Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| O Dia Seguinte

por josé simões, em 02.07.12

 

 

 

A rever os lances em slow motion para tentar perceber o que correu mal.

 

[Via]

 

 

 

 

 

 

|| Comparado com isto só a queda do Reino de Nápoles

por josé simões, em 01.07.12

 

 

|| The Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde

por josé simões, em 29.06.12

 

 

 

Robert Louis Stevenson reloaded

 

 

 

 

 

 

 

|| Ich bin ein Italiener

por josé simões, em 28.06.12

 

 

 

No futebol são onze contra onze e no fim ganha a Alemanha, upgrade: no futebol são onze contra onze e a final é entre os PIIGS.

 

Adenda: Título do post corrigido com a preciosa ajuda do deputado Michael Seufert

 

 

 

 

 

 

|| Eu hoje acordei assim

por josé simões, em 28.06.12

 

 

 

 

 

 

 

|| Barber Shop

por josé simões, em 27.06.12

 

 

 

Às moscas. A crise toca a todos. Melhores dias virão.

Agora a sério, entre risca ao lado, risca ao meio, grease & angry young men haircut, ganhámos uma selecção, ganhámos um seleccionador, ganhámos um modelo de jogo, e Carlos Queiroz que se cale para todo o sempre.

 

[Imagem de autor desconhecido]

 

 

 

 

 

 

|| Por todas as razões e mais algumas

por josé simões, em 21.06.12

 

 

 

A primeira porque, enquanto estas coisas acontecem, não chegam todos os dias aviões cheios de jogadores para o Benfica nas primeiras páginas dos jornais.

A segunda, e mais importante ainda, que a Grécia faça amanhã o que lhe compete, nem que seja com a ajuda de Hades. Era muito mau para a Europa e para a União Europeia que o Euro 2012 ficasse para a História como o Euro da Galícia.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Resumo da jornada

por josé simões, em 17.06.12

 

 

 

Tudo a caminho da cabeleireira que vem aí mais jogo.

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Uma questão que me apoquenta

por josé simões, em 13.06.12

 

 

 

Posso continuar a preferir o Leonel Messi ao Cristiano Rónáldo [com dois acentos, português da televisão] sem ser acusado de traição à Pátria?

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Mais uma vitória moral numa derrota "injusta"

por josé simões, em 10.06.12

 

 

 

E mais não era de esperar duma federação e de uma selecção que alinha com um banco num spot publicitário a. E. [antes de Sven-Göran Eriksson] que reza «Costuma-se dizer que, no futebol, a equipa que corre mais, geralmente ganha», quando toda a gente d. E. [depois de Sven-Göran Eriksson] sabe que no futebol ganha que faz a bola correr mais, quem tem a posse da bola. O que vale é que o Mourinho acredita em Portugal e tem o dinheiro guardado num banco da concorrência.

 

 

 

 

 

 

|| O passeio da fama efémera

por josé simões, em 07.06.12

 

 

 

Assim como a grande maioria dos músicos do 'glam rock' disfarçava, em cima do palco e nas capas das revistas, a falta de virtuosismo técnico com o espalhafato visual. A capa da Rolling Stone Italy ilustra na perfeição o que aqui já tinha escrito.

 

 

 

 

 

 

|| Circus Maximus

por josé simões, em 06.06.12

 

 

 

Ver um dos proscritos de Scolari por "hooliganismo", em campo e no balneário, sentado no banco com a braçadeira de director. Tem razão Manuel José que foi diplomata e educado q. b. por só falar naquilo que transparece para a opinião pública.

 

Muita parra e pouca uva, a preocupação maior dos "eleitos" foi, dois dias antes da partida, uma ida ao cabeleireiro para as fotos dos cromos da bola e para os gritos histéricos das groupies na bancada durante os treinos de porta aberta. Pormaiores.

 

 

 

 

 

 

|| O estado da Nação

por josé simões, em 04.06.12

 

 

 

A gente vê na televisão o presidente dos Estados Unidos da América, seja ele qual for, seja ele de que partido seja, entrar numa sala e toda a gente largar o que está a fazer e levantar-se da cadeira em sinal de respeito. A gente vê o Presidente da República Portuguesa, seja ele qual for, entrar na assembleia de voto no dia das eleições e ninguém, nem sequer o presidente da mesa, levanta o rabinho da cadeira. Vá lá um aperto de mão, que o bacalhau está caro. A gente vê o Cristiano Rónáldo [com dois acentos como na televisão] oferecer uma camisola da selecção ao Presidente Cavaco Silva e dizer “esperamos que você”.

 

By the way, as tropas partem, com a bandeira nacional cosida no ombro do camuflado, numa missão de paz da ONU e têm o ministro da Defesa no aeroporto, o futebol vai em tournée para a Polónia e é recebido pelo Presidente no Palácio de Belém. Que parolice.

 

[Na imagem fotograma de The Big Lebowski]

 

 

 

 

 

 

|| Falta um dente na cremalheira

por josé simões, em 02.06.12

 

 

 

Pelo menos temos uma selecção que joga um futebol à imagem do discurso do seu seleccionador: aos soluços, com muitos "aaa…" em cada frase, e a repetir a última palavra para tomar balanço para a segunda. Quando acaba já ninguém se lembra como é que começou. Falta um dente na cremalheira que pensa [o jogo].

 

"Quando se perde aaa… parece que tudo foi feito aaa… de forma, de forma errada, o que não é, o que não é verdade. Nada do jogo aaa… nos correu aaa… como merecíamos, como merecíamos que tivesse corrido."

 

[Imagem]

 

 

 

 

 

 

|| Village People

por josé simões, em 02.06.12

 

 

 

Hey! Hey! Hey, hey, hey!  Macho, macho man, Macho! [and Go West]