Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

O circo nunca acaba...

por josé simões, em 13.07.21

 

Sem Título.jpg

 

 

O circo nunca acaba...

 

 

 

 

Der Untermensch

por josé simões, em 03.07.21

 

Der_Untermensch.jpg

 

 

O partido deve defender não só a identificação das comunidades subsidiodependentes, onde estão localizadas, qual é a prevalência da subsidiodependência, qual é o nível de subsidiodependência, porque na verdade somos todos nós que estamos a pagar isso, como deve ter uma espécie de cadastro ou de identificação étnica ou racial

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Eles andam aí...

por josé simões, em 07.06.21

 

Francesca Rizzi Mário Machado.jpg

 

 

«Carabinieri seized photographs of Hitler, swastikas and a book listing Jewish surnames during coordinated raids on Monday on the homes of 12 alleged members of the Roman Aryan Order, a Nazi-inspired white supremacist group. One of the accused was voted the winner of an online Miss Hitler beauty pageant in 2019, calling herself Miss Eva Braun.

 

The investigation began in 2019, as part of a wider probe into white supremacist and far-right movements. Police said in a statement that this group was “dedicated to publishing racist and discriminatory, Nazi-inspired, anti-Semitic and Holocaust-denying content, videos and images on social media.»

 

Italian neo-Nazis were plotting to bomb NATO base, police say

Carabinieri raided the homes of 12 alleged members of an extremist group on Monday.

 

Entre os acusados está Francesca Rizzi [na imagem], candidata ao título Miss Hitler e convidada de Mário Machado na convenção de neo-nazis que se realizou em Lisboa em Agosto de 2019, o mesmo Mário Machado que, um ano depois no seu canal Youtube, apelava aos camaradas para se mudarem descansados de armas e bagagem para as fileiras do Chaga pois nunca revelaria a sua proveniência.

 

 

 

 

Engana quem quiser ser engando

por josé simões, em 26.05.21

 

3.jpg

2.jpg

1.jpg

 

 

Uma corja saudosa de um tempo que não viveu - Portugal orgulhosamente só e ausência de qualquer liberdade que não a do regime suprimir a dos cidadãos, organiza um arraial debaixo da lona "Europa e Liberdade". Engana quem quiser ser enganado.

 

 

 

 

Os "bandidos" bons e os "bandidos" maus

por josé simões, em 25.05.21

 

luís amado.jpg

 

 

Circulam pelas redes os memes do Ilusão Liberal com os ministros de Guterres que transitaram para o Governo de Sócrates para depois transitarem para o Governo de António Costa, uma corja, prontamente papagueados pelos comentadeiros-cartilheiros de serviço nas televisões, antes do fenómeno "redes sociais" denominados opinion makers, e depois citados sem citação pelos pivôs em todas as televisões: a escumalha socialista que meteu o país no buraco, bandidos. Todos. Todos menos um, o bonzo Luís Amado, para todos os efeitos e para o efeito reunião da extrema-direita - Movimento Europa e Liberdade, como "militante socialista". Caído do céu. Sem cadastro. Ainda não há muito tempo a isto chamava-se "idiota útil".

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

Só por manifesta ignorância o congresso não tem lugar em Braga

por josé simões, em 21.05.21

 

Sem Título.jpg

 

 

Só por manifesta ignorância, aliás expressa na forma como dirigentes, militantes e minions anónimos escrevem nas caixas de comentários e nas redes, com erros de concordância, gramaticais, pejados de bengalas linguísticas, o congresso não tem lugar em Braga, porque por vergonha na cara não é, de certeza.

 

"teria graça" Ventura conseguir que "os trabalhos parlamentares fossem suspensos precisamente no dia de aniversário do 28 de maio de 1926", dia do golpe de Estado que resultou na queda da Primeira República Portuguesa e na instauração da Ditadura Militar, dando origem, mais tarde, ao Estado Novo, regime vigente no país até ao 25 de abril de 1974.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Os normalizadores do fascismo, II

por josé simões, em 30.04.21

 

miguel pinto luz tvi.jpg

 

 

Miguel Pinto Luz, ex-candidato à liderança do PSD, vice-presidente da Câmara de Cascais. E não é um matarruano qualquer.

