Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

Acabou a Festa do Avante!

por josé simões, em 07.09.20

 

marcelo.jpg

 

 

Acabou a Festa do Avante! e com ela os riscos para a saúde pública por via da propagação do vírus no desrespeito pelas [boas] regras do distanciamento social.

 

[Imagem]

 

 

 

 

O Verdadeiro Artista

por josé simões, em 05.09.20

 

circo mundial.jpg

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa, a picareta falante especialista em tudo o que respira à face da terra, e debaixo de água também, depois de semanas a criar percepções nas pessoas sobre os muitos milhares que devem marcar presença na Feira do Livro, de outros tantos milhares que devem rumar ao Algarve para a Formula 1, e dos milhares que se devem manter o mais longe possível da Quinta da Atalaia, aparece a dizer que não é especialista em regras sanitárias e que a percepção que tem é que as pessoas têm uma percepção negativa sobre a Festa do Avante! . E isto é a política politiqueira elevada a um nível acima do nível da política politiqueira inventada e cultivada pelo especialista Marcelo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

Um bando de palermas sem nada que fazer

por josé simões, em 04.09.20

 

x.jpg

 

 

Se pessoal do PCP, ou do Bloco, fosse colocar um cartaz na porta de uma qualquer festa do PSD era provocação da extrema-esquerda ou da "esquerda radical", assim é o "direito de exprimir uma opinião" consagrado em Constituição. Alexandre Poço, deputado da Nação e recém eleito presidente da JSD no Twitter.

 

Um bando de palermas sem nada que fazer e a repetir chavões ocos que ouviram dizer em casa ou na "universidade de verão" da jota.

 

[A imagem é uma manipulação minha da original]

 

 

 

 

Não ter a puta da vergonha na cara é isto

por josé simões, em 03.09.20

 

trapezista.jpg

 

 

Chico Chicão, o líder do CDS que gastou os dois últimos meses a falar da Festa do Avante! , acusa o governo de ter descurado o início do ano escolar por estar preocupado com a Festa do Avante! . Não ter a puta da vergonha na cara é isto.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Liberta o Ventura que há em ti

por josé simões, em 31.08.20

 

contra avante.jpg

 

 

Porque é que é necessário que "muitos milhares de pessoas" visitem à 90.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, que "foi preciso coragem para pôr de pé", sem fazer estardalhaço com a Direcção-Geral da Saúde;

Porque é que é importante já estarem 28 mil bilhetes vendidos, de um pacote mínimo de 50 - cinquenta - 50 mil, para a corrida de Fórmula 1 no Autódromo Internacional do Algarve, sem pruridos de saúde pública em Rui Rio, no CDS e outros palermas avulso;

Porque é que a Festa do Avante! , num recinto onde cabem 100 mil, e num máximo de 33 mil proposto pela organização, só pode comportar 16.563 pessoas e a venda de bebidas alcoólicas vai ser proibida a partir das 20 horas, depois de semanas a fio de ruído em tudo o que é meio de comunicação?

 

Se calhar é melhor fazer a vontade a Marcelo e votar noutro partido que ressuscite uma DGS para meter os comunistas na ordem, pública. A bem da nação.

 

[O "Contra Avante" na imagem]

 

 

 

 

Tovarish Rui Rio

por josé simões, em 26.08.20

 

Our goals are clear, our tasks are decided. Let's

 

 

Como "estamos em democracia e isto não é a União Soviética" Rui Rio quer que o Governo tome uma atitude soviética e proíba um evento organizado por um partido político em democracia. Tovarish Rui Rio!

 

[Na imagem cartaz soviético de propaganda: "Os nossos objectivos são claros, as nossas tarefas decididas. Vamos trabalhar, tovarischi! Nikita Khrushchev"]

 

 

 

 

Pergunta honesta

por josé simões, em 12.08.20

 

 

 

Mário Nogueira, vai à Festa do Avante! ?

Se sim, vai como Mário Nogueira militante do PCP ou como Mário Nogueira líder da Fenprof?

 

[Imagem]

 

 

 

 

O PCP rem um plano delineado que lhe permite regressar à clandestinidade já amanhã se for caso disso

por josé simões, em 17.05.20

 

original.jpg

 

 

O PCP confunde "actividade política" com mosh ao som da Carvalhesa. O PCP confunde "liberdades democráticas" com o picnicão da bandeira vermelha. O PCP ficou ainda antes de 1974 nas manifestações de força coreografadas para impressionar o povo. O PCP rem um plano delineado que lhe permite regressar à clandestinidade já amanhã se for caso disso e manter a edição do Avante! por stencil. Era o que faltava!

