores, jornalistas, sócios - os mesmos que não viram nada de anormal em o seu clube ser propriedade de um qualquer oligarca russo ou sheik do petróleo, presidentes de outros clubes, a berrar "QUEREM MATAR O FUTEBOL!". Lamentamos mas o futebol morreu lá atrás, no momento em que passou a ser só circo. E circo por circo que venha a tal super liga.

 

[Link na imagem]