 

Os normalizadores do fascismo, Capítulo I

 

 

 

 

Os normalizadores do fascismo

por josé simões, em 29.04.21

 

A group of young German boys view Der Stürmer, Di

 

 

Goucha, um dos maiores normalizadores do fascismo no prime time da televisão generalista, não conhece o poema de Martin Niemöller. Ou conhece, mas a vertigem da guerra de audiências não lhe permite ver que, caso esta gente um dia chegue a ser poder, também o vão buscar a ele, ainda antes de irem buscar os outros.

 

Candidata do PSD na Amadora defende extermínio do Bloco

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

"Portugal para os Portugueses"

por josé simões, em 24.04.21

 

movimento europa e liberdade.jpg

 

 

A direita dita democrática, e cada vez faz mais sentido colocar o dita à frente de democrática, deu o passo que faltava: legitimar a extrema direita. E não é a direita trambiqueira do dia-a-dia do debate político, que também aparece em cartaz na 3.ª Convenção do Movimento Europa e Liberdade, é a direita da cultura e da academia que dá a cara. Nomes como Miguel Poiates Maduro, Francisco José Viegas, António Nogueira Leite, José Adelino Maltez ao lado de André Ventura e Jaime Nogueira Pinto.

 

E depois o case study Sérgio Sousa Pinto, em tempos de blogues e início de redes sociais com estatuto de next bih thing do PS, e que nos últimos tempos se notabilizou na primeira linha do combate à "Geringonça", no painel de debate "A intolerância cultural e a ditadura do politicamente correcto", encerrado pelo líder do Chaga, exímio em destilar ódio contra minorias étnicas e culturas diversas. O raciocínio de Sérgio Sousa Pinto, sempre com a boca cheia de Mário Soares, quase quase quase, falta-lhe dar esse passo, a reclamar ser o guardião do seu legado político, é que se o então fundador e líder do PS trouxe o CDS para o "arco da governação", também o actual PS pode fazer o mesmo com o Chaga, ignorando que com o fascismo não se debate, combate-se.

 

Mais fascismo menos fascismo o ponto de vista é simples: se o programa económico do Chaga e da Ilusão Liberal, semântica e léxico à parte, mais ponto menos vírgula, é exactamente o mesmo - privatizar, privatizar, privatizar, desmantelar o Estado e o estado social em benefício de interesses privados, se não vamos [vão] lá pela boa educação e discurso elaborado, vamos [vão] pelo discurso primário do Chaga, mais mobilizador do eleitorado. Os fins justificam os meios.

 

[O título do post foi o que li da primeira vez que vi o flyer, e não deve andar muito longe disso.]

 

 

 

 

Militância na normalização do fascismo

por josé simões, em 06.04.21

 

eduardo gageiro.jpg

 

 

O comissário marcelista para o Dia da Raça em Portalegre escreve hoje que "a velha direita tem de aprender a conviver com nova direita" contra o risco do país ficar nas mãos da esquerda até 2030. Ler: o PSD e o CDS, à imagem do que fizeram nos Açores, se quiserem alçar-se ao poder têm de perder a pouca vergonha que lhes resta e aliarem-se à "nova direita". O comissário marcelista para o Dia da Raça em Portalegre chama "nova  direita" à direita que foi apeada do poder faz dia 25 deste mês 47 anos. Não há memória. Não interesse que haja memória. E não há neste momento maior normalizador do fascismo em Portugal do que o comissário marcelista para o Dia da Raça em Portalegre. Militante, já merecia um lugar no Observador.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

O fascismo por ele próprio

por josé simões, em 29.03.21

 

Miguel_Primo_de_Rivera.jpg

 

 

O Chaga convocou uma manif junto ao Tribunal Constitucional como forma de pressionar os juízes, zeladores da Constituição da República, caso sejam chamados a pronunciar-se sobre a ilegalização do partido à luz do livro. Nos fascismos, onde não há separação de poderes, estas questões não se colocam porque os juízes decidem o que convém ao regime, num Estado de direito democrático este tipo de coacção é inaceitável e se calhar até devia pesar na balança de uma eventual pronunciação.

