Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Uma Besta com bê grande

por josé simões, em 29.04.10

 

 

 

 

«(…) e a gente a ter de construir arcas e a meter lá casais heterossexuais de espécies animais a fim de evitar que elas se extinguissem (…)»

 

(Na imagem “Vulva Tattoo”, uma tatuagem da era pós-soviética)

 

 

Big “hacker” Brother

por josé simões, em 29.08.08

 

Após ter aprendido que na China não há censura na web; mas tão-somente “alguma «desabertura» sua «revelada» em termos de acesso aos sites de propaganda «organizadora» contra o seu regime”, ainda assim, presumo, não fossem os utilizadores pensar que o que lêem é verdade e revoltarem-se contra as verdades estabelecidas; e depois de ler esta prosa: “Será a possibilidade de, em permanência, não só localizar para apontar por tudo o que é mundo. (…) Será agora a ambição de entrar em tudo o que é computador, processador, para observar, desorientar, destruir, sendo o caso. Daí, a perspectiva de profissão para os novos hackers (…)”, lembrei-me deste acontecimento recente, e dei por mim a pensar no que poderia ter sido o mundo se nos tempos de Ioseb Besarionis Dze Jughashvili e de Lyeaníd Ilítch Bryéjnyef já houvesse acesso generalizado à web…