Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DER TERRORIST

"Podem ainda não estar a ver as coisas à superficie, mas por baixo já está tudo a arder" - Y. B. Mangunwijaya, escritor indonésio, 16 de Julho de 1998.

|| Eu hoje acordei assim

por josé simões, em 06.12.11

 

 

 

 

 

 

 

|| Jogo Fatal

por josé simões, em 05.12.11

 

 

 

Ainda sou do tempo em que Guilherme Augusto da Silva Pereira [a cara do Fórum Prisões] sob o pseudónimo de Ricardo Nuno, que não era mais do que o nome do seu filho, intrujou o jornalismo-de-referência-há-trinta-e-oito-anos-a-fazer-opinião-aka-o-Expresso com uma falsa entrevista a um elemento das FP25.

 

«O semanário SOL avançará para os tribunais se entender ser essa a única forma de assegurar o seu bom nome e o da jornalista Felícia Cabrita.»

 

Juízo. Ou então [re]vejam House of Games, em português Jogo Fatal, de David Mamet. Está lá tudo.

 

 

 

 

 

 

|| 1+1 [ainda é] = 2?

por josé simões, em 02.12.11

 

 

 

«o Correio da Manhã traz uma história que não é história, alguém contou em segunda mão uma história da qual pouco sabia […] …porque enquanto isto esteve só no domínio da polícia de Aveiro, que foram altamente profissionais nada disto se soube, a história é, chega a Lisboa e é um circo, Lisboa aliás, ultimamente, e a Polícia Judiciária é um circo, aquilo toda a gente quer aparecer nas televisões» [a partir do minuto 13:40]

 

Ou o excelentíssimo senhor Procurador-geral da República já tem por onde começar ou vai mandar abrir mais um inquérito porque o filho do pai queria aparecer num programa de televisão?

 

[Imagem “Chiquita Banana”by Mel Ramos]