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Relatório e Contas. Resumo da Semana

por josé simões, em 27.02.21

 

Matt McCormick.jpg

 

 

[Link na imagem]

 

 

 

 

Normalidade democrática

por josé simões, em 18.01.21

 

 

 

O Ventas arranja dois ciganos, que afinal não eram ciganos e um até nem era português, para falarem mal dos ciganos e legitimarem a sua narrativa sobre os ciganos. Deu nas televisões todas, mesmo que agora venha o desmentido, o polígrafo, a desmontagem, está dito, está, está dito, é a pós-verdade.

 

O Ventas junta 170 pessoas num jantar comício, numa sala fechada, sem arejamento e sem distanciamento social, contra as normas da DGS e vale-se da Constituição, que quer destruir, que não permite que eventos de partidos políticos sejam proibidos. Durante o repasto a comunicação social, que andou este tempo todo com o Ventas ao colo, é vaiada e o carro de reportagem da RTP é vandalizado.

 

Depois da sobremesa e do digestivo os minions mais entusiastas cantam A Portuguesa de braço estendido, "Salazar está vivo nos nossos corações", perante o pânico dos zeladores de serviço "é pá, baixa lá o braço que a conta já está pagam escusas de chamar o garçon".

 

[As imagens são do telejornal da RTP 1 no programa Bom Dia Portugal]

 

 

 

 

O partido tubo de ensaio

por josé simões, em 11.11.20

 

mickey.jpg

 

 

Em 1974 conviviam alegremente com pides, legionários e restante bufaria, na bancada da Acção Nacional Popular no Parlamento fantoche do Estado Novo Marcelista. Passados seis meses estavam a assinar o Pacto MFA-Partidos pelo partido ensaiado por Sá Carneiro.

 

Em 2017 Pedro Passos Coelho ensaia a candidatura autárquica de André Ventura num subúrbio urbano da capital como barómetro para um movimento populista mais amplo a nível nacional.

 

Em 2020 Rui Rio alia-se nos Açores ao ex-camarada de partido, ensaiado por Pedro Passos Coelho em Loures, como forma de legitimar e maquilhar a extrema-direita que lhe pode ser útil em futuras eleições legislativas, em coligação ou com o apoio parlamentar do partido que acolhe skinheads, fascistas e nazis confessos.

 

 

 

 

O doutor Mengele

por josé simões, em 20.09.20

 

mengele.jpg

 

 

Do fascista PNR para o "andar por aí" Aliança até à "moção de estratégia global" na convenção do partido do ponto de exclamação, para onde migraram todos os fascistas do PNR depois do fracasso que foi o barriga de aluguer Santana Lopes contra Rui Rio, um tal de Rui Miguel Prata Ferro Roque propõe na Moção de Estratégia Global Para Portugal, Capítulo II, Saúde, ponto 1 - "Em relação à Interrupção Voluntária da Gravidez, vulgo aborto, propomos que todas as mulheres que abortem no Serviço Público de Saúde, por razões que não sejam de perigo imediato para a saúde, cujo bebé não apresente malformações ou tenham sido vítimas de violação, devem ser retirados os ovários, como forma de retirar ao Estado o dever de matar recorrentemente portugueses por nascer [...]".

 

[Imagem]

 

Adenda: quanto mais escreverem o nome do partido do ponto de exclamação e o nome do líder mais o algoritmo o mete cá em cima e lhe dá visibilidade e como ainda está para nascer um algoritmo mais inteligente que o ser humano por aqui optou-se por Chaga - com a, e Ventas.