Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

||| Fim-de-semana

por josé simões, em 26.07.15

 

carlos ramos.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.


Não Venhas Tarde ~ Carlos Ramos


[7" vinyl]

 

 

 

 

||| Fim-de-semana

por josé simões, em 26.04.15

 

Ser Fascista ~ Artur Gonçalves.jpg

 

 

Este fim-de-semana foi assim.


Ser Fascista ~ Artur Gonçalves


[7" vinyl]

 

 

 

 

||| In Memoriam

por josé simões, em 27.02.15

 

alvim_fernando.png

 

 

Fernando Alvim


1934 – 2015

 

 

 

 

||| No país em que o Presidente não lê jornais

por josé simões, em 16.12.14

 

Carlos do Carmo Não Se Morre De Saudade.jpg

 

 

No país em que o Presidente não lê jornais. Em português. E tampouco em estrangeiro.


Por promover Portugal no mundo, «Carlos do Carmo é a personalidade do ano para a imprensa estrangeira em Portugal».


[O vinil que ilustra o post é meu e o título foi escolhido ao acaso, não é nenhuma indirecta a Sua Excelência o Presidente da República]

 

 

 

 

 

||| Do recato presidencial

por josé simões, em 02.07.14

 

 

 

Passadas que são 24 horas o Presidente da República já felicitou publicamente, e com notas para as redacções, Carlos do Carmo pelo Grammy arrecadado, ou foi antes em modo "condolências aos bombeiros" porque isso são assuntos do recato presidencial?

 

[Na imagem o casal Silva de visita à China com a fadista do regime, Kátia Guerreiro, a reboque. Mais uma e outra e outra vez]

 

 

 

 

 

 

||| 25 de Abril de 1974 – 25 de Abril de 2014, 40 anos de sons e palavras [37]

por josé simões, em 08.04.14

 

 

 

Um Homem na Cidade – Carlos do Carmo

 

[LP, vinyl]

 

 

 

 

 

 

||| 25 de Abril de 1974 – 25 de Abril de 2014, 40 anos de sons e palavras [26]

por josé simões, em 24.03.14

 

 

 

Fadinho Tachista – Artur dos Santos

 

[7" vinyl]

 

 

 

 

 

 

|| Fim-de-semana

por josé simões, em 10.06.12

 

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Povo Cativo - Fernando Maurício

 

[7” vinyl]

 

 

 

 

 

 

|| O Fado

por josé simões, em 31.01.12

 

 

 

 Uma pequena parte da minha colecção de discos em vinyl, secção Fado, a servir de cenário à colecção 01/ 2012 da Dielmar, subordinada ao tema “Quando Lisboa Anoitece”, no showroom na Avenida da República em Lisboa.

 

 

 

 

 

|| Fim-de-semana

por josé simões, em 27.11.11

 

 

 

Este fim-de-semana foi assim.

 

Fado PortuguesAmália Rodrigues

 

[7” vinyl]

 

 

 

 

 

 

|| Está na massa do sangue

por josé simões, em 27.11.11

 

 

 

Numa madrugada de chuva miudinha, botas da tropa e blusão preto de cabedal, cabelo à último dos moicanos, às 7 de uma manhã numa rua esconsa de Málaga, de um primeiro andar de janelas escancaradas, saía alto e bom som a voz de Amália Rodrigues e as guitarras, meu Deus as guitarras, de Uma Casa Portuguesa, a tomarem conta da cidade e a deixar-me com todos os cabelos do corpo eriçados.

 

Estávamos no início dos anos oitenta e estava a ressaca da new wave a começar, depois de, com o punk, já termos destruído tudo e renegado tudo o que estava para trás. Foi o reset e, num click, a questão de gostar ou não gostar deixou de ser. Está na massa do sangue, é nosso, não há como fugir-lhe. Yesssss!

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| O Retiro do Alexandrino

por josé simões, em 21.11.11

 

 

 

Isso e a lide a cavalo e a pega de caras e a renda de bilros.

 

«Recordo agora com saudade, Os calhamaços que eu lia, Os professores da faculdade, E a mesa da anatomia lai-lai-lai…»

 

 

 

 

 

 

|| Deolinda avant la lettre (Morra o fado, morra! Pim!)

por josé simões, em 07.02.11

 

 

 

 

|| Morra o fado, morra! Pim!

por josé simões, em 07.02.11

 

 

 

 

 

Não reclama nada, não protesta nada, não apela a nada, não incita a nada. Não é uma música de intervenção, é uma lamúria de resignação. O fadinho lamechas do destino, do português amorfo, do Estado Novo. Tudo muito cristão. Sofrer neste mundo. Só lhe falta a “vontade de Deus”.

 

Desgraçada da geração que tem como bandeira o fado da desgraçadinha com letra de chat do MSN. Morra o fado, morra! Pim!

 

(Sobre a imagem)

 

 

 

 

 

 

 

|| A cantora do regime

por josé simões, em 18.04.10

 

 

 

 

De mandatária para a juventude a lugar cativo em todas as viagens presidenciais. Desta vez não foi, mas veio. Isto já começa a cheirar mal.

 

(Em stereo)

 

(Imagem de autor desconhecido)