 

 

 

 

Outras religiões

por josé simões, em 11.05.20

 

Catherine Balet.jpg

 

 

Fosse na América rica, a do norte, ou no vizinho pobre do sul, o Brasil, e andavam manadas de grunhos nas ruas de bandeiras às costas a gritar contra o ataque às liberdades: comunismo e criatividade; a "indústria" do pontapé-na-bola a transpirar saúde por todos os poros, sem contacto físico nos livres e cantos, sem cargas de ombro e entradas de carrinho; touradas dentro dos requisitos, picar o animal com toda a higiene e limpeza e o rabejador de mascara cirúrgica. Quem diria que um dia Fátima havia de ficar fora da equação? 

 

[Imagem]

 

 

 

 

Comunismo e criatividade

por josé simões, em 10.05.20

 

West Berliners wave to friends and family across the Berlin Wall, September 16, 1961 CIA Photo.jpg

 

 

1 (54).jpg

 

 

Barbara_Klemm, glancing over the wall, Berlin-Kreuzberg 1977.jpg

 

 

«Jerónimo diz que a Festa do Avante! não é um festival e que comunistas “são muito criativos”» [a manter o distanciamento social].

 

 

 

 

In Memoriam

por josé simões, em 11.06.19

 

ruben carvalho.jpg

 

 

Rúben de Carvalho

 

1944 - 2019

 

 

 

 

O Bruno de Carvalho da política

por josé simões, em 09.09.18

 

 

 

À imagem do ex- presidente do Sporting que nunca tinha um discurso pela positiva, nunca conseguia afirmar o Sporting pela força do clube e ideias próprias, era sempre "porque o Benfica isto", "mas o Benfica", "e o Benfica aquilo", "no Benfica acontece", "no Benfica deixa de acontecer", Jerónimo de Sousa não consegue alinhavar uma frase completa com uma ideia alternativa para o país que não passe "porque o PS aquilo", "mas o PS aquele outro", "e o PS assim", "e o PS assado", mesmo até quando o PS está arredado do poder, entregue ao PSD e ao CDS. E subir o de nível?

 

 

 

 

E porque é que Mao fica sempre fora da equação?

por josé simões, em 06.09.16

 

durão barroso.jpg

 

 

E porque é que em Mao nunca ninguém toca e os seus mais de 70 milhões de mortos ficam sempre convenientemente escondidos, caídos no esquecimento?


E porque é que mais de metade do PS e do PSD, ministros e secretários de Estado, dirigentes do "sentido de Estado" e da marcha do balão e do "arco da governação" vão passando pelos intervalos da chuva sem que os mais de 70 milhões de cadáveres lhes pesem na consciência?


E se em Berlim, frente ao Reichstag, houvesse uma gigantesca foto de Hitler a vigiar a praça, como a de Mao a vigiar Tiananmen?


Isso agora também não interessa nada, o problema parece ser Estaline que nunca ninguém viu na Festa do Avante! , nem sequer em t-shirt.


[Na imagem um maoista ex-presidente da Comissão Europeia]

 

 

 

 

Guardar

"Agora que a corrida estoirou"

por josé simões, em 01.08.16

 

UHF.jpg

 

 

António Manuel Ribeiro quer em 2016, na Quinta da Atalaia ao Seixal, as 120 mil pessoas que estiveram em 1985 no Casalinho da Ajuda em Lisboa a cantar "Cavalos de corrida" e "Rua do Carmo", mesmo que a banda nunca mais tenha gravado um hit desde essa data e apesar de só existir pela falta de tomates de António Manuel Ribeiro em se assumir em nome próprio e continuar, perante a indiferença e o encolher de ombros de toda a gente, ex-músicos fundadores incluídos, a causar "danos patrimoniais" ao nome e à imagem da banda, enquanto vai recrutando yes musicians a eito até ao dia em que se fartam do ego, tamanho do rock em Portugal desde que o Joaquim Costa gravou "Rip It Up".

 

 

 

 

Guardar

||| "Camaradas paneleiros"

por josé simões, em 16.09.15

 

ary-santos.jpg

 

 

"Disseram-me que não há camaradas paneleiros enquanto me bariam com força"


"E a cada novo assalto, cada escalada fascista, subirá sempre mais alto, a bandeira comunista"