Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O custo da democracia

por josé simões, em 22.09.16

 

trump.jpg

 

 

Que "a democracia tem um custo" vai ser o argumento a atirar à cara de quem está contra o fim das restrições ao financiamento público dos partidos, no país onde desde 2009 o sector privado tem os salários congelados ou sofre aumentos simbólicos entre os zero virgula alguns e o um por cento. Logo seguido do inevitável "populista!". E é precisamente por a democracia ter um custo que da parte dos partidos fundadores da democracia devia haver algum pudor e alguma prudência para não fomentar o aparecimento de populismos fora do sistema, agora que Paulo Portas se retirou, e que têm como objectivo último suspender a democracia.


[Na imagem Donald Trump by Scott Scheidly]

 

 

 

 

Guardar

||| O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 23.06.15

 

clown.jpg

 

 

O ministro da Saúde do Governo que fez a 'reforma do IRS' por via da redução dos escalões e do encolhimento da sua progressividade, é o mesmo ministro da Saúde do mesmo Governo que vem agora clamar por uma ‘reforma’ do financiamento do Serviço Nacional de Saúde por via da progressividade dos impostos, os que podem mais pagam. Ou anda distraído, ou anda a gozar com a cara dos cidadãos, ou anda a apostado em lançar a confusão a três meses das eleições...


[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

||| Numerus clausus ao numerus clausus?

por josé simões, em 11.02.15

 

Bill-Nye-in-9th-grade-science-class.jpg

 

 

Para acabar com a maior indústria exportadora portuguesa - a dos licenciados e doutorados, como forma de filtrar braços de trabalho para os empregos mal remunerados e precários [que o Governo não tem um modelo de baixos salários e de precariedade para o país] que não há na indústria e na agricultura, ou ambas?


E dentro do numerus clausus ao numerus clausus e já que na escola neoliberal alemã travestida de austríaca tudo são números, como é que é feita a selecção, quem é que entra? Quem pagar mais, ou faz-se uma prova de avaliação e entra quem "der menos de 20 erros numa frase"?


«Novo modelo de financiamento do ensino superior impõe limite de alunos»


[Imagem]

 

 

 

 

 

||| Back in the USSR

por josé simões, em 07.07.14

 

 

 

"Quem paga encomenda a música", provérbio russo.

 

Podemos sempre recuperar a polémica anos 80, e anos-quando-der-jeito, da "traição à Pátria" pelo suposto financiamento do PCP pela então URSS, a menos que os campos da luta ideológica sejam mais, substancialmente mais, traição à pátria, para um país membro da União Europeia e da NATO, do que o campo do selling England by the ruble pound, segundo o mui liberal princípio de que o dinheiro não tem cor nem bandeira nem pin na lapela.

 

"Los Oligarcas rusos financian al Partido Consevador britânico"

 

[Na imagem "Nikita Kruschev’s shoes" at Brown University, USA]

 

 

 

 

 

|| Um Governo riscadinho

por josé simões, em 17.05.13

 

 

 

Lembram-se do liberal Pedro Passos Coelho que, antes de ser primeiro-ministro, queria privatizar a Caixa Geral de Depósitos para retirar o "peso do Estado" da economia e que, depois de chegado ao Governo, exige que a mesma Caixa Geral de Depósitos financie mais a economia ou "vamos de ter mudar a administração" [ler "substituir os boys nomeados"], lembram-se?

 

Do que ninguém se lembra é de ter ouvido Pedro Passos Coelho falar sobre que tipo de financiamento à economia exige, a que género de economia é que se refere, coisa desnecessária para os boys nomeados que perceberam bem a irritação do chefe, o "posto de trabalho" em risco, e conhecem como ninguém as prioridades económicas do Governo das marcas e das grandes empresas. A ministra Cristas, do partido da lavoura, essa continua calada. Ou a rezar para que pare de chover que já estamos quase em Junho.

 

[Imagem de autor desconhecido]