Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| E o rabinho lavado com água das malvas, não?

por josé simões, em 03.05.10

 

 

 

 

Um fulano tem um estaminé mal amanhado numa praia, a maior parte das vezes saído da linha de montagem de algum IKEA para bairros da lata, e onde pratica preços muito acima do mercado (assim de repente cafés a €1 e gelados tabelados a €1. 20 por €2).

 

O estaminé mal amanhado está lá por “direitos adquiridos”, porque o fulano dono do estaminé também é esperto e há muitos anos atrás ocupou espaço público comum e montou negócio.

 

O fulano que tem o estaminé mal amanhado montado numa praia em terrenos de domínio público, chega o Verão e ocupa a praia de uma ponta à outra com barracas, toldos, sombrinhas e espreguiçadeiras, que aluga a preços que fazem o comum dos cidadãos optar por apanhar um cancro na pele e ficar ao Sol naquelas tirinhas que sobram nas extremidades das praias e onde o índice de ocupação é de 10 banhistas por m2, porque sombrinhas e outras coisas à frente da concessão vazia é proibido, enquanto o fulano dono do estaminé safa umas coroas nos intervalos com o aluguer de gaivotas e canoas forradas a autocolantes publicitários ao Ice Tea e Sumol de Laranja.

 

O fulano que é dono de um estamine mal amanhado numa praia em terrenos de domínio público por direitos adquiridos e que enche os bolsos à tripa forra em 3 meses de Verão acha que o contribuinte, perdão o Estado, deve continuar a pagar o seu ordenado e o da sua família a subsidiar o seu negócio.

 

(Em stereo)

 

(Imagem Bathing beach. Circa 1923, a Potomac bathing beaches of Washington, D.C National Photo Company)